Saúde da Mulher

Tomo anticoncepcional e dei uma pausa e não veio mais?

Deve esperar sua menstruação descer para começar a tomar novamente, o que está acontecendo é uma atraso menstrual, existem muitas causas para atrasos menstruais e as vezes atrasos menstruais ocorrem sem nenhuma causa, simplesmente acontecem e pronto.

Dr. Charles Schwambach
Estou em dúvida: sintomas do anticoncepcional ou gravidez?

Parecem apenas sintomas do anticoncepcional, mas espere, caso sua menstruação não descer procure um médico e faça o exame de gravidez.

Dr. Charles Schwambach
Corrimento Vaginal é Normal?

A vagina da mulher é recoberta por um tipo especial de "pele" chamada mucosa. E de uma maneira geral todas as mucosas são úmidas e possuem pequenas glândulas produtoras de muco, que é um tipo de secreção viscosa.

Isto significa que a vagina pode ter aquilo que chamamos de uma secreção normal, que é um líquido espesso com cor  transparente ou levemente esbranquiçada, sem cheiro e com sabor levemente salgado como lágrima. Algumas mulheres podem apresentar devido as alterações hormonais durante o ciclo menstrual um aumento da secreção vaginal normal. A excitação sexual também provoca o aumento das secreções normais.

Porém corrimento com com amarelada, verde ou braco leite e com odor desagradável tipo podre ou azedo, geralmente significam algum tipo de infecção ou inflamação vaginal que precisa ser avaliado por um Ginecologista e tratado adequadamente.

Dr. Charles Schwambach
Pomada vaginal corta o efeito de anticoncepcional injetável?

Não, as pomadas vaginais que têm na sua composição anti-inflamatórios, antibióticos ou antifúngicos, e que habitualmente são utilizadas para tratamento de vulvovaginites, tem ação local, tópica, não interferindo com o efeito do anticoncepcional injetável.

O ginecologista ou o obstetra são os especialistas indicados para orientar as dúvidas sobre o uso de anticoncepcionais  ao mesmo tempo em que são utilizados outros medicamentos. 

Dr. Ivan Ferreira
Nem sinal de menstruação, posso estar grávida?

Se as relações que você teve foram sem proteção você pode estar grávida sim, porque é assim que se consegue engravidar, independente do que aconteceu com sua menstruação ou independente dos corrimentos que teve.

Dr. Charles Schwambach
O exame transvaginal pode detectar se a mulher pode ou não ter filhos?

Não. Em alguns casos a ultrassom transvaginal pode sim já dizer se a mulher pode ou não ter filhos, porém não é o melhor exame, existe uma sequência de investigação da infertilidade: que começa com a investigação primeiro do homem e depois da mulher. Procure um médico ginecologista que ele pode conduzir a investigação, todo bom ginecologista conhece esta sequência de investigação.

Dr. Charles Schwambach
Dor pélvica na gravidez, o que pode ser?

Dor pélvica na gravidez é bastante comum (ocorre em cerca de 50% das gestantes) e pode ocorrer por diversos motivos, como por exemplo:

  • O aumento da produção do hormônio chamado relaxina, responsável em tornar os ligamentos e articulações da pelve mais elásticas, facilitando a passagem do bebê na hora do parto;
  • Postura física que se modifica com o avanço da gravidez e o peso do bebê, pressionando órgãos, músculos, ligamentos e articulações e ocasionando a dor;
  • Aumento dos gases intestinais;
  • Embora geralmente seja fisiológica (normal), a dor também pode ser devido a causas graves e que requerem intervenção cirúrgica imediata, tais como gestação ectópica, rotura uterina, endometriose, apendicite, etc, por isso sempre consulte seu ginecologista!

Há várias táticas que podem ser adotadas para combater a dor fisiológica na pelve, na virilha e no púbis:

  • Tenha cuidado ao realizar suas atividades diárias. Existem técnicas de fisioterapia que podem ajudar a manter a estabilidade da pelve em tarefas que causam dor, caminhar ou ficar em pé.
  • Pilates ou outros exercícios melhoram a estabilidade da pelve e das costas, sendo muito importante fortalecer os músculos da barriga e do assoalho pélvico.
  • Cintas de suporte são aconselhadas por vários especialistas, pois podem aliviar a dor e ser usada durante toda a gravidez.
  • Calcinhas altas e com costura reforçada no abdome aliviam o peso na bacia.
  • Sessões de massagem suave e fisioterapia podem aliviar o stress acumulado nas costas, bacia e pelve.
  • A acupuntura pode ser uma solução, mas é importante procurar um profissional especializado no tratamento de gestantes.
  • Se você tem dores quando está na cama e tenta se virar de um lado para o outro, pode se levantar usando a seguinte técnica: segure os joelhos, aproximando-os do peito; contraia os músculos do abdome e do assoalho pélvico e dê um impulso para a frente para se sentar. Essa técnica ajudará a manter a estabilidade da pelve.
  • Deve evitar deitar com as pernas esticadas e com a barriga virada para cima. Quando não tem outra solução, coloque um travesseio atrás das costas, perto da cintura e tente manter os joelhos dobrados. Descansar na banheira ou no sofá pode forçar essa posição e por isso outras posições confortáveis devem ser treinadas.  O mesmo se aplica se você for fazer uma massagem.
  • Quando caminhar, faça uma pequena curvatura com as costas e balance os braços, como se estivesse marchando. Esse movimento ajudará a fixar a pelve.
  • Não esqueça de fazer os exercícios de Kegel para o assoalho pélvico com regularidade, porque eles fortalecem a pelve.
  • Evite sempre que puder carregar peso ou mover objetos pesados. Mesmo o carrinho com compras pode prejudicar a situação. Quando for possível, recorra a um serviço de entregas ou peça ajuda para cumprir essa tarefa.
  • Descanse sempre que puder. Sentar em uma bola de ioga pode ajudar, assim como a posição de gato, com as mãos e joelhos no chão.
  • Evite fazer muito esforço físico. Você pode não sentir a consequência na hora, mas a dor pode surgir apenas no fim do dia.
  • Na hora de dormir, uma superfície fofa pode ajudar, por isso deite por cima de um cobertor macio.
  • Quando se vestir, fique sentada na hora de tirar e colocar a calça e a calcinha.
  • Aplicar uma bolsa de água quente pode ajudar a aliviar a dor.

Em caso de dor pélvica na gravidez, um médico (preferencialmente um ginecologista) deverá ser consultado. Ele poderá avaliar detalhadamente, através de anamnese, exame físico e eventuais exames complementares, qual é o seu diagnóstico correto, orientá-la e prescrever o melhor tratamento, caso a caso.

Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
"Corocinhos" nos grandes lábios o que pode ser?

Talvez possa ser uma Bartolinite e a cura depende do correto diagnóstico que será dado pelo ginecologista quando for consultar.

Dr. Charles Schwambach