Pergunte ao Médico
Como Funciona

O que fazer se ficar mais de uma semana sem evacuar?

Se ficar mais de uma semana sem evacuar deve procurar um médico gastroenterologista para avaliar a situação. Pode ser necessário tomar algum laxante, fazer uma lavagem intestinal ou, em situações mais graves e emergenciais, fazer uma cirurgia para retirar o bolo fecal endurecido.

O tratamento da constipação intestinal ou prisão de ventre, como é popularmente conhecida, inclui mudanças comportamentais e administração de medicamentos.

É essencial corrigir os hábitos inadequados para poder ficar livre dos medicamentos, uma vez que os laxantes podem resultar a curto prazo, mas não de forma definitiva.

Publicidade

Se não for devidamente tratada, a constipação intestinal pode trazer diversas complicações, tais como:

  • Impactação fecal e fecaloma (grande massa de fezes empedrada e endurecida que fica alojada no intestino grosso e obstrui o trânsito intestinal);
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Úlcera estercoral (perda da integridade intestinal causada pela compressão da parede do intestino pelas fezes endurecidas impactadas);
  • Volvo intestinal (torção de uma alça do intestino que provoca obstrução intestinal);
  • Perfuração intestinal;
  • Fissura anal;
  • Hemorroidas;
  • Diverticulose (herniações da parede do intestino grosso).
  • Câncer colorretal.

Veja também: Para que serve e como usar o supositório de glicerina?

Como prevenir a constipação intestinal?

  • Aumentar a ingestão de fibras, consumindo mais verduras, legumes e frutas (de preferência crus e com casca), além de cereais como aveia, trigo integral e farelo de trigo;
  • Tomar sucos naturais, sem coar e sem adição de açúcar branco;
  • Dar preferência a pães, arroz e massas integrais, pois são ricos em fibras;
  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia, ou seguir a indicação de 30ml por cada Kg de peso. Por exemplo, uma pessoa com 70 kg deve ingerir 2,1 litros de água por dia (30 ml x 70 Kg = 2.100 ml);
  • Fazer entre 6 e 7 refeições por dia, reduzindo as porções nas grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar);
  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Mastigar bem os alimentos;
  • Estabelecer horários para ir ao banheiro e não segurar a vontade de evacuar.

A prisão de ventre não é uma doença, mas as suas causas precisam ser investigadas para serem devidamente tratadas e evitar complicações. O médico gastroenterologista é o especialista que deve ser consultado em casos de constipação intestinal.