Qual o tratamento para Hifas Septadas?

As hifas septadas são estruturas características de alguns fungos que os são agentes causadores de micoses como em lesões superficiais na pele e unhas, ou ainda, doenças no organismo (sistêmicas). O seu tratamento baseia-se no uso de antifúngicos que podem ser de uso local (pomadas ou cremes), de uso oral (comprimidos ou cápsulas) ou por aplicação venosa, feita em hospitais. Os medicamentos à base de sulfas e iodeto de potássio também podem ser usados em alguns casos.

Alguns tipos de micoses que apresentam hifas septadas:

  • a pitiríase versicolor ocorre na pele, com manchas descamativas, mais escuras ou sem cor, presentes na face, pescoço e tórax,
  • a tínea nigra ocorre na pele, com manchas amarronzadas na palma das mãos e plantas dos pés,
  • as onicomicoses que atingem as unhas,
  • as interdigitais que atingem a região entre os dedos dos pés (frieira),
  • a esporotricose que atinge a região abaixo da pele (subcutânea),
  • as micoses oculares que atinge as estruturas do olho, como canais lacrimais, conjuntiva e córnea,
  • a aspergilose, coccidioidomicose e paracoccidioidomicose, que surgem geralmente devido à problemas na imunidade do organismo, podem atingir vários locais no corpo, como os pulmões e cérebro.

O tratamento para as infecções por fungos pode ser demorado e deve ser seguido até a resolução do problema. O dermatologista ou infectologista são os especialistas a serem consultados nessas situações.