Pergunte ao Médico
Como Funciona

Fluoxetina

Fluoxetina diminui o apetite?

A fluoxetina é um antidepressivo, muito utilizado no tratamento de depressão e ansiedade, um dos seus efeitos colaterais é a diminuição do apetite (não ocorre em todos os pacientes), por esse motivo de reduzir o apetite pode ser, usado para controle de bulimia e excesso de fome causado por estresse e ansiedade.

Fluoxetina emagrece ou engorda?

A fluoxetina pode causar mudança no peso: emagrecer ou engordar.

A fluoxetina é um antidepressivo que trata a depressão, ansiedade, bulimia nervosa, transtorno compulsivo obsessivo, entre outros.

Por controlar a ansiedade, o nervosismo e a compulsão alimentar ela tem um efeito secundário que pode resultar na perda de peso. Porém, um tratamento longo pode levar a um pequeno ganho de peso, pois a pessoa se sente melhor da depressão e pode aumentar seu apetite.

A fluoxetina não deve ser usada com a finalidade de emagrecer ou engordar. A melhor forma de emagrecer e manter o peso é com uma reeducação alimentar associada a exercícios físicos.

Quais os efeitos colaterais da fluoxetina?

Os efeitos colaterais da fluoxetina mais comuns (ocorre em mais de 10% dos casos) são:

  • Dor de cabeça, insônia, sonolência, nervosismo, ansiedade;
  • Cansaço (fadiga), tremor;
  • Diminuição da libido (desejo sexual);
  • Diarreia, náusea, boca seca, diminuição do apetite.

Outros efeitos colaterais considerados comuns (ocorre de 1 a 10% dos casos):

  • Palpitação, dor no peito, aumento da pressão arterial;
  • Tontura, dificuldade para dormir, sonhos anormais, agitação, esquecimento;
  • Constipação, flatulência, vômitos, alteração do paladar, aumento do apetite, perda ou ganho de peso;
  • Visão turva;
  • Micções frequentes;
  • Dor no ouvido, sinusite, sangramento no nariz;
  • Distúrbios da ejaculação, impotência, sangramentos ginecológicos;
  • Erupções da pele, coceira e rubor.

O aparecimento de efeitos colaterais pelo uso da fluoxetina deve ser informado ao/à médico/a.

Fluoxetina corta o efeito do anticoncepcional?

Não, a fluoxetina não corta o efeito do anticoncepcional porque não interfere na absorção ou no mecanismo de ação deste. 

Porém, existem outros medicamentos que podem alterar a ação do anticoncepcional. São eles: Hidantal, Gardenal, Tegretol, Rifampicina, Penicilinas, Tetraciclinas e Griseofulvina.

O ginecologista deve ser informado sobre a utilização de outros medicamentos durante o uso do anticoncepcional.

Comecei tomar fluoxetina para ansiedade e gula por doce...

Fluoxetina é uma boa opção para você resolver seus problemas e os sintomas de "efeitos colaterais" tendem a desaparecer com o tempo sim, apesar de que algumas coisas que você andou sentindo pode ser da sua ansiedade mesmo e não do medicamento.

O uso de fluoxetina tira desejo sexual?

Fluoxetina é um antidepressivo e como tal pode sim influenciar no desejo sexual, porém essa influencia pode ser para mais ou para menos (aumentando ou diminuindo o desejo sexual). Essa influência varia de uma pessoa para outra. Pela minha experiência fluoxetina na maioria das vezes diminui a libido.

Estou tomando fluoxetina e comecei a sentir alguns efeitos?

Sim, este efeitos são comuns aos pacientes que tomam fluoxetina, o ideal é tomar a fluoxetina com uma das refeições que irá reduzir os sintomas gástricos, a falta de apetite permanecerá e o cansaço tende a desaparecer em poucos dias.

Estou tomando Fluoxetina e queria saber quais remédios...

Pode tomar esses medicamentos tomando fluoxetina sem problemas. Existem alguns medicamentos (principalmente controlados) que não devem ser associados com a fluoxetina. Toda vez que for a um médico não deve esquecer de dizer que já está tomando fluoxetina ou qualquer outro medicamento, para o próprio médico já fazer as adaptações necessárias.

Uso fluoxetina gotas para ansiedade e síndrome do pânico...

Em teoria pode usar os dois medicamentos, a única ressalva que deve ser feita é em relação a cafeína contida no Miosan Caf, como a cafeína é um estimulante e pode aumentar a ansiedade, não deveria ser usada por você.

Tenho síndrome de pânico e ansiedade, tomo remédio...

Na verdade com relação aos seus medicamentos precisa tomar um pouco de cuidado com essas alterações feitas por conta própria, seu quadro ainda está muito sensível as alterações do medicamento (sinal de que você não está totalmente bem). O ideal é aguardar sua médica voltar e não fazer essas mudanças por conta própria. Claro que a decisão é sua, mas evite a auto-medicação, principalmente frente um quadro de Síndrome do Pânico.

A acupuntura pode realmente te ajudar, mas vou te dar uma dica melhor: homeopatia, já tive alguns pacientes com síndrome do pânico que fizeram tratamento concomitante com remédios homeopáticos com ótimos resultados.

Sibutramina pode dar Câncer no Estômago?

Sibutramina não causa Câncer de Estômago. Dor de estômago até pode ser sintoma de câncer de estômago, mas se todos as pessoas que sentissem dor de estômago estivessem com câncer de estômago, todo mundo estaria com câncer de estômago, pois este é um sintoma muito comum.

Fluoxetina é um remédio que causa muita dor de estômago. o ideal, já que você não quer parar a medicação, é tomar um remédio para proteger seu estômago, converse com o médico que está lhe tratando que ele pode passar uma receita para você, para tratar essa dor de estômago e continuar com os remédios para emagrecer.

Qual a forma correta de tomar o fluoxetina?

A forma correta é aquela que está escrito na sua receita, existem muitas formas e horários de se tomar esse remédio, alguns são mais comuns que outros, mas tudo depende do objetivo.