Plaquetas Altas

Minha filha fez hemograma e deu plaquetas elevadas?
Dr. Charles Schwambach

O aumento das plaquetas pode estar relacionado com muitas doenças e situações médicas, algumas são simples e algumas são grave (algumas muito graves). O ideal é sua filha fazer acompanhamento com pediatra e se ele achar necessário procurar um Hematologista.

Hemograma do meu filho deu plaquetas altas?
Dr. Charles Schwambach

As plaquetas estão um pouco aumentadas, esse resultado isolado não tem nenhum significado clínico (pode até significar algo, porém depende do restante: história, exame físico, hipóteses diagnósticas, resultados dos exames, provas terapêuticas e assim por diante...)

Plaquetas altas, como diminuir?
Dra. Ângela Cassol

A plaquetose (aumento no número das plaquetas) muitas vezes não requer tratamento e é temporária.

Em alguns casos, especialmente se o número de plaquetas for superior a 100000/mm3, pode ser necessário o uso de ácido acetil salicílico, pelo risco de trombose, e hidroxiuréia, um agente citorredutor (que diminui a contagem das células do sangue).

Não há evidência de que seja necessário evitar ou preferir alimentos ou que a prática de outras modalidades de tratamento seja benéfica.

A avaliação da causa da plaquetose e se há necessidade de tratamento deverá ser feita pelo médico hematologista.

Plaquetas altas, o que pode ser?
Dra. Ângela Cassol

As causas de plaquetas altas podem ser:

  • fisiológicas (não denotam doenças): exercício, trabalho de parto, uso de epinefrina, após hemorragia;
  • infecciosas e/ou inflamatórias: retocolite ulcerativa, poliarterite nodosa, artrite reumatóide, sarcoidose, cirrose hepática;
  • distúrbios do baço: após esplenectomia (retirada cirúrgica do baço), atrofia ou agenesia do baço, trombose da veia esplênica;
  • neoplasias: carcinomas, linfomas;
  • doenças hematológicas: síndromes mieloproliferativas, trombocitose familiar, anemia ferropriva (por deficiência de ferro), anemias crônicas, hemofilia, mieloma múltiplo;
  • miscelânea: após procedimentos cirúrgicos e traumas, doenças renais, síndrome de Cushing e uso de medicamentos (epinefrina, isotretinoína, vincristina).

Plaquetas altas podem não causar sintomas ou podem ocorrer náuseas, vômitos, perda de noção espacial (labirintite) e formigamento nas extremidades.

A avaliação da causa da plaquetose e se será necessário tratamento deverá ser feita pelo médico hematologista.

Qual o significado de trombocitose no hemograma?
Dr. Charles Schwambach

Isoladamente esse resultado não significa nada, trombocitose aparece em muitas situações e doenças, inclusive pode aparecer em pessoas "normais".