Pergunte ao Médico
Como Funciona

Tenho menstruação abundante: posso fazer alguma coisa para diminuir?

Em casos de menstruação abundante, existem alguns tratamentos que podem ser utilizados para diminuir o fluxo menstrual, de acordo com cada caso. Algumas opções:

  • Aplicação endovenosa de altas doses de estrogênio: Promovem um rápido crescimento do endométrio (camada mais interna do útero). Geralmente é o tratamento de escolha inicial para tratar menstruação intensa. Devido ao risco de embolia pulmonar, apenas a dose mínima efetiva deve ser aplicada;
  • Curetagem uterina (raspagem ou sucção do útero): Acaba de forma eficaz com sangramentos severos e é a única opção cirúrgica para as mulheres que ainda querem ter filhos. Porém, não trata a causa da menstruação abundante, que voltará a acontecer se outra terapia não for iniciada;
  • Tamponamento: Pode ser feito colocando-se no interior da cavidade uterina um cateter específico que contém um balão que é enchido com 10 a 30 ml de líquido. Três horas depois, remove-se metade desse líquido e, desde que não haja mais sangramento durante uma hora, pode-se retirar a sonda. Caso o sangramento persista ou seja muito intenso, o balão pode ser mantido por 12 horas;
  • Histerectomia: Caso todos os outros métodos falhem, pode-se optar pela histerectomia (cirurgia para retirar o útero);
  • Estrogênios orais em altas doses: Indicado para pacientes estáveis e que podem tolerar a terapia oral sem problemas estomacais;
  • Anticoncepcionais orais em altas doses: Altas doses de contraceptivos orais combinados normalmente acabam com o sangramento em 48 horas. É contraindicado para fumantes devido ao risco de trombose venosa;
  • Medicamentos antifibrinolíticos: Atuam dentro de duas a três horas após a administração, não interferem com a fertilidade e podem ser mais eficazes que os anti-inflamatórios não esteroides (AINE);
  • Ablação endometrial: É um tratamento efetivo para a menstruação abundante (hemorragia aguda), mas não é recomendado para mulheres que queiram engravidar, pois consiste na destruição definitiva do endométrio.

Em caso de menstruação abundante, a mulher deve procurar um médico ginecologista, que deverá indicar o melhor tratamento, de acordo com o caso.