Toxoplasmose tem cura? Qual o tratamento?

Sim, a toxoplasmose tem cura, e o tratamento deve ser iniciado o quanto antes, para evitar sequelas.

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii e é transmitida através do consumo de alimentos contaminados com o cisto do parasita.

O tratamento nem sempre é necessário, pois, em pacientes imunocompetentes, o sistema imunológico é capaz de eliminar o parasita. Em algumas condições, o tratamento é indispensável:

  • grávidas;
  • imunodeprimidos, por exemplo pacientes com AIDS;
  • recém-nascidos;
  • acometimento cardíaco (miocardite) ou ocular (coriorretinite).

O tratamento é feito com duas drogas, a pirimetamina e sulfadiazina, associadas ao ácido folínico e deve ser feito por 4 a 6 semanas. Nas gestantes, a droga a ser utilizada é a espiramicina, até a 18a semana de gestação e, após a 18asemana, deve ser feito tratamento com sulfadiazina, pirimetamina e ácido folínico.

Algumas medidas simples devem ser adotadas de modo a evitar a transmissão da toxoplasmose:

  • Evitar contato com fezes de animais, especialmente de gatos ou outros felinos;
  • Manter higiene adequada ao lidar com alimentos;

  • Evitar comer carne mal passada e/ou vegetais mal lavados;

  • Fazer pré-natal adequadamente e colher os exames pedidos pelo seu obstetra;
  • Se você for gestante e a sorologia mostrar que você nunca teve contato com o Toxoplasma gondii, deve evitar contato com felinos e adotar medidas de higiene e cuidado no consumo de carnes e vegetais.

Se você apresentar sintomas de toxoplasmose, deve procurar um pronto atendimento ou um infectologista para diagnóstico e tratamento adequados. Se você for gestante e apresentar sintomas, deve consultar seu obstetra.

Também sobre este assunto