Perguntar
Fechar

Amor e sexo – um dos caminhos para a felicidade

A libido é algo emblemático, é energético, é o fogo que alimenta o caldeirão de emoções do sexo. Amor, libido e sexo nem sempre andam juntos. O homem que é um ser naturalmente pobre emocionalmente falando consegue separar o sexo de seus sentimentos (um homem pode discutir com sua parceira e mesmo assim, meia hora depois estar louco de vontade de ter relação com ela).

A mulher que é um ser naturalmente rico emocionalmente falando. Não consegue (a maioria delas) separar o sexo do amor, separar o sexo dos seus sentimentos. O sexo é para a mulher um caldeirão de emoções e sentimentos. Inconscientemente toda mulher tem sua receita de ingredientes especiais para colocar nesse caldeirão: uma porção infinita de amor, uma porção generosa de paixão, porções de carinho e carícias, misture tudo e acrescente um pouco mais de toque e prazer; mexa novamente a acrescente dedicação, atenção e elogios à vontade, e para finalizar: bom humor a gosto. Mas aquele que quiser experimentar essa deliciosa receita vai ter que acender o fogo.

A perda da libido – do desejo sexual é muito mais comum entre as mulheres. É difícil para uma mulher entregar-se para um homem por quem ela alimenta sentimentos negativos e uma das piores coisas que pode ocorrer entre um casal é o homem não perceber essa situação. Forçar uma relação quando a mulher não está adequadamente receptiva para o sexo, leva a mulher a sentir-se violada, isso gera uma bola de neve de sentimentos ainda mais negativos culminado com o nojo ao toque do seu parceiro e ao sexo.

Outro ponto muito relevante é o tempo. O homem e a mulher possuem um “time” diferente. Par o homem parece haver um neurônio altamente especializado que liga diretamente a retina de seus olhos ao seu órgão sexual. É um reflexo condicionado, extinto puro, o cérebro no homem parece não participar do processo de controle do desejo sexual masculino. Esse “time” para as mulheres é bem diferente. Tem que haver um cortejo, toda uma preparação. O toque e as carícias são imprescindíveis. É o mais importante de tudo: qual é a estória que aqueles dois têm, e quais sentimentos essa mulher nutre por esse homem? Qual o grau de comprometimento do parceiro em oferecer prazer para sua companheira?

E você mulher tem realmente sua receita, conhece seus ingredientes? Onde gosta de ser tocada, como gosta de ser tocada? O que realmente te dá prazer? Quais são suas fantasias? Você sabe a resposta para essas perguntas? Se souber ótimo, caso contrário está mais do que na hora de descobrir. Para as mulheres que já tem essas respostas e para aquelas que ainda vão descobrir, uma ultima questão: já contaram para seus companheiros? Não fique esperando que ele vá descobrir sozinho. A maioria dos homens é incapaz de descobrir sozinho. Nós (os homens) estamos mais preocupados é com nosso próprio umbigo (para não dizer outra palavra). Seu companheiro não notou quando você mudou o cabelo e se notou esqueceu de te elogiar, você acha que ele é capaz de perceber seus sentimentos?

Converse com seu amado e conte para ele o que é bom para você e o que não é bom também. Ele deve te respeitar e pelo menos tentar mudar a ponto que você note mudanças reais no relacionamento. Ensine o teu companheiro a alimentar o fogo, a libido é o fogo que vai completar a sua receita especial e exclusiva de sexo, amor e fecilcidade.