Perguntar
Fechar

Anfotericina e Efeitos colaterais em HIV positivos

Doutor, um amigo meu é HIV+ e teve meningite tipo criptocócica, ficou internado e tomou vários frascos de Anfotericina.
Essa medicação pode causar muitos efeitos colaterais indesejáveis, como calafrios e febre.
Depois da alta médica, que já tem cerca de 7 dias, ele ainda sente suores noturnos, febre e calafrios em intensidade mais fraca. Isso é normal?
Este quadro pode demorar até quanto tempo? Não faz mal tomar tanta dipirona?

Os efeitos colaterais mais comuns da anfotericina B são:

  • Febre;
  • Calafrios;
  • Dor no local da injeção;
  • Coceira;
  • Reações alérgicas, com aparecimento de manchas ou lesões na pele (rash);
  • Mal-estar;
  • Taquicardia ("batedeira");
  • Respiração ofegante;
  • Aumento da pressão arterial.

Se o seu amigo já teve alta há uma semana e continua com febre e calafrios, podem ser ainda os efeitos colaterais decorrentes do uso da anfotericina.

Desde que ele não tenha nenhuma contraindicação, pode continuar tomando a dipirona para a febre, sem problemas.

Contudo, como o seu amigo é HIV positivo, esses sintomas também podem ser de uma infecção secundária decorrente do HIV.

Assim, se o estado geral dele for bom e os sintomas estiverem mais amenos, aguarde mais alguns dias para ver se ele melhora. Caso ele esteja muito debilitado, o ideal é voltar ao hospital.

Leia também:

Meningite deixa sequelas?

Soropositivo que teve meningite meningocócica pode ficar com sequelas?