Perguntar
Fechar

Alimentação do Bebê

Comer pimenta durante a amamentação faz mal para o bebê?

Não. Comer pimenta durante a amamentação não faz mal ao/à bebê.

A pimenta não precisa ser evitada durante a amamentação pois sua ingestão não causará nenhum prejuízo à mulher ou ao/à bebê.

A mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

A quantidade adequada de calorias para cada mulher será dependente do seu peso, altura, idade e das possíveis atividades físicas desempenhadas por ela

Algumas comidas devem ser evitadas durante a amamentação como determinados peixes que podem conter elevados níveis de mercúrio. As demais comidas são liberadas e não demonstram riscos para a mãe e/ou bebê.

Uma alimentação diversificada deve incluir frutas, vegetais, grãos, cereais, proteínas, etc. Além disso, a mulher deve ter uma boa ingesta de água para se hidratar e recuperar os líquidos perdidos durante a amamentação.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura. 

Também pode lhe interessar: Estresse durante a gravidez faz mal para o bebê?

Comer chocolate durante a amamentação faz mal para o bebê?

Não. Comer chocolate durante a amamentação não faz mal ao/à bebê.

O chocolate não precisa ser evitado durante a amamentação pois sua ingestão não causará nenhum prejuízo à mulher ou ao/à bebê.

A mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

A quantidade adequada de calorias para cada mulher será dependente do seu peso, altura, idade e das possíveis atividades físicas desempenhadas por ela.

Algumas comidas devem ser evitadas durante a amamentação como determinados peixes que podem conter elevados níveis de mercúrio. As demais comidas são liberadas e não demonstram riscos para a mãe e/ou bebê.

Uma alimentação diversificada deve incluir frutas, vegetais, grãos, cereais, proteínas, etc. Além disso, a mulher deve ter uma boa ingesta de água para se hidratar e recuperar os líquidos perdidos durante a amamentação.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura.  

Comer ou beber água enquanto estou dando de mamar faz mal?

Não. Comer ou beber água enquanto está dando de mamar não faz mal, muito pelo contrário.

Beber água durante a amamentação é fundamental para garantir a hidratação da mulher, fazendo com que ela produza adequadamente o leite necessário para o/a seu/sua bebê.

Por isso, toda mulher que está amamentando deve ingerir uma quantidade maior de água e outros líquidos comparativamente às outras pessoas. Uma boa dica é deixar uma garrafa de água filtrada ou fervida disponível e de fácil acesso para a mulher durante o processo de amamentação. Assim, ela poderá ingerir a água sempre que desejar.

Além da adequada hidratação, a mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Estou amamentando, posso tomar Amoxicilina?

Pode sim. Não há contra-indicações da amoxicilina na amamentação (salvo caso de alergias ou outras situações especiais constatadas pelo pediatra).

O que pode causar cólicas no bebê?

As cólicas no bebê podem ser causadas por qualquer alimento que estimule a produção de gases intestinais. Alguns alimentos, se consumidos em excesso, podem causar cólicas no bebê e por isso a mulher deve evitar consumi-los em grandes quantidades durante a amamentação. Alguns deles:

  • Café;
  • Leite;
  • Chocolate;
  • Pimenta ou comidas apimentadas;
  • Brócolis;
  • Feijão;
  • Repolho.

Vale lembrar que não é o alimento em si que vai provocar cólicas no bebê, mas sim o exagero deles na alimentação da mãe. 

Para evitar as cólicas, recomenda-se também que a mulher durma bem e beba bastante líquido, porque aumenta a produção de leite materno. As cólicas também podem ser causadas por algum tipo de alergia ou intolerância ao leite artificial. 

O pediatra é o médico indicado para diagnosticar as causas das cólicas e prescrever alterações na alimentação do bebê.

Também pode lhe interessar: Que remédio posso usar para acabar com a cólica do bebê?

Estou grávida, 30 semanas e meus seios ainda não mudaram?

Existe medicamento para estimular a produção de leite e seu ginecologista pode passar para você na maternidade ou uns dias antes. Mas não se preocupe a quantidade de leite não tem uma relação direta com o tamanho dos seios.

Estou amamentando, mas meu leite está pouco...

Existem opções de medicamentos para aumentar a produção de leite (pode conversar com seu ginecologista) e também se não conseguir produzir mais leite há a possibilidade de suplementação (converse com o pediatra se houver necessidade). Precisa alimentar-se bem e de maneira saudável, além de ingerir muito líquido.

Como aliviar a prisão de ventre no bebê?

Para aliviar a prisão de ventre em bebês que já iniciaram a introdução alimentar, recomenda-se aumentar a quantidade de fibras na alimentação da criança, dando mais sucos de frutas naturais (maçã, pera, ameixa) e alimentos como batata doce, feijão, ervilha, brócolis, espinafre, arroz, ameixa, pera, pêssego, damasco.

Aumentar a oferta de água e outros líquidos também ajuda a soltar o intestino preso do bebê, já que a água amolece as fezes e facilita a sua eliminação pelo intestino.

Há casos em que a prisão de ventre está relacionada com o leite ou a fórmula utilizada, pelo que mudar os mesmos pode ser suficiente para acabar com a constipação intestinal.

Contudo, essas recomendações podem não resultar para todas as crianças e alguns bebês podem continuar com prisão de ventre mesmo assim.

Nesses casos, é importante consultar o médico pediatra ou médico de família para uma avaliação detalhada. Se o médico achar necessário, poderá prescrever medicamentos específicos para soltar o intestino, como laxantes e supositórios.

Converse com o médico durante as consultas de puericultura ou procure um serviço de urgência nos casos agudos.

Saiba mais em: 

Quais são os alimentos indicados em caso de prisão de ventre?

Qual é o melhor tratamento para acabar com a prisão de ventre?

Prisão de ventre pode ser câncer?