Perguntar
Fechar

Corrimento e Inflamação

O que é cervicite crônica com paraqueratose?

Cervicite crônica com paraqueratose é um diagnóstico histológico, ou seja, na análise de um pequeno fragmento retirado do colo do útero, observa-se sinais de uma inflamação crônica da endocervix (camada interna do colo do útero), associados a presença de células escamosas com núcleos (paraqueratose), provavelmente em resposta à inflamação. O normal são as células escamosas não apresentarem núcleos, pois os perdem durante o processo de maturação.

A cervicite crônica pode ser causada por vários microorganismos diferentes. Dentre as DST's, podem ser causas de cervicite crônica gonorreia, herpes, clamídia, HPV e outras infecções causadas por bactérias.

A cervicite pode acontecer logo após o parto e em mulheres que tomam a pílula. Algumas mulheres também podem desenvolver a cervicite por serem alérgicas a alguma substância presente no preservativo, no absorvente interno ou nos espermicidas.

Se o médico ginecologista determinar que há associação da cervicite crônica com infecção por microorganismos, pode ser necessário o uso de antibióticos. É possível que seja necessária uma cauterização do colo do útero, procedimento feito ambulatorialmente, com anestesia local.

A cervicite pode não cursar com sintomas em grande parte das pacientes. Sendo assim, para diagnosticar e tratar as cervicites, é importante consultar um ginecologista anualmente, mesmo na ausência de sintomas.

Meu ginecologista receitou creme vaginal para corrimento...

Corrimento desse tipo pode ocorrer sem que signifique nada de importante, não é sintoma de gravidez, o mais importante é que você foi ao médico e está fazendo o tratamento que precisa fazer. Pode ser da própria infecção ou um restinho da menstruação ou efeito do próprio creme mesmo, somente se preocupe se o corrimento não desaparecer.

Corrimento esverdeado, o que pode ser?

Corrimento vaginal esverdeado pode ser infecção por um protozoário chamado Trichomonas vaginallis (tricomoníase). Usualmente associado a coceira intensa e odor fétido, também pode apresentar-se como corrimento amarelado, pastoso ou grosso e, muitas vezes, bolhoso. A mulher também pode apresentar dor nas relações sexuais e ao urinar.

O diagnóstico da Tricomoníase é feito ao ser analisado o líquido vaginal, através de swab ou papanicolau. É importante frisar que a tricomoníase é considerada um doença sexualmente transmissível e o parceiro deve ser examinado e tratado.

Na gravidez, corrimento esverdeado também é possivelmente causado pela tricomoníase e não traz prejuízo ao bebê.

O tratamento é feito usualmente com metronidazol, e não deixa sequelas.

O diagnóstico e tratamento deve ser feito por médico ginecologista.

Fiz preventivo e o médico disse que tenho a bexiga baixa...

O resultado do seu preventivo, a constatação de infecção no colo uterino pelo seu médico e esse corrimento que você tem dizem respeito a mesma coisa (mesma doença) uma infecção que precisa de tratamento, seu médico pode providenciar esse tratamento. Com relação a questão da cirurgia esse é um ponto que precisa de maior cuidado, toda vez que o médico diz que necessita de cirurgia, mas essa indicação é relativa (como no seu caso) o ideal é procurar outro ginecologista, que ira fazer o mesmo exame e ver qual a opinião dele, se ele for favorável a cirurgia, tenha certeza que você realmente precisa dela, se ele discordar provavelmente você não precisa da cirurgia.

Tenho corrimento constante com mau cheiro, dores, enjoo...

O que você tem são sintomas de uma infecção vaginal e colo do útero, precisa procurar um ginecologista que vai te solicitar os exames necessários e fazer o tratamento.

Minha menstruação está desregulada, será gravidez?

Pode ser algum tipo de infecção ou até mesmo uma desordem hormonal ou mesmo gravidez já que existe essa possibilidade. O ideal é procurar um ginecologista e fazer o exame de gravidez, ou outros conforme a avaliação do seu médico.

Corrimento impede gravidez?

Corrimento pode impedir uma gravidez, pois pode obstruir as trompas, principalmente se o corrimento for causado por DST (doenças sexualmente transmissíveis). Dependendo do micro-organismo, o útero também pode ser afetado pela infecção, dificultando ainda mais a gravidez.

No entanto, não são todos os tipos de corrimento vaginal que podem dificultar ou impedir a mulher de engravidar. Em geral, os corrimentos não interferem na fertilidade da mulher.

Se você estiver tentando engravidar e apresentar corrimento, procure o seu médico ginecologista. Ele poderá identificar o tipo de corrimento e avaliar o impacto que poderá trazer na sua fertilidade.

Leia também: Corrimento Vaginal é Normal?

Além disso, corrimento pode ser sinal de infecção vaginal, que precisa ser devidamente diagnosticada e tratada, mesmo que a mulher não pretenda engravidar.

Menstruação desregulada, corrimento vaginal...

Irregularidade menstrual, infecção vaginal, infecção urinária e uma boa chance de engravidar usando o coito interrompido como método anticoncepcional.