Estética, Beleza e Saúde

Vitiligo é hereditário?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os estudos científicos disponíveis até hoje não evidenciaram a certeza da vinculação hereditária do vitiligo.

Há vários estudos publicados e outros que continuam sendo feitos indicando a possível relação entre os fatores genéticos e a história familiar na predisposição ao vitiligo.

Vitiligo é uma despigmentação da pele adquirida que ocorre em aproximadamente 1% da população. É o resultado de um processo auto imune contra as células melanócitos, responsáveis pela pigmentação da pele.

A causa precisa da doença é ainda desconhecida. A imunidade celular desempenha uma função importante no desenvolvimento da doença. Com isso, o organismo da pessoa inicia produção de anticorpos que combatem os melanócitos e ao destruí-los, a região afetada fica despigmentada, com uma coloração mais clara comparada com o restante da pele.

A ciência ainda precisa avançar com futuras descobertas, o conhecimento disponível evidencia possível relação com o fator hereditário, mas sem uma certeza absoluta. 

Estou amamentando, posso fazer luzes no cabelo?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, pode fazer luzes no cabelo enquanto estiver amamentando, desde que não utilize tintas que contenham chumbo.

As tintas que contém amônia também devem ser evitadas porque não existem estudos que comprovem a segurança do seu uso.

Alguns produtos utilizados pela mãe podem passar para a criança através do leite materno como é o caso do chumbo presente em algumas tinturas de cabelo que pode causar problemas no desenvolvimento da criança e em muitos dos seu órgãos.

O/a pediatra, o/a obstetra ou o/a médico/a de família são profissionais que podem dar orientações e tirar outras dúvidas durante a amamentação.

Quem toma anticoncepcional injetável pode exercitar os glúteos?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem toma anticoncepcional injetável pode exercitar a musculatura glútea normalmente.

O local mais indicado para aplicar o anticoncepcional injetável é a parte superior externa da região glútea (nádega). O glúteo é um músculo volumoso, permite uma aplicação profunda mais segura e facilita a absorção do medicamento.

A técnica em Z é o método de aplicação mais usado para os anticoncepcionais injetáveis, pois evita o refluxo do medicamento, a formação de nódulos e o escurecimento da pele.

Vale lembrar que o local de aplicação do anticoncepcional não deve ser massageado após a injeção.

A mulher que toma injeção anticoncepcional mensal ou a cada 3 meses pode continuar suas atividades físicas e de musculação normalmente.

Leia também:

Anticoncepcional injetável pode ser aplicado no braço?

Quanto tempo dura o efeito anticoncepcional da injeção mensal?

Vantagens e desvantagens do anticoncepcional injetável?

É verdade que devemos beber 2 litros de água por dia?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não, não é verdade que todos devemos beber 2 litros de água por dia. A quantidade ideal de água que temos que ingerir diariamente varia de pessoa para pessoa, de acordo com peso, idade, alimentação, temperatura ambiente e estilo de vida.

Por isso, nem todas as pessoas precisam beber 2 litros de água todos os dias. Para adultos, a recomendação é de 30 ml/kg/dia.

Assim, um adulto com 70 kg precisa, em média, de 2,1 litros de água por dia, enquanto que um adulto de 50 kg, necessita de 1,5 litro.

Essa quantidade deve ser ajustada conforme as necessidades do indivíduo e do ambiente. Por exemplo, se a pessoa estiver com febre, se o dia estiver quente, durante e após os exercícios físicos, depois de uma refeição muito temperada, deve-se aumentar a ingestão de água.

Para saber se o corpo está precisando de água, basta seguir a sensação de sede. Se tiver sede, é porque já passou da hora de beber água e o corpo está dando o sinal para evitar uma desidratação.

Porém, uma outra forma de saber se o corpo precisa de água é observar a cor da urina. Se ela estiver incolor, como a água, é sinal de que você está bebendo a quantidade de água que o seu organismo precisa.

Contudo, se a urina estiver com uma cor amarela forte, é porque está faltando água e portanto você precisa ingerir mais líquidos ao longo do dia.

Para maiores esclarecimentos, fale com o seu médico de família ou um clínico geral.

Quem tem catapora deve evitar o sol por quanto tempo?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

Quem está com catapora deve evitar exposição solar até que as lesões de pele estejam completamente cicatrizadas, do contrário podem se tornar marcas permanentes. O acompanhamento médico em caso de catapora é indispensável.

A catapora ou varicela, como também é chamada, é uma doença infecto-contagiosa causada pelo vírus varicela zoster que afeta sobretudo crianças com idade entre 5 e 9 anos. A doença também pode ocorrer em crianças pequenas ou adultos, com complicações piores nesses casos. Curiosamente, o número de casos de catapora é maior entre o final do inverno e o início da primavera.

Quem está menstruada pode fazer drenagem linfática?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem está menstruada pode fazer drenagem linfática.

A drenagem linfática é uma massagem corporal que estimula a absorção dos líquidos retidos nos tecidos e que provocam inchaços.

No período menstrual e no pré menstrual, a mulher pode apresentar benefícios com a drenagem linfática no alívio das dores, dos inchaços e relaxamento muscular.

A drenagem linfática pode ser realizada em qualquer período do ciclo menstrual da mulher, sem contraindicação para o período menstrual.

Algumas mulheres sentem alívio após a drenagem linfática justamente pois essa pode reduzir os efeitos da tensão pré menstrual e menstrual.

A mulher que sente mais fortemente os efeitos da tensão menstrual e pré menstrual também pode realizar algumas ações que minimizam esses efeitos, como por exemplo:

  • Praticar atividades físicas regularmente;
  • Aumentar o consumo de água;
  • Reduzir o consumo de sal;
  • Ter uma alimentação saudável. 
Qual o peso mínimo para poder engravidar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não existe propriamente um peso mínimo para poder engravidar. O ideal é que a mulher esteja dentro do peso considerado normal para a sua altura antes de engravidar.

Para saber se alguém está acima, abaixo ou dentro do peso ideal, utilizamos o cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), que é obtido dividindo-se o peso pelo quadrado da altura → IMC = Peso (kg) ÷ Altura (m) 2.

Dessa forma, obtêm-se a seguinte classificação:

IMC inferior a 16 Magreza grave
IMC de 16 a 16,9 Magreza moderada
IMC de 17 a 18,4 Magreza leve
IMC de 18,5 a 24,9 Faixa de peso saudável
IMC de 25 a 29,9 Sobrepeso
IMC de 30 a 34,9 Obesidade grau 1
IMC de 35 a 39,9 Obesidade grau 2
IMC acima de 40 Obesidade grau 3 ou mórbida

Assim, quem pretende engravidar deve preferencialmente estar com um IMC entre 18,5 e 24,9. Por exemplo, uma mulher com 1,65 m de altura e que antes da gravidez está com 60 kg, tem um IMC de 22, portanto está dentro da faixa de peso considerada ideal ou saudável para a sua altura (IMC = 60 ÷ (1,65)2 = 22).

Dessa forma, pode-se concluir que o peso mínimo recomendado para engravidar é definido pelo IMC de valor igual a 18,5.

Mulheres que engravidam com baixo peso (IMC inferior a 18,5) têm que ganhar de 12,5 a 18 kg durante a gravidez, pois existe o risco do bebê ter o crescimento intrauterino restrito durante a gestação ou apresentar baixo peso ao nascimento. A própria saúde da gestante pode ser prejudicada se ela estiver abaixo do peso, por carências nutricionais.

Por isso antes de engravidar recomenda-se controlar o peso (ganhar, perder ou manter), de maneira a mantê-lo dentro dos limites considerados normais e evitar futuros problemas gestacionais que podem afetar a mãe e o bebê.

Leia também:

Qual o peso ideal na gravidez? Como calcular?

9 Coisas que Você Deve Fazer Antes de Engravidar

Vitiligo é contagioso?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, vitiligo não é contagioso e não é transmitido de pessoa a pessoa. O vitiligo é um distúrbio ativado por reações no sistema imune da pessoa afetada e, portanto, não é transmissível. 

A pessoa que possui vitiligo pode e deve conviver normalmente com as outras pessoas ao seu redor e compartilhar os utensílios de uso comum.

O que é vitiligo?

Vitiligo é uma manifestação na pele que caracteriza-se pela despigmentação. Com isso, em algumas localidades do corpo, a pessoa apresenta regiões mais claras do que outras.

Vitiligo

A pele na região afetada continua íntegra, porém sem a pigmentação habitual das outras regiões. Por isso, não há nenhum tipo de prejuízo no contato da região afetada com outras partes do corpo.

Quais as causas do vitiligo?

Os estudos científicos apontam relação no surgimento do vitiligo com fatores genéticos e com a presença de história da doença na família.

Trata-se de uma reação autoimune, em que o sistema imunológico da pessoa ataca as células responsáveis pela pigmentação da pele, chamadas melanócitos.

Com a destruição dos melanócitos, a região da pele afetada perde a pigmentação, ficando mais clara quando comparada com o resto do corpo.

Por desconhecimento de parcela da população, pessoas com vitiligo sofrem preconceito e discriminação. A informação adequada e científica deve ser amplamente difundida para que essas pessoas tenham uma vida social garantida e desprovida de julgamentos.