Perguntar
Fechar
Quem tem catapora deve evitar o sol por quanto tempo?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

Quem está com catapora deve evitar exposição solar até que as lesões de pele estejam completamente cicatrizadas, do contrário podem se tornar marcas permanentes. O acompanhamento médico em caso de catapora é indispensável.

A catapora ou varicela, como também é chamada, é uma doença infecto-contagiosa causada pelo vírus varicela zoster que afeta sobretudo crianças com idade entre 5 e 9 anos. A doença também pode ocorrer em crianças pequenas ou adultos, com complicações piores nesses casos. Curiosamente, o número de casos de catapora é maior entre o final do inverno e o início da primavera.

Amamentando posso fazer selagem térmica e luzes no cabelo?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, pode fazer, mas é importante evitar o uso de produtos que contenham formol ou chumbo na composição, que são substâncias tóxicas. Por isso, é muito importante ler os rótulos das embalagens dos produtos que for usar e conversar com o cabeleireiro sobre isso.

O formol é proibido em produtos de alisamento por conta do risco de intoxicação, além disso o seu uso está associado a maior risco de câncer de vias respiratórias superiores (nariz, faringe, laringe, traqueia, e brônquios), por conta da inalação da substância.

Já o chumbo é um composto presente em algumas tinturas de cabelo, é tóxico e está associado a vários danos desde anemia, alterações neurológicas e nas crianças modificação do comportamento e diminuição da aprendizagem.

Um outro composto também muito presente em produtos para cabelo é a amônia, não existem estudos que garantam a segurança do uso da amônia em gestante e mães que amamentam, por isso também é válido evitá-la.

Para mais orientações, procure o seu médico de família.

Leia também:

Posso pintar o cabelo amamentando?

Estou amamentando, posso fazer selagem no meu cabelo?

É seguro tomar creatina? Quais os efeitos colaterais?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Tomar creatina é seguro e o seu principal efeito colateral é o inchaço causado pela retenção de líquidos. Outros efeitos colaterais podem ser observados se a pessoa fizer uso da creatina de forma exagerada, ou seja, acima da quantidade recomendada. Nesses casos podem ocorrer:

  • Náuseas;
  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Dor no estômago.

Os estudos recentes comprovam danos aos rins ou ao fígado, assim como cãibras musculares, apenas quando ocorre o consumo excessivo de creatina. Contudo, indivíduos com problemas funcionais nos rins, fígado ou coração não devem iniciar o uso de creatina sem acompanhamento e avaliação médica prévia.

A creatina é um ácido produzido pelo organismo naturalmente, que fornece mais energia às fibras musculares durante uma contração muscular, auxiliando o fortalecimento e o aumento da massa muscular.

No entanto, para que o consumo de creatina seja de fato seguro, não acarrete nenhum problema à saúde e alcance os objetivos desejados, é fundamental que seja utilizado sob supervisão de um/a médico/a especialista em medicina desportiva, endocrinologia, nutrologia ou um/a nutricionista.

Vitiligo é contagioso?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, vitiligo não é contagioso e não é transmitido de pessoa a pessoa. O vitiligo é um distúrbio ativado por reações no sistema imune da pessoa afetada e, portanto, não é transmissível. 

A pessoa que possui vitiligo pode e deve conviver normalmente com as outras pessoas ao seu redor e compartilhar os utensílios de uso comum.

O que é vitiligo?

Vitiligo é uma manifestação na pele que caracteriza-se pela despigmentação. Com isso, em algumas localidades do corpo, a pessoa apresenta regiões mais claras do que outras.

A pele na região afetada continua íntegra, porém sem a pigmentação habitual das outras regiões. Por isso, não há nenhum tipo de prejuízo no contato da região afetada com outras partes do corpo.

Quais as causas do vitiligo?

Os estudos científicos apontam relação no surgimento do vitiligo com fatores genéticos e com a presença de história da doença na família.

Trata-se de uma reação autoimune, em que o sistema imunológico da pessoa ataca as células responsáveis pela pigmentação da pele, chamadas melanócitos.

Com a destruição dos melanócitos, a região da pele afetada perde a pigmentação, ficando mais clara quando comparada com o resto do corpo.

Por desconhecimento de parcela da população, pessoas com vitiligo sofrem preconceito e discriminação. A informação adequada e científica deve ser amplamente difundida para que essas pessoas tenham uma vida social garantida e desprovida de julgamentos.

O que é hálux valgo e quais os sintomas?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Hálux valgo, popularmente conhecido como joanete, é o desvio do dedão (hálux) para fora, cujo principal sintoma é a presença de uma protuberância óssea dolorosa na parte interna do pé. O hálux valgo afeta principalmente as mulheres e tem como principais causas fatores genéticos e uso de sapatos de salto alto e bico fino. Muitas vezes a joanete também pode estar associada ao pé plano. 

Em geral, o hálux valgo provoca dor na região central e anterior do pé. A massa óssea projetada na parte interna do pé pode facilmente ser palpada e o paciente apresenta dor à palpação e movimentação. O atrito com o calçado também pode deixar essa protuberância inchada e avermelhada.

Nos casos mais graves de joanete, o dedo ao lado do hálux pode apresentar uma deformidade em flexão, ou seja, o dedo fica constantemente "dobrado" (fletido).

Quando o hálux valgo é identificado logo no início, é possível prevenir a sua evolução mudando os calçados. Contudo, se a deformidade já estiver muito acentuada e a joanete causar muita dor, a única forma de tratamento é a cirurgia.

Saiba mais em: Hálux valgo tem cura? Qual o tratamento?

Portanto, a melhor forma de prevenir o desenvolvimento do hálux valgo é usar sempre calçados confortáveis e adequados.

O/a médico/a ortopedista especialista em pé é o responsável pelo diagnóstico e tratamento do hálux valgo.

Quando não é aconselhado fazer uma tatuagem?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Tatuagem não é aconselhável para pessoas com alguma alergia aos pigmentos utilizados ou que já tenham alguma doença de pele (como psoríase e vitiligo). A tatuagem também não é aconselhável durante a gravidez e amamentação

Os maiores riscos de se fazer uma tatuagem estão vinculados a infecções locais na pele ou sistêmicas que envolvem o organismo todo. Hipersensibilidade na pele ou reação alérgica é comum associada aos pigmentos que são usados para colorir a tatuagem. Apesar dos efeitos entre tatuagem e câncer não estejam bem estabelecidos, alguns pigmentos e metais (mercúrio, cobalto, cromo, cádmio, manganês) foram relacionados com a possibilidade de causar câncer a longo prazo. 

O uso de agulhas e/ou tintas contaminadas aumentam a possibilidade de contaminação pelos vírus da AIDS e hepatite B e C. Se o material não estiver bem esterilizado e o local ou o tatuador não seguir rigorosamente as condições de higiene, há risco de infecções cutâneas provocadas por vírus, fungos ou bactérias, alergias, abscesso, erisipela e até uma infecção generalizada, nos casos mais graves. As tintas também podem ser tóxicas e altamente alergênicas

Pessoas tatuadas podem sentir uma dor maior e sensação de queimação local durante a realização do exame de ressonância magnética. 

No caso das grávidas e das mulheres que estão amamentando, a tatuagem não é indicada para evitar que, no caso de haver alguma contaminação, o feto ou o bebê não seja infectado. 

Beber detergente emagrece?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Não, beber detergente não emagrece de forma nenhuma e nunca deve ser feito pois pode provocar intoxicação grave, que pode até ser fatal.

Dependendo da quantidade e do tipo de produto, a ingestão de detergente pode causar:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Distensão abdominal;
  • Dor abdominal;
  • Paralisia dos músculos respiratórios;
  • Hipotensão (pressão baixa);
  • Agitação;
  • Convulsão;
  • Coma e morte.

A ideia de que beber detergente pode ajudar a dissolver a gordura corporal é impossível de ocorrer do ponto de vista fisiológico. O detergente não chega às células de gordura e, mesmo que chegasse, seria incapaz de eliminar a gordura ali acumulada.

Os únicos efeitos que o detergente pode produzir no corpo são aqueles decorrentes da intoxicação que ele provoca e nada mais.

Veja aqui o que fazer para emagrecer sem prejudicar a sua saúde.

Portanto, nunca beba detergente ou qualquer outro produto de limpeza. Além de não emagrecer, pode provocar sérios problemas, inclusive levar à morte.

Leia também:

Tomar vinagre para emagrecer faz mal?

Usar cinta, body ou modelador emagrece?

7 Erros que Você não Pode Cometer se Quer Emagrecer

Lipodistrofia tem cura? Qual o tratamento?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Lipodistrofia não tem cura, mas existem tratamentos capazes de minimizar os seus efeitos. Dentre os tratamentos mais eficazes para a lipodistrofia estão:

  • Correções estéticas através de enxertos permanentes ou provisórios;
  • Cirurgias plásticas, como mamoplastia (redução das mamas), implante de próteses de silicone em determinadas partes do corpo e lipoaspiração;
  • Exercícios físicos visando hipertrofia muscular e perda de peso;
  • Controle das alterações metabólicas comumente associadas à lipodistrofia, como aumento dos níveis de colesterol, triglicérides e açúcar no sangue.

A lipoaspiração é uma boa opção de tratamento para os casos de acúmulo de gordura (lipo-hipertrofia). A gordura retirada também pode ser usada como enxerto em áreas com perda de gordura (lipoatrofia), como nádegas e coxas.

Injeções com um tipo de gel (polimetilmetacrilato) também podem ser usadas para preencher a perda de gordura em locais como rosto, nádegas, pernas e braços. Porém essa medicação apresenta riscos importantes quando utilizada de maneira errada, ou em doses acima das recomendadas pela ANVISA e sociedade médicas.

Os exercícios físicos produzem bons efeitos estéticos, pois desenvolvem a musculatura das pernas e dos braços e ajudam a definir a silhueta corporal.

O exercício também é importante para combater o acúmulo de gordura nos órgãos, além de ajudar a baixar os níveis de colesterol, triglicerídeos e açúcar no sangue.

A lipodistrofia é uma síndrome que provoca alterações no metabolismo e na distribuição da gordura corporal.

Portanto, tanto as medicações, procedimentos cirúrgicos e exercícios físicos, devem sempre ser realizados por profissionais habilitados a fim de evitar maiores problemas para a saúde.

Por que é importante tratar a lipodistrofia?

O tratamento da lipodistrofia é importante para melhorar a estética corporal do paciente e restabelecer a sua autoestima.

A lipodistrofia pode ser originada pelo uso de medicamentos, como antirretrovirais em pacientes HIV, e a insulina, em pacientes diabéticos, e uma das causas de abandono do tratamento adequado é exatamente esse efeito colateral, pela perda de autoestima que ela provoca nos casos mais graves.

Além disso, os distúrbios metabólicos podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, pancreatite, diabetes, osteoporose, necrose (morte) da cabeça do fêmur, entre outras complicações.

O tratamento da lipodistrofia é multidisciplinar, podendo incluir médico infectologista, dermatologista, cirurgião plástico, cardiologista e endocrinologista, além de enfermeiro, psicólogo, assistente social, farmacêutico, nutricionista, educador físico e fisioterapeuta.

Leia também: O que é lipodistrofia e quais os sintomas?