Perguntar
Fechar
Quem está menstruada pode fazer academia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem está menstruada pode fazer academia normalmente.

O período menstrual não é impeditivo para realização de atividades físicas. A mulher que está menstruada pode realizar as atividades de academia normalmente.

O limite de cada pessoa deve ser respeitado. Por exemplo, caso a mulher esteja com alguma cólica ou outro sintoma que provoque desconforto, ela deve respeitar seu próprio corpo e realizar a atividade quando se sinta bem e capaz de fazer sem lhe causar danos.

Caso a mulher sinta algum incômodo, ela pode fazer uma pausa ou reduzir a intensidade da atividade.

Fique atenta ao seu corpo e respeite os seus limites. 

Criolipólise funciona? Como é feito o tratamento?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, criolipólise funciona para reduzir medidas, assim como a lipoaspiração. Não é um tratamento indicado para emagrecer e perder peso, mas é eficaz para eliminar gordura localizada no abdômen, culote, flancos ("pneus"), braços e costas.

A palavra "criolipólise" significa literalmente "quebrar (lise) a gordura (lipo) pelo frio (crio)" e é isso mesmo que o tratamento faz.

Depois de perder peso, a criolipólise pode eliminar aquela gordura localizada que é mais difícil de perder, mesmo controlando a alimentação e praticando atividade física.

O que é a criolipólise?

A criolipólise é um procedimento não invasivo, que serve para eliminar gordura localizada. O procedimento utiliza um resfriamento controlado que atinge apenas as células de gordura na área que está sendo tratada.

O aparelho usado para fazer a criolipólise tem ventosas de vários tamanhos. A ventosa é escolhida conforme a quantidade de gordura que se pretende eliminar e o tamanho da área corporal que vai receber a aplicação.

Após a sessão de criolipólise, a quantidade de gordura no local da aplicação diminui e os tecidos adjacentes ficam intactos.

Como funciona a criolipólise?

A criolipólise utiliza baixas temperaturas para destruir a gordura corporal através de um aparelho que é colocado na superfície da pele. As células de gordura são então congeladas com temperaturas negativas, morrem e se rompem.

A ponteira do aparelho de criolipólise produz um vácuo muito forte, promovendo a sucção da pele onde está a gordura localizada que será eliminada. Ao mesmo tempo que suga essa porção da pele, o aparelho provoca um intenso resfriamento controlado no local, destruindo as células gordurosas.

Os restos das células de gordura destruídas durante a criolipólise são eliminadas naturalmente pelo organismo. A gordura que estava no interior das células é levada para o fígado, onde é metabolizada pouco a pouco, sem sobrecarregar o órgão.

O tempo de duração da aplicação com cada ventosa é de cerca de 35 minutos. Após cada tratamento, recomenda-se fazer uma massagem anticelulite no local, beber bastante água e fazer um repouso relativo.

Em quanto tempo posso ver os resultados da criolipólise?

Os resultados máximos da criolipólise podem ser notados depois de 2 a 3 meses de tratamento. Numa única sessão, é possível perder até 25% da gordura localizada na região que foi tratada. Para fazer uma nova aplicação no mesmo local é necessário esperar 2 a 3 meses.

É importante frisar que a criolipólise não é um tratamento de emagrecimento para combater o excesso de peso. O objetivo é eliminar a gordura localizada em algumas regiões do corpo, melhorando a estética e reduzindo medidas. Para emagrecer é necessário fazer dieta e exercícios físicos e é preferível ter um acompanhamento pro um profissional nutricionista.

Quais são os riscos da criolipólise?

Os principais riscos da criolipólise são a necrose (morte) de células da pele e a hiperplasia adiposa paradoxal. Nesta última complicação, há um aumento do número de células de gordura na área que foi tratada, formando uma área mais endurecida de gordura localizada no local. Daí o nome hiperplasia adiposa paradoxal, pois as células de gordura se multiplicam ao invés de desaparecer.

Contudo, os riscos dessa complicação são baixos, e pode ocorrer em cerca de 0,051% das pessoas que fazem tratamento com criolipólise.

Em caso de hiperplasia adiposa paradoxal, é necessário fazer uma lipoaspiração para retirar essa gordura.

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é o fato de existir várias marcas de aparelho de criolipólise e cada uma possui pontas de tamanho e forma variados.

Por isso, é muito importante escolher um profissional bem treinado e capacitado para realizar o procedimento de forma precisa e com menos riscos de complicações.

Criolipólise dói?

Durante a sessão de criolipólise a pessoa não sente dor. Pode haver um pouco de dor no momento da sucção e algum desconforto quando o aplicador é removido.

Se a criolipólise for bem realizada o frio não provoca nenhum tipo de dano a outras estruturas, como pele, vasos sanguíneos, nervos e músculos. Apenas as células adiposas são danificadas, uma vez que são mais sensíveis ao frio.

Quais são as contraindicações da criolipólise?

A criolipólise é contraindicada nas seguintes condições: gravidez, presença de hérnia no local, urticária ou outras doenças associadas ao frio.

Não existe uma regra que especifique quais profissionais podem aplicar a criolipólise. Médicos, fisioterapeutas e esteticistas podem realizar o tratamento. Porém, é sempre importante se informar e ter referências sobre o profissional que vai aplicar a técnica.

Unhas de gel podem fazer mal à saúde?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As unhas de gel podem fazer mal à saúde, não pelas unhas de gel em si, mas sim pelo uso constante das cabines de luz ultravioleta, que pode aumentar os riscos de câncer de pele e provocar envelhecimento precoce da mesma.

Sabe-se que as cabines de luz ultravioleta usadas para bronzeamentos e fixação das unhas de gel fazem mal à saúde, pois aumentam as chances da pessoa desenvolver câncer de pele devido à exposição prolongada à luz UV, podendo também provocar manchas escuras nas unhas e deixá-las mais frágeis.

No caso das unhas de gel, embora essa exposição seja rápida, pessoas com pele muito clara podem apresentar problemas nas unhas e/ou na pele a longo/médio prazo e a depender da frequência e do tempo de exposição.

É recomendado o uso de protetor solar nas mãos durante as sessões de aplicação de unhas de gel para evitar a exposição aumentada aos raios ultravioleta.

Perder peso muito rápido faz mal?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. Perder peso muito rápido pode fazer mal, porque quanto mais rápido é o emagrecimento, maior é a perda de massa muscular, de vitaminas e outros nutrientes, o que não é bom nem recomendável. A não ser que seja feita uma dieta baseada em acompanhamento médico e/ou com nutricionista.

Dietas muito restritivas, que emagrecem rápido, fazem o corpo queimar músculos para obter energia. O resultado é uma perda de peso significativa em pouco tempo, mas boa parte dela é devida à massa muscular que foi consumida pelo próprio organismo.

Isso é prejudicial por, pelo menos, duas razões:

  1. Perder músculo prejudica a capacidade do corpo de queimar calorias e dificulta a manutenção do peso: Os músculos são fundamentais para acelerar o metabolismo, ou seja, quanto mais massa muscular a pessoa tiver, mais calorias ela irá queimar;
  2. Degradação de órgãos: Casos mais severos de emagrecimento rápido e exagerado fazem com que o corpo passe a consumir não só a proteína dos músculos, como também de órgãos como fígado, coração e rins.

Além da perda de massa muscular, emagrecer rápido pode baixar os níveis de cálcio e potássio na circulação sanguínea, o que pode causar:

  • Falta de cálcio:

    • Cãibras;
    • Aumento da pressão arterial;
    • Depressão;
    • Irritabilidade;
    • Ansiedade,
    • Unhas fracas;
    • Cáries;
  • Falta de potássio:
    • Fraqueza;
    • Cãibras;
    • Náuseas e vômitos;
    • Aumento do açúcar no sangue;
    • Parada respiratória.

Perder peso muito rápido só é recomendado em casos específicos, quando há necessidade de emagrecer para realização de uma cirurgia, por exemplo.

Perder peso muito rápido sem intenção, o que pode ser?

Várias doenças e condições podem provocar emagrecimento. Algumas delas:

  • Câncer;
  • Depressão;
  • Diabetes;
  • Hipertireoidismo;
  • Tabagismo;
  • Infecções;
  • Distúrbios alimentares (Anorexia, bulimia);
  • Diarreia de longa duração;
  • Medicamentos, como anfetaminas, quimioterápicos, laxantes e remédios para a tireoide;
  • Uso de drogas ilícitas;
  • Úlceras na boca, aparelhos dentários, perda de dentes ou qualquer outra situação que impeça a pessoa de comer normalmente.

Para emagrecer de forma saudável, deve-se seguir um plano alimentar indicado por um médico endocrinologista, nutrólogo ou por um nutricionista, se possível acompanhado por exercícios físicos.

Em caso de perda de peso sem motivo aparente, consulte um médico clínico geral ou médico de família.

Como Melhorar a Postura
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Para melhorar a postura é preciso fazer exercícios para fortalecer e alongar a musculatura da coluna, preferencialmente técnicas de fisioterapia, além de ter alguns cuidados com a postura no trabalho e nas atividades diárias.

A fisioterapia, através da RPG (Reeducação Postural Global), além de melhorar a postura, pode também:

  • Aliviar a dor nas costas, pescoço ou coluna;
  • Permitir a prática de esportes sem dor;
  • Aumentar a flexibilidade muscular;
  • Promover melhora do bem-estar geral.

A Reeducação Postural Global tem como objetivo alongar a musculatura (incluindo os músculos das costas que afetam a coluna) trabalhando o sistema respiratório e fortalecer esses músculos para a melhorar a postura.

Leia também: O que é RPG e para que serve?

Exercícios para Melhorar a Postura

Indicações antes de iniciar os exercícios:

  • O movimentos devem ser feitos de forma lenta e progressiva;
  • Os exercícios devem ser feitos de 3 a 5 vezes por semana;
  • No início, faça 5 repetições em cada série de exercícios, até atingir 10.
Alongamentos para Melhorar a Postura

Alongamento da coluna lombar:

  1. Em pé ou deitado de barriga para cima, dobre a perna e traga o joelho lentamente em direção ao peito, segurando a parte de trás da coxa;
  2. Mantenha durante 30 segundos e faça o mesmo com o outro lado.

Alongamento da região posterior da coxa:

Sentado:

  1. Sente-se numa cadeira mantendo uma perna esticada e o outro joelho dobrado em 90º, com a planta do pé completamente apoiada no chão;
  2. Coloque as mãos na cintura, dobrando o tronco para frente;
  3. Mantenha durante 30 segundos e faça o mesmo com o outro lado.

Em pé:

  1. Fique em frente a uma cadeira;
  2. Estique uma perna e deixe-a apoiada sobre a mesma, com o tornozelo em 90º;
  3. Mantenha uma ligeira flexão no joelho, apoiando a mãos na bacia;
  4. Mantenha por 30 segundos e repita com o lado oposto.

Alongamento do pescoço:

  1. Flexione lentamente o pescoço para frente, levando o queixo na direção ao peito;
  2. Rode o pescoço, alinhando o queixo ao ombro;
  3. Incline a orelha em direção ao ombro oposto, puxando a cabeça com mão;
  4. Mantenha por 30 segundos e repita no lado oposto.

Fortalecimento da Musculatura do Abdômen

Isométricos (podem ser feitos em pé ou sentado):

  1. Solte todo o ar dos pulmões e mantenha os abdominais mais contraídos possível;
  2. Permaneça assim por 30 segundos e repita.

Deitado:

  1. Deite-se de barriga para cima, com os joelhos dobrados e os pés completamente apoiados no solo;
  2. Levante o pescoço, com os braços esticados, tocando os dedos nos joelhos;
  3. Permaneça assim por 5 segundos;
  4. Repita o exercício.

Ainda deitado:

  1. Dobre um joelho, mantendo o pé completamente apoiado no chão;
  2. Estique a outra perna e levante todo o membro do solo cerca de 30 cm;
  3. Mantenha a posição por 5 segundos e volte à posição original, relaxando;
  4. Repita do lado oposto.
Recomendações para Melhorar a Postura
  • Use um travesseiro que deixe o pescoço numa posição neutra, nem muito alto, nem muito baixo;
  • Evite dormir de barriga para baixo;
  • Tente dormir de lado, com os joelhos levemente dobrados e com um travesseiro ou almofada entre eles;
  • Use vassouras e rodos com cabos altos para não curvar muito as costas;
  • Não carregue pesos sobre a cabeça ou ombro;
  • Sentar-se sempre com a coluna ereta, apoiando a coluna lombar no encosto da cadeira; por isso, o apoio da cadeira deve acompanhar as curvaturas naturais da coluna.

Mesmo com alguns exercícios e cuidados no dia a dia, o mais indicado é procurar um médico ortopedista ou fisiatra especializado em problemas posturais, que juntamente com o fisioterapeuta indicará o tratamento e os exercícios mais adequados para melhorar a postura.

Porque devo usar protetor solar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O protetor solar deve ser usado com a finalidade de prevenir câncer de pele, envelhecimento da pele e outras doenças como as fotodermatoses.

Os raios solares emitem radiação ultravioleta, um tipo de radiação não perceptível a olho nu e capaz de provocar algumas alterações na pele de forma aguda, como as queimaduras solares ou de forma prolongada, como o câncer de pele e o envelhecimento. Esses raios são responsáveis pelo aumento da pigmentação da pele e apresentam um papel importante no envelhecimento da pele e no desenvolvimento de alterações celulares que levam ao câncer de pele. O protetor solar é capaz de evitar os danos causados por essa exposição aos raios ultravioleta. Recomenda-se usar um protetor solar com fator de proteção solar (FPS) maior que 30, sendo que após esse nível não há diferenças importantes na proteção.

O Brasil, por ser um país tropical, apresenta uma alta taxa de incidência solar ao longo do ano e em todas as regiões.

O uso do protetor solar deve ser feito regularmente por todas as pessoas independente do tipo de pele. Ele deve ser usado tanto em dias ensolarados quanto nos dias encobertos por nuvens e dias chuvosos.

É indicado passar o protetor na pele de forma que cubra toda a superfície exposta ao sol. Aplicar pelo menos 15 a 20 minutos antes da exposição ao sol e retocar a cada 2 horas. Quem entra na piscina ou no mar, deve repassar o protetor quando sair da água mesmo se usar os produtos que vem escrito no rótulo "resistente à água".

Use protetor solar regularmente.

Que cuidados deve ter uma pessoa que faz quimioterapia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os cuidados que a pessoa que faz quimioterapia deve ter é referente aos efeitos colaterais presentes após o início das sessões.

Esses cuidados inclui uma dieta apropriada e rica em fibras para reduzir a prisão de ventre e a retenção das fezes. Comer frutas como mamão, laranja, ameixa, uva; legumes e vegetais, cereais de preferência integral, ingerir líquidos e praticar atividades físicas ajudam a combater a dificuldade de evacuar.

A diarreia pode estar presente em alguns ciclos a depender de algumas medicações. Para reduzir esse incômodo, a pessoa pode optar pelos alimentos não gordurosos e sem condimentos como batata, cenoura, arroz, goiaba, maça, caju além de continuar com uma boa hidratação com ingestão de líquidos.

Náuseas e vômitos são frequentes e para lidar melhor com essa situação é recomendado refeições fragmentadas, em pequena quantidade, com tranquilidade, dar preferência aos alimentos com a temperatura ambiente ou frio como sorvete, gelatina. Em alguns casos, é preciso o uso de medicamentos específicos para combater os vômitos.

O cuidado com a pele, cabelos e unhas deve ser feito, especialmente com uso constante de protetor solar, evitar hidratantes com álcool e esmaltes tóxicos. O uso de boné ou chapéu é bem indicado.

O repouso para recuperar as energias e evitar o cansaço deve ser feito junto com noites bem dormidas com a garantia de um bom sono.

Medicamentos adicionais e vacinas devem ser usados apenas com indicação médica.

Como a imunidade da pessoa que faz quimioterapia diminui, é indicado evitar aglomerados e espaços com circulação de muita gente.

Para a saúde bucal, é recomendado o uso de escovas de dentes macia para não machucar a gengiva, além de manter os dentes limpos com escovação e uso de fio dental.

Todos esses cuidados devem ser feitos ao longo do tratamento. Em caso de dúvida, converse com os profissionais cuidadores durante as consultas.

É possível usar minoxidil na cara para fazer crescer a barba?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Apesar do minoxidil ter ganhado popularidade para fazer crescer a barba, o uso em outras partes do corpo fora da cabeça não foi ainda testado em laboratório. Por isso, não é recomendado usar essa medicação no rosto.

O minoxidil é uma medicação indicada para calvície no couro cabeludo. Ele não é uma medicação para tratamento de pelos, mas de cabelos do couro cabeludo. 

A absorção da pele do couro cabeludo é diferente da pele da face, dessa maneira, há possibilidade de uma absorção maior quando aplicado na face, aumentando a chance de efeitos colaterais como o aumento da pressão e a interação com outros medicamentos.

O minoxidil é contraindicado para pessoas alérgicas aos componentes da fórmula do medicamento e não deve ser usado por mulheres. 

Como funciona o minoxidil?

O minoxidil pode reverter o processo de queda de cabelos em homens com calvície hereditária (alopecia androgênica). A aplicação deve ser feita no local. O uso no rosto para fazer crescer a barba não é indicado pelo fabricante do medicamento.

Para se observar resultados na calvície, não necessários pelo menos 2 meses de aplicação de minoxidil), 2 vezes ao dia, para que ocorra o crescimento esperado do cabelo.

Quais são os efeitos colaterais do minoxidil?

O uso de minoxidil em excesso pode aumentar a sua absorção e provocar efeitos que afetam todo o organismo, como palpitações, dor no peito, debilidade, vertigem, aumento de peso, aumento da transpiração nas mãos e nos pés e inchaço. 

Os efeitos colaterais comuns são os que ocorrem em 1% a 10% das pessoas que usam o minoxidil. Dentre eles estão: crescimento indesejado de cabelo fora do couro cabeludo (inclusive no rosto de mulheres), reação alérgica local, coceira, pele seca, descamação do couro cabeludo e aumento da perda de cabelos.

Esse aumento temporário da perda de cabelos normalmente ocorre depois de duas a seis semanas do início do tratamento e tende a diminuir depois de algumas semanas. 

Os efeitos colaterais muito raros são os que ocorrem em menos de 0,01% das pessoas que utilizam o medicamento. Dentre eles estão inflamação alérgica da pele, inflamação do folículo piloso e aumento da oleosidade.

Apesar de não ser preciso receita médica para a compra do minoxidil, é indicado procurar o/a médico/a dermatologista, clínico/a geral ou médico/a de família para melhor orientar o uso, avaliar os possíveis efeitos adversos e acompanhar a evolução do tratamento, bem como propor outras alternativas de terapêutica.