Perguntar
Fechar
Implante dentário: o que é e como é feita a cirurgia?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

O implante dentário consiste, na maioria das vezes, na substituição de um dente e da sua raiz por uma prótese fixa. O tratamento não só implanta um dente num espaço vago, mas confere também uma raiz para que esse dente seja fixo como um dente natural.

O implante dentário é feito de titânio ou zircônio. Trata-se de um pino semelhante a um parafuso que serve para substituir uma ou diversas raízes de dentes perdidos, permitindo depois colocar dentes artificiais (coroas) sobre esses implantes, corrigindo a mastigação e a estética. O dente artificial, ou seja, a coroa, pode ser feito de porcelana, zircônio, resina ou metal.

A cirurgia para colocar o implante dentário é relativamente simples e rápida, é feita sob anestesia local e portanto não há dor durante o procedimento cirúrgico. Exames digitais em 3D permitem que a colocação do implante dentário seja bem planejada e segura, dando à pessoa dentes com a mesma estética e funcionalidade que os dentes naturais.

Não existe propriamente uma contraindicação para a colocação de implante dentário, exceto nos casos em que a pessoa não tenha um estado geral de saúde adequado ou ideal para a realização da cirurgia. Nessas situações, cabe ao cirurgião dentista avaliar as condições de saúde do paciente e indicar ou não a colocação do implante dentário.

Como é feita a cirurgia de implante dentário?

A cirurgia de implante dentário envolve procedimentos no osso e na gengiva, já que para colocar o implante é necessário abrir a gengiva e perfurar o osso.

A cirurgia de implante dentário é feita sob anestesia local e no próprio consultório do dentista. O procedimento começa com um pequeno corte feito na gengiva para se chegar ao osso.

A seguir, o osso é perfurado para que seja colocado o implante. A perfuração é realizada com brocas muito precisas. O osso não é danificado e o orifício fica exatamente do mesmo tamanho do implante.

Feito o orifício, o implante é então introduzido no mesmo. A seguir, o local é suturado para preservar o implante e garantir a saúde bucal do paciente.

O procedimento de colocação do implante dentário dura cerca de 30 minutos.

Depois da cirurgia, ocorre um processo de osseointegração, que garante que o implante esteja fixo e firme. Esse processo pode durar de 3 a 5 meses. Depois desse período, a pessoa volta ao dentista para que seja colocado o dente definitivo.

Existe ainda o implante de carga imediata, em que a fixação do implante e a colocação da coroa ocorre no mesmo procedimento.

Nos primeiros dias pode haver um desconforto ou dores leves que podem ser aliviadas com medicamentos analgésicos.

O cirurgião dentista especialista em implante dentário é o especialista responsável pela indicação e realização da cirurgia.

Meu cabelo está caindo muito, cada vez que eu lavo cai um tufo, o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Uma doença física muito comum e que pode causar queda de cabelo é a anemia, vá a um médico e conte o que está acontecendo, ele vai solicitar os exames se necessário e fazer o diagnóstico e o tratamento.

Alargar a orelha faz mal?

Alargar a orelha pode fazer mal à saúde, principalmente devido ao risco de infecções e reações alérgicas. Além disso, sem os cuidados adequados, pode ocorrer também formação de queloide ou até rompimento da cartilagem pelo uso de alargadores grandes demais.

Paraevitarcomplicações, quem quiser alargar a orelha deve procurar estabelecimentos em que os aparelhos utilizados para fazer os furos sejam esterilizados em autoclave. O local deve estar aprovado pela vigilância sanitária.

Os profissionais devem estar devidamente qualificados e possuir alvará de funcionamento, além de agulhas e cateteres descartáveis. 

Um procedimento básico para evitar infecções é a colocação de um acessório que cobre o furo durante 30 dias. Assim, evita-se a exposição do local para impedir a entrada de bactérias que poderiam infectar a região.

Outros cuidados que devem ser tomados para evitar complicações ao alargar a orelha:

  • Não fazer o alargamento em casa. Procurar um profissional de body piercer;
  • Utilizar alargadores de titânio, teflon ou aço cirúrgico, pelo menos no início, pois diminuem o risco de alergia e ajudam na cicatrização;
  • Limpar diariamente o local com sabonete antisséptico é fundamental para evitar infecções.

Para maiores esclarecimentos, consulte um médico dermatologista.

Tomar antibiótico engorda?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, tomar antibiótico não engorda.

Em geral, o uso de antibiótico é feito por um tempo curto e determinado e, nesse período, não há aumento de peso em decorrência do uso.

Por vezes, o antibiótico melhora o bem estar da pessoa e a disposição para melhor se alimentar, o que fará a pessoa se nutrir melhor e haver algum ganho de peso nesse processo. Porém, diretamente, o antibiótico não interfere na elevação do peso.

O antibiótico deve ser tomado devidamente segundo a orientação médica, seguindo os horários recomendados e deve ser usado pelo tempo total indicado. 

A dieta do HCG faz mal à saúde? Quais os riscos?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, a dieta do HCG pode fazer mal à saúde, pois o uso do hormônio HCG pode aumentar o risco de tromboembolismo (formação de coágulos), levar ao acumulo de líquidos (edema), provocar depressão e dores de cabeça, e ocasionar sintomas decorrentes da ação hormonal do HCG como ginecomastia, que é o crescimento da mama em homens.

Algumas pesquisas inclusive associam a realização da dieta do HCG com um aumento do risco de câncer de mama a longo prazo.

Nas mulheres as alterações hormonais podem levar a:

  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Sangramento vaginal;
  • Aumento das mamas;
  • Cistos no ovário;
  • Dor nas mamas;

Nos homens a dieta pode levar a problemas relacionados a produção de esperma e fertilidade.

Além dos riscos associados ao uso do hormônio HCG, o fato de ser uma dieta restritiva, com uma ingesta diária de quantidades muito pequenas de calorias (cerca de 500 Kcal/dia), também provoca diversos efeitos colateraisdecorrentes da carência de nutrientes essenciais ao organismo. Entre os mais comuns estão:

  • Fraqueza;
  • Cansaço;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Irritabilidade.

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO) afirmam que o uso do HCG para emagrecer não tem nenhuma eficácia, uma vez que não há evidências científicas sólidas que comprovem o seu efeito no tratamento da obesidade.

A SBEM e a ABESO também consideram que o tratamento com HCG pode ser prejudicial para as pessoas, por apresentar potenciaisriscos para a saúde.

Para maiores esclarecimentos sobre os riscos da dieta do HCG para a saúde, fale com o seu médico. Caso pretenda perder peso procure uma orientação profissional com um nutricionista.

Leia também: Como funciona a dieta do HCG?

Hidroquinona: para que serve, como usar e quais os efeitos colaterais?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A hidroquinona é uma pomada indicada para clarear gradualmente manchas escuras na pele, principalmente causadas pela exposição ao sol ou por fontes artificiais de radiação, sobretudo no rosto. Podem aparecer em homens ou mulheres, e nas mulheres, essas manchas são mais comuns na gravidez ou devido ao uso de pílula anticoncepcional.

A hidroquinona também é usada para clarear sardas e manchas marrons provocadas pelo sol em outras áreas expostas à luz solar, como dorso das mãos e antebraço.

Como a hidroquinona funciona?

A hidroquinona clareia gradualmente as manchas na pele causadas pelo sol. A pomada tem 3 filtros solares que reduzem a ação nociva da radiação solar, conferindo um FPS (Fator de Proteção Solar) de valor 15. Contudo, a hidroquinona não deve ser usada como protetor solar.

Como usar hidroquinona?

Recomenda-se aplicar uma fina camada de pomada sobre a mancha, duas vezes ao dia ou conforme indicação médica.

Durante o tratamento com hidroquinona, deve-se evitar a exposição ao sol. Sempre que houver necessidade de se expor à luz do sol, está recomendado aplicação de bloqueador solar, com filtro de fator 50 para evitar o escurecimento da pele.

Depois que a pele já estiver mais clara, recomenda-se proteger os locais que foram tratados através do uso diário de protetor solar ou roupas que cubram essas áreas. O objetivo dessa proteção é evitar a repigmentação da pele nas áreas que foram clareadas.

Quais são as contraindicações da hidroquinona?

A hidroquinona é contraindicada para pessoas com hipersensibilidade à substância ou a algum dos componentes da fórmula da pomada, bem como para menores de 12 anos de idade.

Para testar se a pessoa é ou não alérgica à pomada, recomenda-se aplicar um pouco do creme numa pequena área íntegra da pele, que pode ser na própria mancha ou numa área próxima à mesma. Depois da aplicação, deve-se aguardar 24 horas.

Se aparecer uma ligeira vermelhidão na pele, não é propriamente uma contraindicação ao uso de hidroquinona. Porém, o uso da pomada deve ser interrompido em caso de formação de bolhas, vermelhidão intensa, ardência ou presença de coceira.

O uso de hidroquinona deve ficar restrito a pequenas áreas do corpo, não deve ser usada em áreas muito extensas, nem deve entrar em contato com os olhos.

Da mesma forma, não deve ser aplicada em caso de pele irritada ou com presença de queimaduras causadas pelo sol.

Mulheres grávidas só devem utilizar hidroquinona sob orientação médica.

Quais são os efeitos colaterais da hidroquinona?

Os efeitos colaterais mais comuns da hidroquinona incluem vermelhidão, coceira, descamação, inflamação, formação de pequenas bolhas e ligeira queimação.

O uso prolongado de hidroquinona, ou sem o devido acompanhamento do profissional médico, pode levar à hiperpigmentação da pele, deixando o local da aplicação com coloração marrom ou preto-azulada, ou até mancha "branca". Isso ocorre sobretudo em pessoas com pele pouco sensível ao sol, ou pelo uso incorreto do produto.

Na presença de qualquer efeito colateral, suspenda o uso de hidroquinona e entre em contato com o médico que receitou o medicamento. Para maiores esclarecimentos sobre o uso de hidroquinona, consulte um médico dermatologista.

Leia também:

Água oxigenada com bicarbonato de sódio clareia manchas na pele?

Existe alguma forma de clarear manchas escuras na pele?

Meus cabelos não crescem, o que pode ser? O que devo fazer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A causa mais comum de problemas de saúde relacionados com os cabelos é a anemia. Talvez devesse fazer um exame de Hemograma para verificar se não tem anemia. Mesmo que dê negativo o exame de anemia, em alguns casos o tratamento usado para anemia com vitaminas a base de Ferro podem ajudar no seu problema com os cabelos, mas não é garantia. Já tive alguns pacientes com bom resultado, mas também já tive pacientes que tentei o mesmo tratamento e não funcionou. O ideal é procurar um médico para fazer o exame e para pegar a receita do remédio. Evite a auto-medicação.

Bioimpedância: o que é e como é feito o exame?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A bioimpedância é um exame que utiliza uma corrente elétrica para avaliar a quantidade de gordura corporal, massa muscular e o percentual de água que a pessoa tem no corpo.

A bioimpedância normalmente é usada nas consultas de nutrição e nas avaliações físicas. O objetivo é obter informações sobre a composição corporal da pessoa e avaliar assim o seu estado nutricional.

Os exames de bioimpedância devem ser feitos com intervalos mínimos de 30 dias entre um e outro, ou conforme a indicação do médico ou do nutricionista. A bioimpedância também pode ser feita isoladamente, de acordo com a orientação médica ou nutricional.

A bioimpedância é contraindicada para grávidas e pacientes com marcapasso, pinos ou placas metálicas.

Como é feita a bioimpedância?

Existem diversos tipos de aparelhos usados para fazer a bioimpedância, porém, o sistema é basicamente o mesmo em todos. Quanto mais tecnologicamente avançado for o aparelho, mais preciso é o resultado do exame.

Durante a realização do teste, são colocados 2 eletrodos nas mãos e 2 eletrodos nos pés. A pessoa pode estar em pé ou deitada, de acordo com o método de bioimpedância utilizado.

Antes de começar o exame, a pessoa deve permanecer deitada, em repouso, durante 10 minutos. Todos os objetos e acessórios metálicos devem ser removidos, como relógio, pulseiras, anéis, colares e tornozeleiras, para não interferir com os resultados do teste.

Uma vez iniciada a bioimpedância, o indivíduo não deve se mexer. Depois, a corrente elétrica atravessa o corpo da pessoa, enviando informações ao aparelho sobre a quantidade de massa gorda, massa magra e o grau de hidratação do indivíduo.

O exame de bioimpedância é rápido e não provoca nenhum tipo de dor ou sensação. A pessoa não sente a corrente elétrica passando pelo corpo.

Como é o preparo para a bioimpedância?

O preparo para fazer a bioimpedância inclui alguns cuidados. Nas 24 horas que antecedem a realização do teste, deve-se evitar ingerir bebidas alcoólicas, bebidas e alimentos estimulantes, e não realizar exercícios físicos.

Também recomenda-se um jejum de 4 horas de qualquer alimento ou bebida, mesmo que seja água. Antes de fazer a bioimpedância, a pessoa também deve urinar para esvaziar a bexiga.

A bioimpedância é realizada por médicos, nutricionistas e educadores físicos.