Perguntar
Fechar

Estética, Beleza e Saúde

Tomar vinagre para emagrecer faz mal?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Tomar vinagre para emagrecer pode fazer mal à saúde, pois o vinagre é muito ácido e, em excesso, pode irritar a gargante, o estômago e até ferir as mucosas, causando azia e dor de estômago.

Além disso, não existem evidências científicas de que o consumo de vinagre antes das refeições ajuda a emagrecer, como sugere a dieta do vinagre.

O vinagre de maçã tem sido muito usado em dietas de perda de peso, pois há indícios de que o ácido acético, principal componente do vinagre, tenha ação termogênica acelerando o metabolismo.

Outros supostos benefícios atribuídos ao vinagre é a diminuição da absorção de carboidratos e o prolongamento da sensação de saciedade, o que também poderia contribuir para o emagrecimento.

Contudo, mesmo que o vinagre tenha propriedades que interfiram no metabolismo e ajude a emagrecer, a perda de peso só será possível através da alimentação balanceada, com baixas calorias, de preferência associada a exercícios físicos.

Leia também: O que fazer para emagrecer?

Não existe nenhum alimento capaz de fazer emagrecer por si só. Mesmo os alimentos termogênicos, que de fato aceleram o metabolismo, como a canela e o chá verde, não são capazes de produzir uma perda de peso perceptível na balança.

Se pretende emagrecer de forma saudável, consulte um profissional nutricionista para seguir um plano alimentar personalizado, adequado às suas necessidades calóricas e nutricionais.

Também podem lhe interessar:

7 Erros que Você não Pode Cometer se Quer Emagrecer

Tomar termogênico faz mal?

Mulher grávida pode fazer banho de lua?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, mulher grávida pode fazer banho de lua, desde que tenha alguns cuidados. A gestante que pretende descolorir os pelos do corpo deve esperar passar o 1º trimestre de gravidez e nunca usar produtos à base de amônia. 

O banho de lua com água oxigenada é permitido na gravidez, mas só a partir do 2º trimestre de gestação.

Mesmo assim, recomenda-se que o produto seja deixado na pele durante no máximo 5 minutos e que a água oxigenada tenha o grau mínimo.

A descoloração dos pelos com amônia é totalmente contraindicada durante toda a gravidez, pois a substância é absorvida pela pele e pode chegar à corrente sanguínea, intoxicando o feto ou provocando malformações fetais.

Uma boa solução caseira para clarear os pelos na gravidez e que não tem nenhuma contraindicação é usar uma mistura de iogurte natural com chá de camomila.

Basta aplicar sobre os pelos e deixar o local tomar sol. Atenção apenas ao horário de exposição solar, que deve ser antes das 10hs e depois das 16hs.

Apesar de demorar mais para dourar os pelos, o iogurte natural com camomila pode ser usado inclusive no 1º trimestre de gravidez sem risco de prejudicar o bebê.

Para maiores esclarecimentos, fale com o seu médico obstetra ou consulte um médico dermatologista.

Leia também:

Quem está grávida pode fazer peeling?

Grávida pode fazer luzes no cabelo?

Posso fazer banho de lua amamentando?

7 Coisas que uma Grávida Não Deve Fazer

Botox Capilar: mulheres grávidas ou que estão amamentando podem  fazer?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

O Botox Capilar pode ser utilizado por grávidas e lactantes, pois é um tratamento de hidratação profunda que ajuda a retirar o frizz e pontas duplas do cabelo. Embora seja chamado de botox capilar, não possui toxina botulínica em sua composição.

Este tipo de tratamento não alisa o cabelo. Por ser constituído de proteínas e vitaminas, promove a hidratação dos fios, podendo causar a impressão de que o cabelo está mais liso.

Uso do Botox Capilar durante a gravidez

As mulheres grávidas que querem tratar o cabelo por danos causados pelo uso de escovas progressivas, tinturas ou chapinha, realizadas anteriormente à gravidez, podem utilizar o botox capilar.

As substâncias nutritivas presentes no botox capilar oferecem vitaminas e proteínas que tratam o fio fazendo com que sua estrutura possa ser recuperada deixando-o forte e macio.

O botox capilar não contém formol e nem químicos como amônia e chumbo. Por este motivo não traz nenhum risco às mulheres grávidas e seus bebês.

Antes de aplicar, peça para ver o rótulo do produto e confira as substâncias de sua composição. Caso tenha dúvidas, fale com seu/sua médico/a antes de qualquer tratamento para o cabelo.

Utilização do Botox Capilar durante a amamentação

Por não ter produtos químicos (formol, amônia, chumbo e/ou outros metais pesados) capazes de alterar a composição do leite materno causando danos ao bebê, lactantes podem fazer tratamento com botox capilar.

É importante sempre lembrar que os produtos usados na pele e couro cabeludo da mãe são absorvidos pelo corpo, caem na corrente sanguínea e podem alterar a constituição do leite materno. Portanto, tudo que a mãe consome chega à criança por meio da amamentação o que torna necessário cuidados redobrados na hora de escolher um cosmético para uso na pele ou nos cabelos.

Quais as substâncias que grávidas e lactantes não podem usar?

Produtos com a amônia, ácidos e formol não podem ser usados por mulheres grávidas ou que estão amamentando. Antes de qualquer tratamento converse  com o seu cabeleireiro, peça para verificar o rótulo do produto e procure as seguintes substâncias:

  • Amônia
  • Methylene glycol (metileno glicol)
  • Glyoxilic acid (ácido glioxílico)
  • Aldeído fórmico
  • Oxymethylene (oximetileno)
  • Oxomethane (oximetano)
  • Chumbo

Estas são algumas das substâncias mais comuns presentes em produtos de cabelo que não podem ser utilizadas durante a gravidez e amamentação. Nenhuma delas deve estar presente no botox capilar.

Em caso de dúvidas, peça indicação médica dos produtos que podem ser usados. Uma outra dica que pode ser útil é levar o rótulo para que seu/sua médico/a veja antes da efetuar o tratamento.

Durante a gravidez e amamentação busque sempre orientação médica para escolher os melhores e mais seguros tratamentos para o cabelo.

Leia mais:

Amamentando posso fazer selagem térmica e luzes no cabelo?

Estou amamentando, posso fazer luzes no cabelo?

Posso pintar o cabelo amamentando?

Que mudanças podem acontecer na pele e no cabelo durante a gravidez?

Bolinhas vermelhas na virilha: o que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Bolinhas vermelhas na virilha podem ser pelos encravados, quase sempre provocados pela depilação. Isso porque a depilação provoca uma irritação na pele, deixando-a mais grossa, o que dificulta a saída normal dos pelos. 

Como consequência, a pele fica inflamada e surgem as bolinhas vermelhas na virilha, uma condição denominada foliculite. Se a inflamação for mais intensa, podem aparecer nódulos maiores e doloridos e as bolinhas podem infeccionar e acumular pus.

Mulheres com pele mais espessa e que tenham pelos com tendência a encravar, apresentam maiores chances de desenvolver foliculite.​

A principal causa do encravamento dos pelos na virilha é o uso de cera quente ou fria na depilação. A utilização de lâminas com cremes deslizantes costuma irritar menos a pele, embora o atrito também possa causar algum encravamento.

Bolinhas vermelhas na virilha associada a um caroço ou uma enduração também podem ser sinais de alguma infecção sexualmente transmissível.

De qualquer forma, é importante consultar um/a médico/a de família ou clínico/a geral para uma avaliação detalhada dessas bolinhas vermelhas na virilha, identificação da causa e indicação de algum tratamento, caso seja necessário.

Bolinhas no braço: o que pode ser e o que fazer?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Bolinhas no braço podem ser sinal de queratose pilar. Trata-se de um problema genético que ocorre devido ao acúmulo de queratina, uma proteína que forma a barreira de defesa da pele. Esse excesso de queratina bloqueia a saída do pelo e forma-se então a "bolinha", chamada pápula.

As pápulas são pequenas e ásperas, sendo muitas vezes confundidas com cravos ou espinhas. As bolinhas podem surgir em qualquer parte do corpo que tenha pelos, mas são mais frequentes no braço.

A queratose pilar é comum em pessoas com síndrome de Down, embora esteja presente em cerca de 30% a 40% da população. Indivíduos com pele seca ou dermatite atópica têm mais risco de ter o problema.

O tratamento da queratose pilar é feito com hidratantes e medicamentos queratolíticos, que amenizam os depósitos de queratina da pele e fazem as bolinhas desaparecer temporariamente. Porém, se a pessoa deixar de usar os produtos, as pápulas voltam a aparecer.

Espremer, cutucar ou mexer nas bolinhas não é indicado, pois pode machucar a pele e causar infecções.

Saiba mais sobre o assunto em: Queratose pilar tem cura? Qual o tratamento?

Consulte o médico de família, ou clínico geral ou dermatologista para avaliar o caso e prescrever o tratamento mais adequado para a queratose pilar.

Posso pintar cabelo ou fazer selagem quando estou menstruada?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, a mulher quando está menstruada pode fazer selagem ou pintar o cabelo, desde que sejam usados produtos que não contenham formol. Se a selagem for apenas com queratina, você pode fazer. 

ANVISA proíbe o uso de formol como alisante, pois o produto pode causar sérios danos a qualquer pessoa. O/a profissional que aplica o produto também corre riscos.

Dentre as complicações causadas pelo formol estão:

  • Irritação;
  • Coceira;
  • Queimadura;
  • Inchaço;
  • Descamação e vermelhidão do couro cabeludo;
  • Queda de cabelo;
  • Ardência e lacrimejamento dos olhos;
  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Dor de cabeça;
  • Ardência e coceira no nariz.

Exposições repetidas ao produto podem causar ainda:

  • Boca amarga;
  • Dores abdominais;
  • Enjoo;
  • Vômito;
  • Desmaios;
  • Feridas na boca, narinas e olhos;
  • Câncer.

Caso não seja possível confirmar se o produto é ou não seguro, não faça a selagem, seja durante ou após o período da menstruação.

É seguro usar unhas de gel durante a gravidez?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A princípio, parece ser seguro usar unhas de gel durante a gravidez.

Não há estudos comprovando as consequências negativas do uso de unhas de gel durante a gravidez.

Sabe-se que o malefício do uso das unhas de gel (não apenas durante a gravidez) está associado à exposição à radiação ultravioleta utilizada nas cabines de luz para fixação do gel à unha. Essa radiação pode aumentar o risco de desenvolver câncer de pele a longo prazo, a depender do tempo e frequência dessa exposição e da tendência genética de cada pessoa.

As unhas durante a gestação apresentam crescimento mais rápido e podem ficar mais frágeis e quebradiças. A unha é uma proteção do leito ungueal, auxilia a pegada nos objetos e representa a saúde da pessoa. Algumas infecções e doenças apresentam repercussões e manifestações nas unhas, sendo algo importante para observação de alguns problemas de saúde.

O uso das unhas de gel pode camuflar possíveis manifestações além de provocar fraqueza, diminuição do brilho e descamação da unha natural.

Embora não haja ainda estudos científicos suficientes que comprovem essas consequências, é recomendável usar as unhas de gel com precaução.

Tomar termogênico faz mal?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Tomar termogênico pode fazer mal à saúde se for consumido em excesso, prejudicando coração, fígado e rins, além de aumentar o risco de derrames, provocar alterações de humor, entre outras complicações.

O uso de doses elevadas de termogênicos pode causar:

  • Taquicardia (batimentos cardíacos acelerados);
  • Hipertensão arterial (pressão alta);
  • Acidente vascular cerebral (derrame);
  • Alteração de humor;
  • Insônia;
  • Ansiedade;
  • Falta de ar;
  • Insuficiência renal;
  • Problemas no fígado;
  • Complicações pulmonares;
  • Insuficiência cardíaca.

Os termogênicos são usados para estimular o metabolismo e acelerar o emagrecimento, aumentando a temperatura corporal. No Brasil, os termogênicos comercializados legalmente são à base de cafeína, com altas doses deste estimulante.

A anfetamina e a febrina também são estimulantes usados em termogênicos, mas além de serem substâncias proibidas, são muito mais agressivas ao organismo.

Tomar termogênico emagrece?

Tomar termogênico não emagrece. Um grande problema desses produtos é a promessa de que emagrecem e queimam gordura localizada.

Assim, a pessoa consome altas doses de termogênico para potencializar o efeito e é aí que está o perigo para a saúde.

Sabe-se que a cafeína, por exemplo, melhora o desempenho durante o exercício físico, mas ela não irá fazer a pessoa emagrecer ou perder gordura localizada.

Saiba mais em: Remédios para emagrecer

Não existe emagrecimento fácil, sem esforço. É preciso controlar a alimentação e associar atividade física à dieta, sempre que possível.

O que são alimentos termogênicos?

Os alimentos termogênicos fazem o corpo queimar mais calorias enquanto são digeridos, elevando a temperatura interna do corpo, o que pode aumentar o metabolismo e promover a perda de gordura corporal.

O princípio é o mesmo dos produtos termogênicos, porém, sem as altas doses das substâncias usadas nos suplementos, que podem prejudicar gravemente a saúde.

Alguns exemplos de alimentos termogênicos e as suas substâncias termogênicas:

  • Óleo de coco (ácido láurico e monolauril);
  • Pimenta vermelha (capsaicina);
  • Gengibre (gingerol);
  • Chá verde (catequinas);
  • Canela (aldeído cinâmico);
  • Alho (alicina).

Estes alimentos podem potencializar o emagrecimento, desde que sejam consumidos nas doses corretas e façam parte de uma dieta balanceada, com baixas calorias, de preferência associada a exercícios físicos.

Leia também: Tomar vinagre para emagrecer faz mal?

Para maiores esclarecimentos sobre o uso de termogênicos, consulte um médico clínico geral, médico de família ou endocrinologista. Para um plano alimentar adequado às suas necessidades, consulte um nutricionista.