Perguntar
Fechar

Exame de Urina

O que é proteinúria e quais as causas?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Proteinúria é a excreção de proteína na urina feita pelos rins. O rim é o órgão responsável pela filtração do sangue removendo o excesso de água e de sal e evitando que proteínas saiam do sangue. Quando há algum dano nos rins, essa proteína pode escapar da filtração e ir para a urina, dando origem à proteinúria.

 As causas são vinculadas a algumas doenças renais e outras que prejudicam os rins como diabetes mellitus, hipertensão arterial, câncer, doenças autoimunes.

Há 3 tipos de proteinúria:

  • Transitória: a forma mais comum, que acontece em algumas situações pontuais como episódios de febre ou excesso de atividade física. Geralmente se resolve sem tratamento.
  • Ortostática: perda de proteína que ocorre quando está em posição de pé e não ocorre quando deitado. Acomete uma porcentagem reduzida de adolescentes, desaparece com a idade e não precisa de tratamento.
  • Persistente: essa é preocupante e que demonstra um acometimento renal prolongado característicos de algumas doenças crônicas como a diabetes e hipertensão arterial.

Normalmente, a proteinúria é avaliada na urina coletada em 24 horas e é também comparada com alguns resultados do exame de sangue como a creatinina.

O tratamento dependerá da causa e do tipo da proteinúria e pode variar desde o uso de medicamentos específicos, controle da dieta e ingestão de água até medidas de acompanhamento sem um tratamento específico. Essa orientação é fornecida pelo/a médico/a que está cuidando do/a paciente.

Fiz um exame de urina e o meu leucócitos é de 45.000 m/l?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Significa que o valor dos leucócitos está aumentado, e a causa mais comum de aumento dos leucócitos no exame de urina é a infecção urinária.

Exame de urina

O exame de urina é utilizado para avaliar o funcionamento e presença de doenças no sistema urinário. Nessa análise, existem dados já estipulados para avaliação, com os seus valores de referência para normalidade.

Os parâmetros usados na grande maioria dos laboratórios de análise são:

  • Coloração;
  • PH;
  • Densidade;
  • Glicose;
  • Proteínas;
  • Corpos cetônicos;
  • Hemoglobina;
  • Bilirrubina;
  • Urobilinogênio;
  • Nitritos;
  • Leucócitos e
  • Células epiteliais.
Leucócitos na urina

Os leucócitos são os nossos glóbulos brancos, células de defesa, portanto costumamos encontrar poucos, alguns ou nenhum leucócito na urina, em termos de valores, 5 por campo, ou menos do que 10.000 células por ml.

No caso de aumento dos leucócitos, a primeira hipótese diagnóstica é uma infecção urinária, porém existem outras causas, embora menos comuns, para esse achado. Podemos citar: Casos de trauma, uso de certos medicamentos e uso de substâncias irritantes, como para higiene íntima.

Dessa maneira, é fundamental que o exame seja avaliado por um médico clínico geral, médico da família ou urologista, que junto a história clínica e exame físico, será capaz de diagnosticar e oferecer as orientações necessárias.

Saiba mais sobre esse assunto em: Exame de Urina: como se preparar e entender os resultados

Testes de gravidez caseiros funcionam mesmo?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

O teste de farmácia é o único teste caseiro confiável. Há outros métodos utilizados como teste com água sanitária, pasta de dente, sal, vinagre e fervura da urina, entre outros. Entretanto, não se pode afirmar que são testes eficazes e que seus resultados são confiáveis.

Quando há gravidez, é possível detectar no sangue e  na urina, o hormônio beta HCG. Este hormônio é um componente da gonadotrofina coriônica, hormônio específico da gestação. Nos testes caseiros de gravidez a urina é o material analisado.

1. Teste da água sanitária

Consiste em colocar em um recipiente urina e água sanitária. Se borbulhar ou mudar de cor, o resultado pode ser considerado positivo. Se não borbulhar, negativo.

Problema específico do teste: a urina é composta por ureia e quantidades variáveis de amônia. A reação destas substâncias ao contato com o hiplocloridrito de sódio (água sanitária), poderá provocar a produção de gás clorídrico. É a presença deste gás que forma as bolhas que se observa no teste. Esta reação não tem nenhuma relação com a presença do HCG na urina. Inclusive, as borbulhas já foram detectadas em mulheres grávidas, não grávidas e até mesmo em homens. Portanto, é um teste que não detecta gravidez.

2. Teste do vinagre

Para o teste do vinagre deve-se misturar, em um recipiente, urina e vinagre. Se esta mistura mudar de cor, considera-se positiva a gravidez.

Problema específico do teste: Urina e vinagre são soluções ácidas, portanto não ocorrerá na mistura nenhuma reação. Isto não é conclusivo como teste de gravidez.

3. Teste de fervura da Urina

Para fazer este teste coloca-se a urina para ferver em uma panela de alumínio. Se ao ferver, a urina apresentar aspecto semelhante à nata de leite, o resultado é positivo. Se, durante a fervura, ficar parecida com água diz-se que o resultado é negativo.

Problema específico do teste: A concentração da urina interfere no resultado deste teste. Se a urina estiver concentrada as substâncias presentes atingirão, durante a fervura, diferentes temperaturas. É isto que faz com que se pareça com nata. Se por outro lado, a urina estiver diluída, ou seja, tiver maior concentração de água, ferverá parecido com água.

4. Teste da agulha

Coloque uma agulha nova em um copo plástico e depois adicione urina. Aguarde 8 horas. Após este período, observe a coloração da agulha. Se ela estiver ficado completamente escura, preta, o resultado é positivo para gravidez.

Problema específico do teste: A concentração da urina influencia no resultado do teste. Se estiver mais concentrada, a agulha muda de cor mais rapidamente. Basta algumas horas apenas para que isto aconteça.

5. Teste do cotonete

Este teste consiste na introdução de um cotonete limpo no canal vaginal até que ele encoste no colo do útero. O objetivo e verificar se há na secreção colhida vestígios de sangue. Se houver, o teste é interpretado como positivo. Se o cotonete sair do canal vaginal com sangue, considera-se resquícios de menstruação e não há gravidez.

Problema específico do teste: Ao tocar o colo do útero, o cotonete pode causar ferimentos. Além disso, pode ter no cotonete não somente a secreção do colo uterino, como também secreção do canal vaginal.

6. Teste com pasta de dente

Reserve um pouco de urina em um copo plástico e adicione à urina um pouco de creme dental branco. Se a mistura apresentar bolha ou ficar azulada, é sinal de gravidez.

Problema específico do teste: Por não saber as substâncias presentes da pasta de dente e por sofrer alterações em função da concentração da urina, não é um teste confiável.

7. Teste com sal

Colete um pouco de urina e adicione três pitadas de sal. Se apresentar um aspecto de nata sobre esta mistura, significa que você está grávida.

Problema específico do teste: Por não saber as substâncias presentes da pasta de dente e por sofrer alterações em função da concentração da urina, não é um teste confiável.

8. Teste da coca-cola

Coloque uma amostra de urina em um copo americano de coca-cola. Se ocorrer a formação de borbulhas e espuma, considera-se o teste positivo.

Problema específico do teste: Urina e coca-cola são dois líquidos ácidos e, junto com a gás da coca-cola, o efeito de borbulhas é potencializado.

9. Teste da urina amanhecida

Antes de dormir, colete a urina em copo esterilizado. Deixe descansar em uma superfície plana durante um período de 24 horas. Passadas as 24 horas recomendadas, observe se houve formação de uma camada fina e esbranquiçada na superfície da urina, o que confirma a gravidez.

Problema específico do teste: Urina e coca-cola são dois líquidos ácidos e, junto com o gás da coca-cola, o efeito de borbulhas é potencializado. Portanto, não é seguro para detectar a gravidez.

10. Teste de farmácia

Entre os testes de gravidez que podem ser feitos em casa, o teste de farmácia é o único capaz de detectar a presença do beta HCG, hormônio específico da gravidez. Como ele é feito com a urina, é um teste fácil de realizar.

Apesar de ser bastante fidedigno recomenda-se utilizar um teste de farmácia para a detecção da gravidez após um atraso de 7 dias da menstruação. Isto possibilita que uma maior concentração de hormônio na urina e torna mais eficaz o resultado do exame.

Quando feito antes do atraso menstrual, o deste poderá apresentar um resultado falso-negativo, pois a baixa concentração de beta HCG na urina ainda não é suficiente para reagir com as substâncias presentes no exame.

Os testes de farmácia não são todos iguais. Alguns deles são mais sensíveis e, por isto, capazes de identificar a gestação no primeiro dia de atraso menstrual.  Cada fabricante orienta os procedimentos para a o uso do teste. Portanto, antes de fazer leia as instruções e dê preferência à primeira urina da manhã, uma vez que esta concentra uma quantidade mais elevada de beta HCG.

Veja mais:

Teste de farmácia de gravidez é confiável?

Por que os testes caseiros de gravidez não são eficazes?

Com a exceção do teste de farmácia, nenhum dos testes caseiros de gravidez funcionam e nem tampouco são eficazes por alguns motivos:

  • Nenhum dos testes é capaz de detectar a presença do beta HCG na urina;
  • Nestes testes caseiros os recipientes usados são inadequados, pois não passam por nenhum tipo de esterilização. As mulheres comumente utilizam copos de vidro, de plástico, cerâmica ou acrílico, materiais que alteram a composição do conteúdo.
  • Qualquer pequena alteração na concentração da urina ou de um reagente, podem alterar completamente o resultado de um teste.
  • Nos testes caseiros não há concordância entre as quantidades de urina e, por exemplo, a quantidade de água sanitária. Para afirmar que estes testes, de fato, funcionam, as pessoas precisam saber a dosagem correta para a água sanitária ou para outras substância e para a urina no frasco. Além disso os regentes deveriam ser capazes de identificar a presença de beta HCG.
  • No início da gravidez, as características da urina das mulheres grávidas são praticamente as mesmas da urina de uma mulher não grávida. A diferença está na presença e concentração do hormônio HCG, que é bastante baixa nos primeiros dias. Mesmo se estes testes tivessem alguma base científica, dificilmente eles seriam capazes de detectar concentrações tão baixas  de hormônio.
  • Para detecção da gravidez, as únicas alternativas seguras e confiáveis são o exame de urina efetuado por testes de farmácia e o exame de sangue. Ambos são capazes de detectar a presença do hormônio beta HCG. Entres estes dois testes, o exame de sangue é ainda mais eficaz. 

Após a detecção da gravidez pelo uso do teste de gravidez pelo exame de urina, em testes de farmácia, procure um(a) ginecologista para efetuar o beta HCG e iniciar o pré-natal.

Leia mais:

Resultado do exame de gravidez Beta-HCG

É preciso estar em jejum para fazer o exame Beta_HCG?

Proteinúria durante a gravidez é normal?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, a presença elevada de proteína na urina não é normal durante a gestação.

Durante a gravidez, a quantidade de proteína excretada pelos rins aumenta comparativamente com outra pessoa não grávida. Porém, uma proteinúria acima de 300mg em 24 horas é sinal de alerta para algumas patologias, em especial a pré-eclâmpsia.

A proteinúria não altera a coloração nem o odor da urina, ela é apenas detectável pelo exame de urina ou testes de fitas.

A gestante deve realizar as consultas de rotina do pré-natal juntamente com os exames requisitados pela/o médica/o ou enfermeira/o. Com o acompanhamento correto, a maioria das patologias são detectadas.

Caso a mulher apresente alguma situação agravante ou sintomas repentinos, ela deve procurar o serviço de urgência.

Como funciona o clearance de creatinina?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

O clearance de creatinina é um método mais fidedigno para saber a taxa de filtração glomerular (TFG), ou seja, como estão funcionando os rins.

Ele pode ser calculado através de exames de laboratório. É necessária a dosagem da creatinina no sangue e a excretada na urina colhida durante 24 horas. O clearance é calculado multiplicando-se o valor da creatinina urinária pelo volume urinário em 24 horas e dividindo-se este valor pela creatinina sérica.

Os valores normais para a TFG dependem da superfície corporal e variam, em média entre:

  • Homens: 90 a 120 mL/min
  • Mulheres: 80 a 110 mL/min

A taxa de filtração glomerular também pode ser estimada através de um fórmula matemática que utiliza a creatinina sérica, a idade e o peso do paciente, porém é menos fidedigna.

Para melhor avaliação deve ser procurado um clínico geral.

Como interpretar os resultados da urocultura?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

Os resultados da urocultura, exame que permite identificar a presença e o tipo de bactéria na urina em casos de infeção urinária, podem ser considerados: negativo ou normal, falso-negativo, positivo ou falso positivo.

Colônia de bactéria em um meio de cultura. Urocultura negativa ou normal

Diz-se que a urocultura é negativa ou normal quando após um período de 48 a 72 horas de incubação da urina no meio de cultura, nenhum crescimento de colônias de bactérias é observado.

Urocultura falso negativa

Se a pessoa tiver a urina de pH muito ácido (abaixo de 6) ou se estiver em uso de antibióticos ou diuréticos, o resultado da urocultura pode ser considerado falso-negativo. O uso de antibióticos pode inibir o crescimento de bactérias na urina. Neste caso, especialmente, o uso de medicações devem ser relatados durante a consulta médica ao profissional que interpretará o exame.

Pode haver dúvidas se o número de colônias for inferior a 100.000 unidades formadoras de colônia. Isto pode ocorrer por contaminação da amostra de urina. É possível que o/a médico/a recomende repetir o exame para associar seus resultados aos sintomas de infeção urinária, o que possibilita um diagnóstico seguro.

Veja mais

Quais são os sintomas e causas de uma infecção urinária?

O risco de contaminação na urina é menor em homens. Por este motivo, valores superiores a 100.000 unidades formadoras de colônia devem ser valorizados e investigados pelo/a médico/a.

Urocultura positiva

A urocultura é considerada positiva quando são identificadas mais de 100.000 colônias de bactérias na amostra de urina analisada. Neste caso, o resultado do exame apresenta o nome da bactéria que está provocando a infeção.

Se o antibiograma ou Teste de Sensibilidade a Antimicrobianos (TSA) tiver sido solicitado junto com a urocultura o resultado também traz os antibióticos eficazes para tratar a infeção.

Veja também

Para que serve o exame de TSA?

Urocultura falso positiva

O resultado falso positivo pode ser observado quando a amostra de urina é contaminada por microrganismos, medicamentos ou sangue. Neste caso, é indicado repetir o exame.

O resultado da urocultura deve ser analisado pelo/a médico/a e somente este profissional pode indicar o antibiótico adequado. Não use antibióticos para tratar infeção urinária ou outras infeções sem prescrição.

Leia mais

Exame de Urina: como se preparar e entender os resultados

Urocultura: por que e como devo fazer?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

A urocultura é também conhecida como urinocultura ou cultura de urina. Este exame consiste em identificar a presença e do tipo de bactéria naquela amostra de urina.

A presença de bactérias na urina é um forte indicador de infecção urinária, entretanto nem sempre aponta uma infecção ativa. Algumas bactérias colonizam a uretra e a bexiga sem provocar doenças.

Por que devo fazer a urocultura? Meio de cultura com colônias de bactérias.

É o exame mais indicado para diagnosticar cistite (infecção de bexiga) e pielonefrite (infeções dos rins).

Em laboratório, a urina é colocada em um meio favorável à proliferação das bactérias denominado meio de cultura. Após 48 horas, se houver bactérias na urina, é possível observar as colônias de bactérias e detectar a bactéria causadora da infecção.

Quando solicitado em conjunto com o antibiograma ou Teste de Sensibilidade a Antimicrobianos (TSA) é possível identificar, os antibióticos eficazes ao tratamento.

Leia mais

Para que serve o TSA?

Como fazer coleta da urina para urocultura?

Para coletar a urina para urocultura, siga as seguintes etapas;

  1. Lave a região íntima com água e sabão;
  2. Os homens precisam retrair o prepúcio e a mulher, afastar os lábios vaginais;
  3. Inicie a micção, desprezando o primeiro jato de urina. Este primeiro jato lava as impurezas da uretra e é por este motivo que não deve ser coletado;
  4. Colete o restante da urina em um frasco próprio para o exame. Este frasco é, normalmente, dado pelo laboratório e pode também ser adquirido em farmácias.

Quanto mais rápido a urina for entregue no laboratório, mais confiável será o resultado da urocultura.

As pessoas que não conseguem coletar a urina sozinhas podem fazer a coleta por meio de uma sonda (cateterismo vesical). Este procedimento é uma forma de evitar a contaminação e é feito em casos específicos como em pessoas acamadas ou paraplégicas.

Para realizar o exame de cultura de urina não é necessário o jejum. É preferível que seja colhida a primeira urina da manhã, pois durante a noite a urina fica por mais tempo na bexiga o que favorece a multiplicação de bactérias.

Se não for possível a coleta da primeira urina da manhã, pode-se colher a urina subsequente logo após a consulta.

Indicações da Urocultura
  • Identificar a infecção urinária quando a consulta médica não é suficiente para detectá-la;
  • Em casos de infecções urinárias de repetição;
  • Definir o antibiótico adequado ao tratamento da infecção;
  • Em situações com suspeita de pielonefrite (infecção renal);
  • Antes de procedimentos urológicos;
  • Em mulheres grávidas;
  • Em casos de episódios de febre de origem não esclarecida.

O uso de antibióticos inadequados antes da realização da urinocultura pode levar a um resultado falso negativo.

O uso de qualquer medicamento, entre eles os antibióticos, somente devem ser prescritos pelo/a médico/a. É este o profissional que tratará a infecção urinária.

Veja também:

Exame de Urina: como se preparar e entender os resultados

Fiz exame de urina e deu infecção (150.000) é grave?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Apenas significa infecção a maioria das vezes, não dá para avaliar a gravida por este exame.