Perguntar
Fechar
Quanto tempo depois de uma cesariana posso ter relações sexuais?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

 O tempo para voltar a ter relações sexuais depois da cesariana dependerá de cada mulher. Em geral, é recomendado evitar as relações sexuais nos primeiros 40 dias após o procedimento. Isso porque durante esse período, o aparelho reprodutor da mulher está se readaptando, juntamente com outros órgãos internos. Além disso, o local da ferida operatória está em cicatrização.  

Com essa readaptação, a mulher pode sentir algum desconforto com a relação sexual. Por isso, o tempo para voltar a ter relações sexuais fica muito individualizado. 

É importante respeitar seu corpo e seus desejos e voltar a ter relações sexuais quando realmente se sentir confortável e segura para isso. 

Na consulta pós parto, a mulher pode tirar suas dúvidas com o/a médico/a ou enfermeiro/a atendente. 

Como posso saber se tenho hímen complacente?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não é possível saber com certeza se o hímen é complacente.

O/A médico/a ginecologista pode verificar o formato do hímen, mas não há formas de avaliar a sua elasticidade visualmente.

Contudo, se você já teve relações sexuais e ainda tem hímen, é possível que ele seja complacente. Por ser mais elástico que o normal, esse tipo de hímen normalmente não se rompe logo na primeira penetração.

Mulheres com hímen complacente também podem sentir dor durante o ato sexual, uma vez que a ruptura do hímen não ocorre.

Para saber ao certo se você ainda tem hímen, procure um/a médico/a ginecologista, para identificar sua presença, fazer a avaliação e esclarecimento de dúvidas necessários.

Leia também:

5 dúvidas sobre o hímen complacente

O que é hímen complacente?

Quem tem hímen complacente pode engravidar?

Existe cirurgia para quem tem hímen complacente?

O que é hímen complacente?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Hímen complacente é um hímen mais grosso e elástico, que pode não se romper durante a relação sexual. Suas fibras são tão elásticas que o hímen volta ao normal após a penetração, sem ruptura.

Além disso, esse tipo de hímen não tem aquela membrana que fecha a parte central da vagina, permitindo que o pênis passe por ele.

Como são mais difíceis de se romper, mulheres que têm hímen complacente podem sentir dor durante a penetração.

A ruptura desse tipo de hímen pode acontecer somente depois de muitas relações e, quando ocorre, pode causar um pouco de dor e sangramento.

Hímens mais finos e menos vascularizados, que não são complacentes, dificilmente sangram e a mulher normalmente não sente incômodo durante sua ruptura.

Saiba mais sobre o assunto em:

Como posso saber se tenho hímen complacente?

Quem tem hímen complacente pode engravidar?

Existe cirurgia para quem tem hímen complacente?

Quais os sintomas do hímen imperfurado e como é o tratamento?

Quanto tempo depois da curetagem posso ter relações novamente?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Em geral, após a curetagem é preciso esperar cerca de duas semanas para voltar a ter relações. O tempo para retomar as atividades sexuais pode variar conforme o caso e o motivo da curetagem uterina.

Normalmente, a mulher já pode ir para casa cerca de 6 horas depois do procedimento. Há pacientes que retomam as suas atividades diárias após 24 horas de descanso, enquanto outras precisam ficar de repouso por até 3 dias.

Se não houver complicações, não é necessário continuar o repouso físico após esse período. Porém, o retorno às relações sexuais deve esperar pelo menos 15 dias para que a recuperação do útero seja completa e não haja complicações.

Para maiores esclarecimentos sobre a recuperação e os cuidados a ter após a curetagem, fale com o/a médico/a ginecologista que realizou o procedimento.

Também podem lhe interessar:

Como é a recuperação após curetagem?

Quanto tempo depois de uma curetagem é possível engravidar?

Será que ainda sou virgem?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pênis, dedos, ou qualquer outro objeto introduzido na vagina podem romper o hímen, geralmente é um pouco doloroso e ocorre um pequeno sangramento. Perguntar aqui no site se ainda é virgem nunca vai obter uma resposta, porque a única maneira que o médico tem de saber é examinando a entrada da sua vagina para verificar se o seu hímen está intacto ou não. Se quer comprovar ou ter certeza de sua virgindade somente indo ao médico.

Leia também: Tem como o ginecologista saber quando perdi a virgindade?

Perder a virgindade dói?

A dor na hora de perder a virgindade é muito individual de cada mulher, para algumas a dor é muito grande e insuportável a ponto de não prosseguir o ato e outras mulheres não sentem dor nenhuma, quanto mais ansiedade e expectativa pior é a dor, se está esperando dor nesse momento provavelmente vai ser um momento ruim para você. Espere o melhor e terá o melhor, é para ser bom e não ruim, se ainda não está preparada espera mais.

Corrimento vaginal e ardência para urinar, o que é?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Após a relação sexual, a pessoa pode sentir ardência para urinar o que não necessariamente chega a ser dor. Pela fricção que ocorre durante o ato sexual, é normal sentir essa ardência após a relação. Contudo, essa ardência, em geral, deixa de existir após algumas micções.

Outra situação que pode ocorrer é a infecção de urina, muito frequente em mulheres com vida sexual ativa. A infecção urinária pode ser desencadeada com o ato sexual. Com ela, a mulher pode sentir dor ou ardência ao urinar, vontade constante de urinar e ainda notar a presença de sangue na urina. A infecção urinária é normalmente tratada com medicamentos antibióticos.

O corrimento vaginal pode ser normal quando apresenta coloração clara ou esbranquiçada, parecida com clara de ovo, não possui cheiro forte, não provoca coceira ou ardência. Neste caso, trata-se de uma secreção vaginal normal.

No entanto, corrimento vaginal branco, amarelo ou esverdeado, com odor desagradável tipo peixe podre ou azedo, pode ser algum tipo de infecção ou inflamação vaginal que precisa ser avaliada e tratada adequadamente pelo clínico geral, médico de família ou ginecologista.

Você pode observar essa ardência e o corrimento. Caso fique constante, é recomendável procurar um serviço de saúde para uma avaliação e uso da medicação indicada.

Saiba mais em:

O hímen pode se fechar depois de algum tempo sem ter relações sexuais?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Quando a mulher já iniciou sua atividade sexual, o hímen não se fecha ao passar um tempo sem ter relações sexuais.

O hímen é uma membrana que recobre o introito vaginal. Com o início da atividade sexual, essa membrana se rompe e torna-se mais fina até ficar imperceptível. Depois da ruptura, o hímen não se reconstitui novamente. Ou seja, uma vez que perde a membrana, a mulher ficará sem essa membrana.

A vagina é composta por músculos que são elásticos e podem se adaptar com o alargamento e abertura durante a relação sexual, bem como com o relaxamento e fechamento  em momentos sem relação. Por isso, quando se passa um tempo sem ter relações sexuais, a mulher pode sentir e perceber que sua vagina está mais fechada. Porém, essa sensação é brevemente adaptada com o início da relação.

Portanto, a sensação de hímen fechado depois de algum tempo sem ter relações sexuais se deve à elasticidade dos músculos da vagina e não ao fechamento do hímen.

Leia também: O que é hímen complacente?

Quanto tempo devo ficar sem relação sexual antes do ultrassom?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não há uma indicação exata quanto à abstinência sexual antes da realização da ultrassonografia.

Por isso, não há necessidade de evitar relações sexuais antes de fazer o ultrassom.

ultrassonografia transvaginal é um exame utilizado para avaliar os órgãos genitais internos da mulher (útero e ovários), sendo importante para detectar doenças, acompanhar a gravidez, controlar a ovulação em mulheres que querem engravidar ou que estão fazendo tratamento de infertilidade.

Leia também:

Ultrassom vaginal pode detectar qualquer doença no útero?