Perguntar
Fechar

Infertilidade Masculina

Varicocele causa infertilidade e impotência?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim, varicocele pode causar infertilidade e impotência. No caso da infertilidade (incapacidade de gerar filhos), a varicocele pode ser a causa devido sua capacidade em alterar a produção de espermatozoides, tornarnando o homem infértil.

Já na impotência (incapacidade ou dificuldade de ter uma ereção), a varicocele é considerada uma causa indireta do problema. O testículo afetado reduz significativamente de tamanho e há uma queda na produção do hormônio testosterona, levando a uma diminuição do desejo sexual que afeta o desempenho sexual masculino como um todo.

No entanto, é importante lembrar que apesar da relação que existe entre varicocele e infertilidade, 70% dos homens com varicocele são férteis.

Por que a varicocele causa infertilidade?

Ainda não se sabe ao certo a razão exata da varicocele levar à infertilidade. As hipóteses mais aceitas são:

  • Aumento da temperatura testicular provocada pela estagnação do sangue no local, o que pode alterar a função das células que dão origem aos espermatozoides;
  • Essa mesma estagnação sanguínea pode provocar edema, dificultando a chegada de oxigênio ao testículo, danificando assim o tecido testicular;
  • Refluxo de sangue dos rins para os testículos, que pode trazer metabólitos renais e das glândulas adrenais para dentro do testículo, prejudicando a produção de esperma.

A varicocele tem cura é o seu tratamento é cirúrgico. Para maiores esclarecimentos, consulte um/uma médico/a urologista.

Leia também:

O que é varicocele?

Quais são as causas da infertilidade masculina?

Antidepressivo pode causar impotência ou infertilidade?

Quais são as causas da impotência sexual?

Homem com um testículo pode ter filhos de ambos os sexos?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Homem com apenas um testículo pode ter filhos normalmente e de qualquer sexo

O que determinará o sexo do/a bebê será o conteúdo genético contido no espermatozoide que fecundará o óvulo. Espermatozoide contendo cromossomo X determinará o sexo feminino e espermatozoide contendo cromossomo Y, o sexo masculino. 

Os testículos são responsáveis pela produção de espermatozoides e, na ausência de um dos testículos, o outro continuará a produzir normalmente os espermatozoides tanto os que portam cromossomo X quanto os que contém cromossomo Y. 

Portanto, homem que tenha um testículo poderá produzir espermatozoides dos dois tipos e poderá ter descendentes de qualquer um dos sexos. 

Vasectomia é reversível?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

Sim. A vasectomia é reversível, sendo um ato tecnicamente possível e viável. A cirurgia de reversão da vasectomia pode ser realizada com sucesso, mesmo que a vasectomia já tenha sido feita há mais de 20 anos, com boa recuperação do potencial masculino para produzir uma gravidez natural.

O sucesso da cirurgia de reversão da vasectomia está relacionado com diversos fatores, tais como: tempo da vasectomia, técnica cirúrgica e da presença ou não de espermatozoides no canal deferente no momento da cirurgia.

Como é feita a cirurgia de reversão da vasectomia?

A reversão da vasectomia é feita através de uma emenda entre as partes do canal deferente (canal onde passam os espermatozoides) que foram interrompidas. A religação também pode ser realizada entre o canal deferente e a parte do testículo onde os espermatozoides crescem e amadurecem.

À medida que o tempo passa, entretanto, o aumento de pressão no epidídimo gera fibrose e surgem obstruções, não no lugar em que foi feita a ligadura, mas abaixo desse ponto, o que complica a cirurgia.

Apesar do índice de repermeabilização ser sempre o mesmo, os espermatozoides não aparecem. Então, ao invés de tirar aquele segmento e ligar os dois ductos deferentes, é necessário levá-los ao epidídimo num ponto mais próximos a esses que apresentam fibrose, promovendo uma conexão que deixa fora a área que está obstruída.

As complicações após a reversão da vasectomia são muito baixas. Quando ocorrem, as mais frequentes são os hematomas e as infecções.

Quais as chances de gravidez após a reversão da vasectomia?

Nos casos de reversão com até 10 anos de vasectomia, as taxas de gravidez chegam a mais de 70%. Em indivíduos com mais de 10 anos de vasectomia, a taxa de gravidez é próxima de 44%.

Entretanto, mais importante do que o tempo de vasectomia nas chances de obtenção da gravidez, é a idade e o potencial fértil da companheira. 

Em mulheres de até 30 anos de idade, a reversão produz cerca de 64% de gravidez. Mulheres com idade entre 30 e 35 anos, 49%. Já a partir de 36 anos, a taxa é de 30 a 40%.

Assim, a avaliação da reserva ovariana (com hormônios e ultrassonografia transvaginal) e do potencial e funcionamento tubário (através da histerossalpingografia) são de fundamental importância antes da decisão de reverter ou não a vasectomia.

Para que serve o exame de FSH?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Os principais objetivos do exame de FSH são:

  • Nas Mulheres:

    • Investigar causas de infertilidade;
    • Investigar problemas relacionados a ciclos menstruais irregulares;
    • Diagnosticar transtornos da hipófise ou
    • Avaliar função dos ovários.
  • Nos Homens:

    • Avaliar causas para uma contagem baixa de espermatozoides;
    • Avaliar função dos testículos, e se existe hipogonadismo ou insuficiência gonadal (dificuldade de produzir hormônios sexuais masculinos);
  • Nas Crianças:

    • Avaliar situações de desenvolvimento anormal, como puberdade precoce ou tardia.
O que é o FSH?

O FSH é um hormônio produzido pela hipófise, que significa hormônio foliculotrófico ou folículo-estimulante.

Suas principais funções são de regular o crescimento e desenvolvimento, maturação puberal e secreção de esteróides sexuais pelas gônadas masculinas e femininas, testículos e ovários.

A secreção desses esteróides sexuais origina as características sexuais secundárias na puberdade, são elas o desenvolvimento do corpo, distribuição dos pelos, mudança do tom de voz nos meninos, aumento dos seios nas meninas, entre outras.

Além das características sexuais secundárias, o FSH é responsável por estimular gônadas femininas (ovários), para produção de óvulos; e as gônadas masculinas (testículos), na produção de espermatozoides, representando papel fundamental na reprodução humana.

Portanto, a pesquisa desse hormônio pode auxiliar em diversas investigações.

Para mais esclarecimentos sobre o assunto, agende uma consulta com médico/a da família, endocrinologista, ginecologista (mulheres) ou urologista (homens).

Saiba mais sobre esse assunto nos artigos

O que é FSH e qual a sua função?,

Quais os valores normais de FSH? e

FSH alto ou baixo, o que pode ser?

Quais são as causas da azoospermia?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

A  azoospermia pode ser causada por uma falha na produção de espermatozoides pelos testículos (azoospermia secretora) ou por obstrução dos canais que levam os espermatozoides dos testículos para o sêmen (azoospermia obstrutiva) .

A ausência de espermatozoides no sêmen é chamada azoospermia, no entanto pode ser que haja produção de espermatozoides nos testículos sem que eles consigam chegar ao esperma. Nesse caso é necessário um exame dos testículos (biópsia) para avaliar se há produção de espermatozoides.

As possíveis causas da azoospermia são: distúrbios hormonais; doenças geniturinárias; doenças genéticas (sem causas conhecidas); criptorquidia, que é a situação onde não há a descida dos testículos até o escroto (bolsa testicular) ao nascer; ter sido submetido à vasectomia e obstrução dos canais (epidídimo e ductos deferentes) que transportam os espermatozoides dos testículos ao esperma.

O médico especialista em reprodução humana é o profissional capacitado para o diagnóstico e tratamento dos problemas de fertilidade.

Que exames devem ser feitos pelo homem e pela mulher antes de tentar engravidar?

Os exames que devem ser feitos pelo homem e pela mulher antes de tentar engravidar, são:

  • Para a mulher:

    • Sorologia para toxoplasmose e rubéola: É importante saber se a mulher é imune a essas doenças ou não, para que sejam tomados os devidos cuidados para evitá-las. Se forem adquiridas durante gravidez, podem trazer sérias complicações para o feto, como:

      • Rubéola: Parto prematuro, cegueira, catarata, glaucoma, doença cardíaca, atraso mental, morte do feto;
      • Toxoplasmose: Aborto espontâneo, hidrocefalia,   retardo mental, cegueira, surdez, convulsões, atraso do desenvolvimento;
    • Teste de glicemia: Verifica os níveis de glicose (açúcar) no sangue e serve para detectar o diabetes ou saber se a mulher tem tendência para desenvolver a doença;
    • Papanicolau: Rastreia alterações celulares que podem evoluir para câncer de colo de útero;
    • Ultrassom: Serve principalmente para detectar alterações no útero, como mudanças no seu formato e miomas, que podem causar aborto, além de endometriose, que pode dificultar a gravidez;
    • Hemograma: É um exame de sangue usado para diagnosticar anemias, infecções, hepatites, sífilis, HIV, além de informar o tipo de sangue.
  • Para o homem:
    • Hemograma;
    • Espermograma: Não é um exame obrigatório, mas aconselhável que o homem faça se o casal pretende engravidar, pois o exame avalia a capacidade reprodutiva do homem, através da análise da quantidade e qualidade dos seus espermatozoides.

Leia também: Que exames devo fazer para saber se posso engravidar?

O médico obstetra deverá orientar o casal quanto aos exames que ambos deverão fazer antes da gravidez.

Um testículo não está no lugar correto, posso gerar filhos?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não sei. Alterações anatômicas nem sempre significam alterações funcionais, precisa consultar um urologista para conseguir essa resposta, porque somente fazendo-se um espermograma é que você vai conseguir essa resposta.

Maca Peruana funciona? Quais seus benefícios?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

A Maca Peruana é usada por homens e mulheres por ter como efeito principal o aumento da libido e disposição física. É rica em aminoácidos, zinco, magnésio, selênio e cobre. Contém alta concentração de polifenóis que são antioxidantes importantes na prevenção de doenças e melhoria da saúde.

Muito parecida com o rabanete, a maca peruana é uma planta originária do Peru. O pó para consumo ou produção de cápsulas, é extraído da raiz da Maca Peruana. Por ser um fitoesteroide (esteroide natural presente nas plantas), não tem o efeito negativo da ingestão de hormônios sintéticos.

10 Benefícios da maca peruana1. Promove a libido

Alguns estudos mostram que há relação entre o uso da maca peruana e o aumento da libido. Isto ocorre porque o consumo da planta estimula o hormônio luteinizante que ajuda na produção de testosterona. Estes mesmos estudos apontam que após o consumo de dosagens entre 1,5 e 3 gramas de maca peruana por dia, durante 8 semanas de suplementação, já é possível observar sinais de melhora na libido devido ao aumento da produção de testosterona pelo organismo.

2. Auxilia no tratamento da disfunção erétil

Pesquisas indicam que o uso de extrato de 2,4 gramas de maca peruana seca por dia auxilia no tratamento de disfunção erétil, uma vez que provoca a dilatação dos vasos sanguíneos da região genital. Este efeito depende também das causas da disfunção erétil que podem ser físicas, psicológicas e/ou relacionadas aos estilos de vida.

3. Aumenta a fertilidade masculina

Existem resultados de estudos que conseguiram comprovar que o consumo de 1,5 a 3 gramas de maca peruana por dia provocam o aumento da contagem de espermatozoides no sêmen, o que confere aumento da fertilidade. Além disso, ajuda a melhorar a motilidade dos espermatozoides.

4. Ajuda no equilíbrio hormonal

Adrenal, tireoide, pâncreas, ovários e testículos são glândulas que secretam hormônios distintos e importantes ao funcionamento do organismo. A maca peruana ajuda, indiretamente, a equilibrar o sistema hormonal uma vez que atua equilibrando a secreção dos hormônios por estas diferentes glândulas.

5. Ameniza os efeitos da menopausa

Para as mulheres em período de menopausa, a maca peruana ajuda a melhorar sintomas como as ondas de calor, episódios de ansiedade e depressão, tensão e mal estar. Esta planta atua na estabilização hormonal e faz com que os sintomas da menopausa se tornem mais amenos.

6. Reduz o tamanho da próstata

A partir dos 40 anos de idade, quase todos os homens começam a apresentar hiperplasia benigna da próstata (aumento normal do volume da próstata). Isto comprime a uretra, o que faz com que a sensação de querer urinar se torne mais constante, e, por vezes, prejudica a ereção. Nestes casos, a maca peruana pode ajudar reduzindo o tamanho da próstata e melhorando, assim, a saúde geral do homem.

7. Auxilia no tratamento da osteoporose

Alguns estudos mencionam que a maca peruana tem efeito semelhante ao estradiol para a melhora da osteoporose. Este hormônio (estradiol) ajuda a fixar o cálcio nos ossos, o que promove o seu crescimento e melhora a densidade óssea. Portanto, a maca desempenha estas funções, sem os efeitos negativos do consumo do estradiol produzido sinteticamente.

8. Estabiliza o humor

A maca peruana pode ajudar a reduzir o estresse, ansiedade, depressão ao provocar a estabilização do humor. A planta foi testada em alguns homens saudáveis sem diagnóstico de depressão e se observou que a suplementação com esta planta reduz os escores de depressão e ansiedade.

9. Clareza Mental

O consumo da maca peruana promove a capacidade de raciocínio e foco, clareza mental e concentração.

10. Provoca o ganho de massa muscular

Por estimular a produção de testosterona, alguns estudos apresentam indícios de que a maca peruana pode potencializar o ganho de massa e força muscular. Para se obter este ganho, é necessário que o seu consumo seja aliado à atividade física e alimentação saudável. Esta ação ainda está sendo estudada com mais profundidade para fins de comprovação científica.

Tipos de maca peruana

Há vários tipos diferentes de maca peruana com funções distintas. Dentre eles são mais comuns:

Maca peruana amarela

É a mais comum e difundida no Brasil. Tem efeitos importantes para mulheres na menopausa e para a tensão pré-menstrual. Especialmente nas mulheres, ajuda a equilibrar o sistema hormonal. Além disso, melhora o humor em homens e mulheres

Maca peruana negra

Tem efeitos potenciais no aumento da libido. Para os homens aumenta a contagem e motilidade dos espermatozoides e é conhecida como viagra natural. Tem importante função no combate ao estresse e fortalecimento do sistema imunológico.

Maca peruana vermelha

É a mais rica em polifenóis (substância antioxidantes). Desempenha maior função estimulante e termogênica, o que promove força e resistência. É excelente para auxiliar no tratamento da depressão. Há estudos promissores com maca peruana vermelha em relação ao combate de câncer de próstata e perda de densidade óssea.

Formas de Consumir

O efeitos da maca peruana são observados algumas semanas após a início do seu consumo. A dose pode variar de 500 mg a 3g por dia, dependendo da necessidade. Pode ser consumida em pó ou manipulada para uso em cápsulas.

Quando consumida em pó, recomenda-se adicionar aos alimentos sem aquecer a maca peruana. Algumas sugestões de consumo:

  • Adicionar em sucos
  • Utilizar como molho para saladas de frutas, verduras e legumes
  • Polvilhar sobre os alimentos
  • Comer com pitaya
Efeitos colaterais e Contraindicações

Se a dose for adequadamente ajustada, não há efeitos colaterais e a única contraindicação é para pessoas alérgicas à maca peruana.

Entretanto, alguns casos merecem atenção:

  • Pessoas que têm alguma disfunção hormonal como problemas de tireoide, câncer de mama, útero, ovários e fibrose uterina não é indicado o consumo da maca peruana sem orientação médica.
  • Em mulheres grávidas e mulheres que estão amamentando, a segurança do consumo da maca ainda não é comprovada, deste modo o melhor é não consumir.
  • Não é interessante o uso em crianças, pois podem promover alterações hormonais.

Não utilize maca peruana sem a orientação de um médico ou nutricionista.