Perguntar
Fechar

Cefaleia tensional tem cura? Qual o tratamento?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Depende. A cefaleia tensional pode ter cura desde que as suas causas sejam devidamente identificadas, e quando possíveis, tratadas. O tratamento da cefaleia tensional inclui o uso de medicamentos e identificação dos fatores que desencadeiam a crise de dor, para que possam ser evitados.

Os medicamentos usados para tratar a cefaleia tensional incluem analgésicos comuns (aspirina, ibuprofeno, paracetamol), analgésicos opioides, antidepressivos e anticonvulsivantes.

É importante lembrar que os analgésicos devem ser evitados se a cefaleia tensional ocorrer mais de duas vezes por semana. Isso porque esses medicamentos, se forem tomados em excesso, podem desencadear outro tipo de dor de cabeça comum, chamado cefaleia por uso abusivo de analgésicos.

As medidas não medicamentosas usadas para tratar a cefaleia tensional incluem:

  • Criar o hábito de anotar em um diário, sua rotina, incluindo alimentação;
  • Fisioterapia, para alongar, relaxar, fortalecer a musculatura, além de corrigir a postura, quando necessário;
  • Uso de placa odontológica, em caso de pessoas que sofrem de bruxismo ou que têm muita tensão acumulada nos músculos mastigatórios;
  • Praticar atividade física regularmente;
  • Praticar técnicas de relaxamento;
  • Psicoterapia cognitiva comportamental;
  • Acupuntura.

É importante que a pessoa esteja atenta e anote os fatores que provocam a dor, para que mudanças individuais e específicas, reconhecidas nas anotações, possam ser feitas, reduzindo a frequência de dor de cabeça. Atualmente, o diário da dor tem se mostrado muito eficaz no auxílio ao tratamento.

O objetivo do tratamento da cefaleia tensional é aliviar os sintomas e prevenir novos episódios de dor de cabeça, evitando fatores que desencadeiam as crises.

O diagnóstico e o tratamento medicamentoso da cefaleia tensional são da responsabilidade do/a médico/a neurologista.