Perguntar
Fechar

Como acabar com a caspa com shampoo e remédios?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A caspa é uma condição frequente e comum, consiste na descamação do couro cabeludo e da pele. Não é prejudicial, nem transmissível, no entanto, a sua presença pode tornar-se incomoda e difícil de controlar.

A maioria dos casos de caspa é controlado através do uso de shampoos e loções para o cabelo e couro cabeludo. Medidas de cuidado também contribuem para a efetividade do tratamento.

Encontre a quantidade ideal de lavagens semanais

Caso apresente caspa leve basta proceder a higienização diária com shampoo suave do couro cabeludo pelo menos 3 vezes na semana. Os shampoos suaves são aqueles que apresentam agentes de limpeza mais leves, sem sulfato, silicone ou parabenos.

Caso o seu cabelo tenha uma oleosidade maior pode ser necessário lavar mais vezes, pelo menos um dia sim e outro não. O acumulo de oleosidade e sujeira podem piorar os sintomas, por isso, é essencial encontrar o equilíbrio e a quantidade ideal de lavagem de cabelo semanal, o que pode variar de pessoa para pessoa.

Shampoos muito agressivos, que incluam sulfato ou parabenos, podem piorar a caspa, portanto, a lavagem excessiva dos cabelos ao invés de melhorar pode piorar a descamação do couro cabeludo.

Use shampoos específicos (princípios ativos) que combatem a caspa

Em casos mais intensos é necessário utilizar shampoos específicos com substâncias que ajudam a reduzir a produção de caspa.

Os shampoos que combatem a caspa são aqueles que apresentam na sua composição:

  • Piritiona de zinco: a piritiona de zinco é antibacteriana e antifúngica e ajuda no controle da caspa;
  • Ácido salicílico: produtos que contém ácido salicílico impedem a evolução do quadro de caspa e tendem a estabilizar os sintomas;
  • Sulfeto de selênio: é uma substância que também pode ser utilizada no tratamento da caspa;
  • Cetoconazol: shampoos e loções contendo cetoconazol são comumente utilizados no controle da caspa e de infeções antifúngicas, devido a sua eficiência em combater fungos que podem piorar os sintomas de caspa.

Evite banhos quentes e prolongados

A água quente favorece o ressecamento e a descamação da pele e do couro cabeludo, portanto, os banhos devem ser com água morna e pelo menor tempo possível.

Reduza o uso de produtos capilares

O uso de muitos produtos para cabelos principalmente contendo cremes e óleos favorecem o aparecimento da caspa. Deve-se reduzir o uso ao mínimo possível e evitar passar cremes, condicionadores e óleos diretamente no couro cabeludo, deve-se passá-los apenas nas pontas dos fios.

Também é importante evitar o uso excessivo de tintura, tratamentos com "químicas" e produtos de alisamento, que podem lesionar o couro cabeludo e prejudicar o tratamento contra a caspa.

Tome sol regularmente

A exposição diária e regular a luz solar, durante alguns minutos, ajuda no controle da caspa e reduz os sintomas.

Controle o estresse e a ansiedade

Ansiedade e o estresse constante aumentam a oleosidade do couro cabeludo, aumentam a inflamação e levam a piora da caspa, o controle desses sintomas é essencial no tratamento da caspa.

Há algum tratamento natural para a caspa?

Um estudo demonstrou uma melhora nos sintomas de oleosidade, coceira e produção de caspa através do uso de shampoo contendo óleo essencial de Melaleuca (Tea Tree) 1.

A melaleuca é uma planta que possui propriedades antibacterianas e antifúngicas, portanto é usado no tratamento de inúmeras condições incluindo a caspa.

Geralmente o óleo de melaleuca é usado diluído em água ou vem na composição de produtos como shampoos. Deve-se estar atento ao utilizá-lo, pois algumas pessoas suscetíveis podem sofrer reação alérgica.

Quando deve procurar um médico?

Em situações em que a caspa é muito intensa e não consegue ser controlada através do uso de shampoos específicos e das medidas de cuidados citadas acima deve-se consultar um médico de família ou dermatologista.

Assim é possível avaliar se a caspa não é secundária a alguma outra doença que ocasione a descamação da pele. Algumas doenças como a dermatite seborreica, psoríase podem causar descamação do couro cabeludo ou de outras zonas da pele.

Referências:

1. Satchell AC, Saurajen A, Bell C, Barnetson RS. Treatment of dandruff with 5% tea tree oil shampoo. J Am Acad Dermatol. 2002.