Perguntar
Fechar

Como eliminar gases?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Para eliminar os gases, podem ser usados medicamentos, como a Simeticona®, além de adotar medidas importantes na alimentação, como o aumento do consumo de água e alimentos menos gordurosos, facilitando na digestão.

Outras medidas que comprovadamente funcionam, são as massagens abdominais e exercícios específicos, pois auxiliam na peristalse das alças intestinais, evitando o acúmulo dos gases.

Alguns trabalhos indicam certos chás como facilitadores da eliminação de gases intestinais, porém não existem comprovações científicas e além disso, vale lembrar que alguns chás são contraindicados para pessoas que fazem uso de anticoagulantes, gestantes ou certas doenças crônicas como a hipertensão. Por isso é fundamental que fale com seu médico antes de qualquer tratamento, mesmo que naturais.

Leia também: Beber chá em excesso faz mal?

A eliminação de gases intestinais é chamada de flatulência. Esses gases são naturalmente produzidos no intestino durante a digestão e fermentação dos alimentos, pela ação das bactérias encontradas na flora intestinal.

Quais os exercícios indicados para eliminar gases?

Um exercício simples para eliminar gases intestinais é se deitar de barriga para cima e puxar as pernas contra a barriga com os joelhos completamente flexionados, abraçando e puxando as pernas contra o abdômen.

A massagem abdominal também é um exercício bastante útil. A auto massagem deve ser feita com movimentos circulares e profundos, no sentido da direita para a esquerda, como se os gases estivessem sendo empurrados para fora do corpo. Insista nas regiões que estão mais doloridas e inchadas.

Como eliminar gases na gravidez?

Fazer exercícios físicos regularmente, como caminhadas, é uma boa maneira de eliminar gases intestinais na gravidez. A atividade física moderada estimula a musculatura lisa responsável pelos movimentos intestinais, favorecendo a eliminação dos gases, sobretudo em casos de prisão de ventre.

Os gases são muito comuns durante a gestação especialmente nos casos de constipação associada, o que causa grande incômodo. Sendo assim, nos casos em que apesar das atividades regulares, os sintomas persistirem, deve ser avaliado com o obstetra, a possibilidade de adicionar o uso de laxantes.

O que causa gases?

Os gases intestinais podem ser provocados por certos alimentos de difícil digestão, como alimentos ricos em fibras, por exemplo. Às vezes, o aumento repentino da ingesta de fibras na dieta pode provocar gases em excesso, embora o organismo se adapte e deixe de produzi-los com o passar do tempo.

Comer ou beber determinados alimentos ou bebidas que não são bem tolerados pelo corpo também podem causar gases. É o caso de pessoas com intolerância à lactose (açúcar do leite), que não devem consumir leite e derivados.

O uso de antibióticos, síndrome do intestino irritável, má digestão, incapacidade de absorver os nutrientes adequadamente, são outros fatores que favorecem a maior produção de gases.

Como evitar os gases?

  • Mastigue bem os alimentos;
  • Evite comer leguminosas (feijão, ervilha, grão-de-bico, lentilhas) e repolho;
  • Evite comer alimentos ricos em carboidratos, como doces e massas;
  • Evite lactose;
  • Não beba refrigerantes com gás ou bebidas gaseificadas;
  • Caminhe por 10 a 15 minutos depois de comer.

Quais os sintomas de gases?

O excesso de gases pode causar sintomas como barriga inchada, cólicas e dor no peito. Na ocorrência de gases intestinais com muita frequência, ou na presença de outros sinais e sintomas, como dor abdominal, dor no estômago ou no reto, azia, náuseas, vômitos, febre, emagrecimento, diarreia crônica, perda de apetite, anemia, fezes oleosas e fétidas ou fezes com sangue, consulte um médico clínico geral ou médico de família para uma avaliação.