Perguntar
Fechar

Como identificar uma crise de ansiedade?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A crise de ansiedade pode ser identificada na presença de alguns sintomas como palpitações (coração bate forte), dor no peito, aumento da pressão sanguínea, sensação de sufocamento, tontura, dor de cabeça, boca seca com dificuldade para engolir, respiração rápida e ofegante, medo de perder controle da situação, estômago embrulhado, indigestão, náusea, relaxamento dos esfíncteres com aumento da necessidade de urinar e/ou diarreia, aumento da transpiração e rubor facial, além de aumento da tensão muscular principalmente na região do pescoço e ombros.

Dentre todos esses sinais e sintomas de ansiedade, os mais comuns são medo ou pânico, mau pressentimento, como se alguma coisa de mau fosse acontecer, sensação de aperto no peito, falta de ar, aumento da frequência cardíaca e respiratória, insônia, irritabilidade, preocupação exacerbada com situações que ainda não aconteceram e podem nem acontecer, náuseas, vômitos e tremores.

Sintomas de ansiedade

Os sintomas de uma crise de ansiedade são físicos e emocionais. Em geral, as crises são desencadeadas em momentos de medo, expectativas, falta de certezas ou ainda em situações normais do dia-a-dia.

O que é uma crise de ansiedade?

A ansiedade é uma resposta do organismo a alguma situação ameaçadora e um alerta para que a pessoa possa se proteger e fugir dessa ameaça. Muitas vezes, é um sinal benéfico que facilita a identificação de um perigo e ajuda a pessoa a tomar as medidas cabíveis para contornar a situação.

Quando a ansiedade se transforma em algo constante na vida da pessoa, trazendo prejuízos para as atividades diárias, ela passa a ser uma patologia que precisa de intervenção terapêutica e, em alguns casos, medicamentosa.

Leia também. O que é o transtorno de ansiedade?

A crise de ansiedade pode ser a manifestação de alguns transtornos: ansiedade social, pânico, obsessivo compulsivo, ansiedade generalizada.

Para maiores informações, consulte o/a psiquiatra ou médico/a de família.

Saiba mais em:

Os transtornos de ansiedade têm cura? Qual o tratamento?

Transtorno de ansiedade social: Quais as causas e como tratar?