Perguntar
Fechar

Como saber se a bolsa estourou e o que fazer?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Quando a bolsa se rompe, ocorre a saída de líquido da vagina que a mulher pode sentir como um jato de líquido claro ou levemente amarelado ou então apenas como uma sensação molhada na região da vagina.

Essa sensação pode variar de mulher para mulher e a depender da quantidade de líquido que sai no momento da ruptura. Por isso, em alguns casos, a depender da atividade que a mulher esteja fazendo, ela pode não sentir que estourou a bolsa.

Quando ocorre a ruptura da bolsa, a mulher deve procurar o/a médico/a que está lhe acompanhando no pré-natal. Durante a consulta, o/a profissional irá avaliar a presença de contrações assim como outros parâmetros importantes para identificar se a mulher entrou em trabalho de parto.

Na maioria dos casos, a bolsa rompe-se durante o trabalho de parto, ou seja, quando a mulher começa a sentir as contrações efetivas. Em cerca de 3% das gestações, a bolsa rompe antes de completar 37ª semana de gestação e antes de ter iniciado o trabalho de parto, isso é chamado ruptura prematura de membranas.

A depender da idade gestacional, a conduta será diferente, incluindo:

  • Internação da gestante;
  • Uso de antibióticos;
  • Realização de exames laboratoriais;
  • Ultrassonografia;
  • Uso de corticoide;
  • Indução do parto.

Essas ações serão decididas dependendo de cada caso e das condições descritas previamente.

Quando a mulher sente a bolsa estourar, ela deve procurar o serviço de saúde como maternidade, casa de parto ou hospital para uma avaliação detalhada.