Perguntar
Fechar

Conjuntivite viral: sintomas, duração e tratamento

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, uma fina camada de tecido que reveste o interior da pálpebra e a parte branca do olho. Pode ser causada por bactérias, por vírus e por agentes irritativos ou alérgicos. O adenovírus é o principal vírus causados da conjuntivite viral.

A conjuntivite causada por vírus é muito contagiosa e pode ser transmitida facilmente de uma pessoa a outra, quando há contato direto com secreções da pessoa infectada ou objetos e superfícies contaminados.

Quais são os sintomas da conjuntivite viral?

Os sintomas da conjuntivite viral atingem principalmente o olho e a região em torno, causando:

  • Vermelhidão nos olhos;
  • Sensação de ardência ou presença de areia nos olhos;
  • Saída de secreção aquosa ou purulenta;
  • Formação de crostas na região da pálpebra e dos cílios, que é notada principalmente durante a manhã.

É comum que os dois olhos sejam atingidos pela conjuntivite viral, sendo que os sintomas no segundo olho podem se iniciar até 24 a 48 horas depois do acometimento do primeiro olho.

Sintomas semelhantes aos de um resfriado também podem estar presentes como:

  • Febre;
  • Coriza;
  • Congestão nasal;
  • Dor de garganta;
  • Aumento dos gânglios do pescoço.

Qual a duração da conjuntivite viral?

A conjuntivite viral é um processo autolimitado, melhorando espontaneamente em torno de alguns dias ou semanas. É comum ocorrer piora gradual dos sintomas nos 3 a 5 primeiros dias, que melhoram gradativa e lentamente no decorrer de 2 semanas.

A maioria das conjuntivites virais costumam estar resolvidas em 14 dias, no entanto, é possível os sintomas persistirem por até 3 semanas.

A conjuntivite viral é uma doença transmissível, por isso, a pessoa com conjuntivite viral precisa afastar-se das suas atividades de trabalho ou escolares por cerca de 7 dias, podendo esse tempo se estender ou ser menor, a depender da evolução do quadro.

Qual o tratamento da conjuntivite viral?

O tratamento da conjuntivite viral consiste em medidas que aliviam os sintomas, como:

  • Aplicação de uma compressa fria ou quente sobre os olhos fechados. A compressa pode ser feito com um pano limpo ou gaze, embebido em água filtrada ou fervida;
  • Limpeza cuidadosa das secreções oculares com um pano limpo, gaze ou algodão embebido em água filtrada, ou previamente fervida;
  • Se a quantidade de secreções for muito grande, pode-se lavar o olho com jato de soro fisiológico frio, várias vezes ao dia;
  • Aplicação de colírios lubrificantes no olho, toda vez que houver sinais de irritação ocular, como vermelhidão, prurido ou sensação de areia. Os colírios lubrificantes também são chamados de lágrimas artificiais e podem ser comprados em farmácias, aplica-se uma gota em cada olho de quatro a seis vezes ao dia;
  • O médico pode ainda recomendar a aplicação de colírios anti-histamínicos ou descongestionantes oculares, que podem ajudar a reduzir a irritação e vermelhidão ocular.

Não use colírios contendo corticoides ou antibióticos sem prescrição e orientação médica, pois podem ser prejudiciais.

Quando devo procurar um médico?

Caso apresente sintomas sugestivos de conjuntivite viral consulte um médico de família ou um oftalmologista para uma avaliação.

Em algumas situações você deve procurar uma avaliação de um oftalmologista com urgência, devido ao elevado risco de complicações. Procure um serviço de urgência oftalmológica quando:

  • Diminuição da visão, presença de pontos escuros no campo visual;
  • Dor ocular e vermelhidão intensas;
  • Alteração das pupilas;
  • Pessoas imunocomprometidas (em tratamento de câncer, transplantados ou pessoas com HIV).

Também pode ser do seu interesse:

Olhos vermelhos, o que pode ser?

Glaucoma e conjuntivite tem os mesmos sintomas?