Perguntar
Fechar

Dieta do ovo: é saudável? Posso fazer sem receio? Como?

Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

A dieta do ovo cozido é uma estratégia alimentar restritiva que consiste no consumo do ovo no café da manhã e antes de outras principais refeições do dia, almoço e jantar. Especialistas em nutrição humana têm reservas em relação à esta dieta. Embora o ovo seja bastante nutritivo e saudável, a dieta do ovo não possui evidências científicas que comprovem a sua eficácia. Além disso, é muito restritiva e hipocalórica.

Ovo cozido

Benefícios do Ovo

Um ovo pesa em torno de 50 gramas e contém de 70 a 80 calorias. É um alimento saudável, pois tem poucas calorias e alto valor nutritivo.

Estudos afirmam que o ovo é um alimento completo e por este motivo é considerado o segundo melhor alimento que podemos ingerir, perdendo apenas para a água.

A gema é rica em vitaminas K, E, D, vitaminas do complexo B, entre outras. Além disso, a gordura presente na gema, ao contrário do que se pensa, é benéfica para a saúde.

A clara é uma importante fonte de proteínas de alto valor biológico (albumina), por isto favorece o ganho de massa muscular, e é de fácil digestão. Promove a recuperação muscular, o que pode ser vantajoso para os praticantes de atividade física.

Dieta do Ovo Cozido e Emagrecimento

A dieta do ovo cozido tem sido comumente associada ao emagrecimento devido a algumas características do ovo:

  • Contém gorduras estratégicas que saciam e nutrem o corpo. A gordura presente nos ovos não engorda e faz bem à saúde;
  • A alta concentração de proteínas, em torno de 6 gramas em um ovo médio, promove mais saciedade do que a mesma quantidade ingerida de carboidratos. Isto porque a digestão das proteínas é mais lenta;
  • Por associar proteínas e gorduras em sua composição, a ingestão do ovo induz menos picos de insulina e glicemia, com isto, reduz a possibilidade de se ter glicose livre no sangue que seria armazenada no corpo em forma de gordura;
  • Quando ingeridas na primeira refeição do dia, as proteínas presentes nos ovos cozidos provocam maior sensação de saciedade, o que possibilita maior controle da ingesta calórica no decorrer do dia.

Associar a dieta do ovo cozido a outros alimentos saudáveis, à adoção de hábitos como atividade física e sono de qualidade, ajudarão na redução e manutenção do peso corporal. O plano alimentar deve ser orientado por nutrólogo/a ou nutricionista.

Como Fazer a Dieta do Ovo Cozido

Ovo cozido com legumes

Existem várias versões da dieta do ovo cozido nas quais o ovo é consumido com outros tipos de alimentos e em quantidades diferentes em cada um destes protocolos. O ideal é buscar acompanhamento de um nutricionista ou nutrólogo para que as quantidades de ovos e dos demais alimentos sejam balanceadas de acordo com o seu objetivo e suas necessidades nutricionais.

Vale seguir algumas orientações iniciais:

Prefira ingerir o ovo cozido sem sal

O sódio aumenta a retenção hídrica, portanto não adicione sal ao ovo cozido. Se não conseguir consumir sem sal, busque utilizar a menor quantidade possível.

Beba bastante água

A ingestão de água auxilia na regulação do metabolismo e na excreção de toxinas presentes do organismo.

Associe a ingestão dos ovos cozidos a alimentos saudáveis

Comer ovos cozidos antes das refeições promove a saciedade e faz com que você coma menos em refeições como o almoço e o jantar, por exemplo. Isto ajuda a emagrecer. Entretanto, nestas refeições, procure se alimentar de forma saudável. Procure ingerir carnes magras, legumes e vegetais e não apenas ovos.

Pratique atividade física

Um estilo de vida sedentário em nada beneficia a saúde. A prática de atividade física potencializa o efeito de uma alimentação saudável.

Faça do ovo cozido o alimento principal de algumas refeições

O ovo cozido pode ser incluído como alimento principal em algumas refeições como o café da manhã e lanche pós-treino. No último caso, as propriedades nutricionais do ovo garantirão a regeneração da musculatura e uma melhor síntese proteica.

Estas são algumas orientações gerais que podem ser seguidas, mas isto não substitui consulta ao nutricionista ou nutrólogo.

Comer ovo aumenta o colesterol?

A ingestão do ovo cozido por si, não aumenta o colesterol. O nosso organismo produz colesterol naturalmente. O que eleva os níveis de colesterol no sangue são fatores genéticos relacionados ao mecanismo interno de regulação do colesterol. Por este motivo recomenda-se fazer exame dos níveis de colesterol antes de aumentar a ingestão de ovo no seu plano alimentar.

Veja também

Comer ovo aumenta o colesterol?

Quais os sintomas do colesterol alto?

Riscos da Dieta do Ovo Cozido

O excesso de ovo pode causar alguns problemas ao organismo. Por isso, para fazer a dieta do ovo é preciso equilibrar a quantidade de outras proteínas. Todas as proteínas que ingerimos terão que ser metabolizadas pelo organismo. Parte desta quantidade excedente de proteínas será processada nos rins, o que pode sobrecarrega-los e provocar lesão renal.

O excesso de proteína animal igualmente estimula um hormônio que é capaz de induzir a multiplicação celular. Esta multiplicação, quando muito rápida e desordenada, pode levar ao desenvolvimento de câncer.

Geralmente as dietas do ovo recomendam reduzir bastante o consumo de carboidratos o que pode provocar a sensação de falta energia. Isto pode comprometer a execução das atividades da vida diária, inclusive a prática de exercícios físicos.

Existe também o risco de desenvolvimento de dificuldade de concentração, uma vez que a taxa de glicose disponível para a atividade cerebral se torna muito baixa.

Por ser muito restritiva e pelo risco de deficiência nutricional.

Embora provoque o emagrecimento de forma rápida, dificilmente o seu resultado se mantém no decorrer do tempo. Pode ocasionar o efeito sanfona.

A recomendação é que seja ingerido em torno de 0,8 a 1,2 gramas de proteína por quilo de peso ao dia. Para as pessoas que pretendem ganhar massa magra (massa muscular), orienta-se ingerir diariamente de 1,6 a 1,9 gramas de proteína. Para definir seu plano alimentar busque um profissional qualificado.

É recomendado que a dieta do ovo não seja seguida por um período prolongado de tempo.

Contraindicações

  • Pessoas que já tem alguma patologia como diabetes, colesterol elevado, precisam de um cuidado maior em relação à ingestão de ovos;
  • Mulheres grávidas, crianças e adolescentes não devem aderir à dieta do ovo cozido;
  • Quem têm histórico familiar de diabetes, pressão alta, entre outras.
  • Pessoas alérgicas à ovo;
  • Portadores de insuficiência hepática, insuficiência renal crônica, osteopenia e osteoporose não devem fazer a deita do ovo sem orientação médica e nutricional.

Não inicie qualquer plano alimentar sem consultar o nutricionista ou nutrólogo.

Leia mais

Ovo faz mal ao fígado?