Perguntar
Fechar

Estou com bolinhas brancas na garganta. O que pode ser e o que fazer?

Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

As bolinhas brancas que se acumulam nas amígdalas e possuem odor fétido se chamam cáseos amigdalianos ou caseum amigdaliano. São formados por células descamadas (mortas), bactérias e, em menor quantidade, por resíduos alimentares. Podem provocar o mau hálito.

Os cáseos amigdalianos não têm nenhuma relação com as amigdalites ou outras infecções de garganta.

Cáseo Amigdaliano

8 Dicas para prevenir os cáseos

1.Beber muita água

Ao ingerir, pelo menos, 2 litros de água ao dia, a saliva se torna mais fluida e evita a formação de cáseos. Ao contrário, a saliva mais viscosa, favorece que as células mortas grudem umas nas outras e formem os cáseos.

2. Ingerir frutas ácidas

A ingestão de frutas ácidas como limão, laranja, kiwi, morango e abacaxi, estimulam as glândulas salivares a produzir maior quantidade de saliva prevenindo a formação dos cáseos.

3. Limpar a língua

As células mortas também se acumulam na superfície da língua. Por este motivo, recomenda-se limpar a língua, com um limpador específico para língua, após a escovação dos dentes. Isto evita que estas células migrem para as amígdalas e formem os cáseos.

4. Gargarejar com bicarbonato de sódio

Coloque uma colher de café em meio copo de água e faça o gargarejo após a escovação dos dentes. A vibração causada pelo gargarejo faz com que os cáseos se soltem das criptas da amígdalas e também previne a formação de novos cáseos.

5. Mastigar alho

O alho tem ação antibacteriana. Mastigar um dente de algo ao dia pode tratar os cáseos já existentes e prevenir a deposição de outros cáseos.

6. Inserir cebola na alimentação

A cebola, assim como o alho, tem ação antibacteriana. Por este motivo deve ser adicionada à alimentação. Além de ajudar a evitar os cáseos, traz diversos benefícios à saúde.

7. Gargarejar com vinagre de maçã orgânico

Faça gargarejos com meio copo de água morna e meio copo de vinagre de maçã orgânico por 2 ou 3 vezes ao dia. O vinagre tem função adstringente e também é antibacteriano.

8. Usar probióticos: Kefir

O uso dos probióticos, especialmente o kefir, ajudam equilibrar a flora intestinal. Ao realizar este equilíbrio as boas bactérias presentes no intestino ajudam a eliminar a bactérias ruins que possam estar em todo o trato gastrointestinal. Isto ajuda a eliminar e prevenir os cáseos.

Se nenhuma destas medidas tiverem resultado positivo busque um médico de família ou um otorrinolaringologista para uma avaliação inicial. A retirada das amígdalas pode ser indicada mas, em último caso, após avaliação médica.

Saiba mais:

O que é caseum e quais os sintomas?

Caseum tem cura? Qual o tratamento?

Caseum pode ser transmitido pelo beijo e pela saliva?