Perguntar
Fechar

Endocardite bacteriana é grave?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A endocardite bacteriana é grave. Trata-se de uma infecção da camada mais interna do coração (endocárdio) e que afeta sobretudo as válvulas cardíacas. Geralmente, ocorre quando há bactérias na corrente sanguínea provenientes de outras partes do corpo, como a mucosa da boca, gengivas ou pele.

Essas bactérias infectam e se espalham em locais de lesão do endocárdio, causando a endocardite infecciosa bacteriana. Sem tratamento, as válvulas cardíacas podem ser danificadas ou destruídas, gerando graves complicações que podem levar à morte.

A endocardite bacteriana tem origem em lesões da porção mais interna endocárdio. A lesão é infectada pelas bactérias circulantes no sangue e forma-se então a vegetação, que é a lesão característica da endocardite.

Dor cardíaca

A infecção pode se instalar em qualquer parte do endocárdio, embora seja mais comum nas válvulas do coração e nas válvulas artificiais, no caso das pessoas que já passaram por cirurgia de substituição de válvula.

Existem fatores de risco para o desenvolvimento da endocardite bacteriana, já que as bactérias e infecções nem sempre provocam endocardites. Se as válvulas estiverem normais, a ocorrência da doença é rara.

Contudo, se as válvulas já estiverem danificadas ou tiverem sido substituídas por próteses, ou na presença de outras anomalias cardíacas, o risco de endocardite é maior.

O tratamento é feito com medicamentos antibióticos por via endovenosa. Nos casos em que há danos ou destruição da válvula cardíaca, é necessário substituí-la por uma artificial.

Saiba mais em:

Como é o tratamento da endocardite bacteriana?

Quais os sintomas da endocardite bacteriana?