Perguntar
Fechar

Endocardite: Quais são os sintomas e possíveis complicações?

Um dos sinais mais característicos da endocardite é a presença de manchas nodulares e dolorosas nas mãos e nos pés, sobretudo na ponta dos dedos, que podem estar um pouco inchados. Também podem surgir manchas ou pontinhos vermelhos na pele, parte branca do olho e mucosas, além de vasculite.

Contudo, os sinais e sintomas da endocardite variam muito, podendo incluir febre sem causa aparente, dor no peito, emagrecimento repentino, presença de sangue na urina, oscilações na frequência cardíaca, tosse constante, entre outras manifestações.

As complicações mais frequentes da endocardite são a embolia, o abscesso e a insuficiência cardíaca.

A embolia pode surgir em até metade dos casos de endocardite. Ocorre quando o sangue coagulado do foco infeccioso se desprende e obstrui pequenas artérias. Contudo, o risco de embolia diminui consideravelmente após o início do tratamento com antibióticos, principalmente depois do 15º dia.

O abscesso atinge as válvulas ou próteses da artéria aorta. Esses abcessos muitas vezes precisam ser removidos através de cirurgia, uma vez que os antibióticos quase não conseguem penetrar no local.

A endocardite pode ainda destruir ou danificar a válvula acometida pela infecção, gerando insuficiência cardíaca. O mal funcionamento das válvulas impede que o sangue seja bombeado eficazmente pelo coração. O tratamento é urgente e cirúrgico.

Na presença de algum sintoma de endocardite, consulte um médico de família, clínico geral ou cardiologista.

Saiba mais em:

Endocardite é grave? Como é o tratamento?

O que pode causar endocardite?