Perguntar
Fechar

Endometriose e gravidez, pode ocorrer algum problema?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A endometriose não atrapalha o desenvolvimento da gravidez. Engravidar com endometriose também não oferece nenhum risco de sequelas ou à saúde do bebê.

Na gravidez, por conta do aumento da progesterona é comum os focos de endometriose regredirem, o que pode fazer com que algumas mulheres que sofrem de endometriose deixem de ter sintomas como a dor.

Nesse tipo de situação a gravidez atua como uma forma de tratamento para a endometriose

No entanto, outras mulheres podem queixar-se de manutenção ou piora das dores causadas pela endometriose, isto porque o aumento do volume e tamanho do uterino pode interferir nos focos de endometriose e causar mais dor.

Endometriose aumenta as chances de gravidez de risco?

Mulheres com endometriose profunda podem ter mais chances de abortamentos no 1º trimestre de gravidez, embora o risco seja apenas ligeiramente maior do que nas grávidas que não têm endometriose.

Outras possíveis complicações são:

  • Parto prematuro;
  • Complicações com a placenta;
  • Pré-eclâmpsia;
  • Aumento da chance do parto ser cessaria.

Por isso é recomendável que casos de endometriose profunda ou grave sejam tratados antes de começar a tentar engravidar.

Pode também lhe interessar o artigo: Tenho endometriose: posso engravidar?

Porém, a grande maioria das gestantes com endometriose não apresenta nenhum tipo de complicação por conta da doença e desenvolvem a sua gravidez normalmente.

Devo parar de tomar os remédios para endometriose durante a gravidez?

Na maioria dos casos o tratamento da endometriose é suspenso durante a gravidez. Em muitas mulheres ocorre uma importante melhora dos sintomas durante a gestação, não sendo necessário o uso de medicamentos. A

Além disso, alguns dos medicamentos que são usados no tratamento da endometriose tem o uso contra-indicado durante a gestação.

O ideal é conversar com o seu médico e avaliar a necessidade do tratamento

Tenho que continuar o tratamento da endometriose quando não estiver mais grávida?

Sim, depois do nascimento do bebê, a mãe geralmente volta a apresentar dores e sintomas decorrentes da endometriose, sendo necessário retomar o tratamento para endometriose, Siga as orientações do seu médico ginecologista.

Leia também:

Endometriose tem cura? Qual o tratamento?

Endometriose pode virar câncer?