Perguntar
Fechar

Estou com a barriga inchada, dor e pontadas. O que pode ser e o que fazer?

Faz alguns dias que estou com a barriga inchada, dói e sinto algumas pontadas. Às vezes as pontadas são mais fortes, às vezes mais constantes. O que pode ser? Tem algo que posso tomar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Barriga inchada e dolorida, com dor em pontadas, é causada na maioria das vezes por gases ou intestino preso (prisão de ventre). Essas são as principais causas de barriga inchada, dura e dolorida em mulheres jovens.

Os gases são provocados principalmente por determinados alimentos que produzem muitos gases durante a digestão, como feijão, repolho, couve-flor, leite, ovos (clara do ovo), batata, entre outros. Além dos alimentos, os gases podem ser causados por:

  • Intolerância à lactose;
  • Intestino "preguiçoso";
  • Ansiedade.

Já a prisão de ventre pode ter como causa:

  • Poucas fibras na alimentação;
  • Baixa ingestão de água;
  • Falta de atividade física;
  • Ansiedade;
  • Menstruação;
  • Gravidez;

Além dos gases e da prisão ventre, barriga inchada e dura acompanhada de dores abdominais também pode ser:

  • Síndrome do intestino irritável: Deixa a barriga inchada e pode causar diarreia ou prender o intestino logo depois das refeições, além de provocar dores abdominais, gases e cólicas (saiba mais em O que é a síndrome do intestino irritável?);
  • Vermes: Além da barriga inchada, podem causar dor abdominal, náuseas, vômitos, diarreia, prisão de ventre, fraqueza, emagrecimento, aumento ou perda de apetite (veja aqui quais são os sintomas de vermes);
  • Menstruação: Nos dias que antecedem a menstruação e durante os dias em que está menstruada, a mulher pode ficar com a barriga inchada devido à retenção de líquidos que ocorre nessa fase.

Saiba mais em: Distensão abdominal: Quais as causas e como tratar?

O que fazer para acabar com a barriga inchada e dolorida?

Depende da causa. Veja o que fazer em cada situação:

  • Gases:

    • Evite feijão, ervilha, grão-de-bico, repolho, brócolis, clara de ovo, batata, couve-flor, doces, cerveja, leite, refrigerantes;
    • Mastigue devagar e evite conversar muito quando estiver comendo (veja mais sobre o assunto em: Excesso de gases: o que pode ser e como tratar?).
  • Intestino preso:
    • Beba pelo menos 2 litros de água por dia;
    • Aumente a ingestão de alimentos ricos em fibras, como verduras, frutas, aveia e outros cereais;
    • Pratique exercícios físicos.
  • Síndrome do intestino irritável:
    • Evite os alimentos que produzem gases;
    • Mastigue bem o alimento antes de engolir;
    • Evite gorduras, bebidas alcoólicas, café e refrigerantes;
    • Diminua as doses das refeições;
    • Aumente a ingestão de fibras;
    • Pratique atividades físicas;
    • Não fume;
    • Controle o estresse e a ansiedade.
  • Vermes: Fazer tratamento com remédios vermífugos, prescritos pelo/a médico/a (mais sobre o assunto em Qual o tratamento para quem tem vermes?);
  • Menstruação: Realize atividade física, como a caminhada, que ajuda na eliminação dos gases e beba alguns chás para combater a retenção de líquidos e diminuir o inchaço da barriga e do corpo.

Leia também: Barriga inchada pode ser gravidez?

Se a sua barriga continuar inchada e dolorida, procure o/a médico/a clínico geral ou médico/a de família para avaliar o caso e detectar a origem do problema.