Estou em dúvida: sintomas do anticoncepcional ou gravidez?

No quinto dia do meu ciclo comecei a tomar anticoncepcional. Tive relações com meu namorado seis dias depois da menstruação. A camisinha rasgou, porém ele não gozou dentro. Estou sentindo muito enjoo, e o pé da barriga está inchado. Já estou terminando com a cartela de remédio e estou em dúvida se é só sintomas do anticoncepcional ou gravidez.
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Parecem apenas sintomas do anticoncepcional, mas espere, caso sua menstruação não descer procure um médico e faça o exame de gravidez.

O efeito contraceptivo do anticoncepcional começa após 7 dias da tomada do primeiro comprimido da cartela, caso a mulher tenha tomado todos os dias regularmente, independentemente do dia do ciclo menstrual em que começou a tomar a pílula. Por isso, é importante nessa primeira semana fazer uso do preservativo.

Se a mulher começar a tomar o anticoncepcional no primeiro ou segundo dia da menstruação o efeito da pílula começa logo a seguir.

É muito comum confundir alguns sintomas do próprio uso do anticoncepcional, como sensação de inchaço e náuseas, com possíveis sintomas do inicio de uma gravidez, ou mesmo do período pré-menstrual.

Se a mulher fez o uso correto da pílula, ou seja, tomou diariamente, sem esquecimentos e de preferência no mesmo horário, não há com o que se preocupar, pois o risco de gravidez é baixo.

Em algumas situações quando o uso foi irregular ou a mulher apresenta atraso menstrual considerável, ou seja, acima de 15 dias, é válida a realização de um teste de gravidez para confirmação dessa suspeita.

Quais são os principais efeitos adversos dos anticoncepcionais hormonais?

Quando se inicia o uso de um anticoncepcional hormonal seja ele injetável ou oral é possível que ocorram alguns efeitos adversos, os principais são:

  • Irregularidade menstrual;
  • Náuseas e enjoos;
  • Sensação de inchaço;
  • Sensibilidade ou dor mamária;
  • Alterações no humor;
  • Diminuição da libido.

É importante destacar que a maioria desses sintomas são transitórios e tendem a diminuir com o decorrer do uso do anticoncepcional. Caso se tornem muito frequentes é importante consultar o médico para avaliar a necessidade de realizar a troca de método contraceptivo.

Consulte sempre o seu médico de família ou ginecologista para maiores esclarecimentos.