Perguntar
Fechar

Estrias na gravidez, como tratar?

Estrias na gravidez podem ser tratadas, após o bebê nascer. O seu tratamento tem melhor resultado quanto antes for iniciado, sendo que as estrias avermelhadas, que são as mais novas, são mais facilmente tratáveis que as mais antigas, de coloração esbranquiçada.

Porém, as mulheres grávidas ou no período de amamentação devem ter um cuidado especial com alguns tratamentos que não podem ser realizados nessa fase.

Alguns tipos de tratamentos para as estrias, que podem ser realizados individualmente ou em conjunto (várias estrias por tratamento), dependendo das suas características:

  • peelings, microdermoabrasão, aplicação de cremes a base de ácidos,
  • laser fracionados ablativos e não ablativos, radiofrequência, infravermelho, carboxiterapia, subcisão e transcisão (agulha de Ranulfo).

Saiba mais em: Como remover estrias?

As estrias são o resultado de um estiramento anormal da pele, fazendo com que algumas fibras se rompam e criem estas linhas de cicatriz na pele.

São causadas principalmente devido às características genéticas da pele, no entanto existem situações que contribuem para o estiramento dela e o aparecimento das estrias, tais como o aumento exagerado do peso e as mudanças corporais na puberdade e na gravidez.

Dessa forma, evitar o ganho de peso exagerado e uma boa hidratação da pele podem auxiliar na prevenção das estrias.

Leia também: Existe uma forma de prevenir estrias na gravidez?

O dermatologista é o médico indicado para diagnosticar e tratar as estrias.