Perguntar
Fechar

Fiz o preventivo e fiquei com medo de ir levar o exame...

Fiz o preventivo e fiquei com medo de ir levar o exame, pois apareceu lá escrito assim: Microbiologia: bacilos supracitoplasmaticos (sugestivo de Gardnerella mobiluncus) e alterações celulares: alterações reativas. Poderia me explicar o que seria isso?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O exame sugere uma vaginose bacteriana (infecção vaginal), causada pela bactéria Gardnerella mobiluncus.

As vaginoses são infecções comuns nas mulheres, causadas por um aumento exagerado da população de bactérias presentes normalmente na flora vaginal.

E esse aumento da população de bactérias pode ser originado por situações e doenças que levem a redução da imunidade, como diabetes, depressão, estresse, uso de antibióticos, ainda, o tabagismo, uso regular de duchas vaginais, vários parceiros sexuais, até por gravidez.

Entretanto, esse resultado deve ser avaliado pelo médico ginecologista, em conjunto com seu exame clínico e ginecológico, para confirmar a suspeita da infecção e então, ser receitado a medicação para o tratamento definitivo da vaginose.

Infecção por Gardnerella

A Gardnerella vaginalis ou mobiluncus, são as bactérias responsáveis pela maioria das vaginoses evidenciadas. O quadro clínico pode ser assintomático, ou seja, a mulher não apresenta qualquer sintoma, outras vezes pode apresentar um corrimento branco acinzentado, de consistência mais pastosa, coceira local, embora pouco comum, e odor desagradável.

O tratamento é baseado em medicamentos, sendo o mais utilizado, o metronidazol® 500 mg 2x ao dia, ou 250 mg 3x ao dia, por pelo menos 7 dias, ou a critério médico. Outra opção é a clindamicina® 300 mg 2x ao dia, também por 7 dias. O tratamento pode ser repetido se houver recidiva da doença.

Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível, porque a bactéria faz parte da flora vaginal natural, a doença pode ser transmitida ao parceiro por via sexual, portanto, deve evitar relações até o final do tratamento, e o parceiro deve ser avaliado pelo seu médico assistente.

Saiba mais: O que é gardnerella e como se contrai?

Exame de preventivo

Também conhecido por Papanicolau, o exame preventivo é uma avaliação ginecológica, aonde são coletados materiais celulares do colo do útero e regiões ao redor, com o objetivo principal de detectar células anormais precocemente, como rastreio de câncer de colo de útero. Ainda, o exame é capaz de avaliar o equilíbrio da flora vaginal, e a presença de inflamação ou infecção local.

Leia também: Existe diferença entre papanicolau e preventivo?