Fumar e tomar anticoncepcional faz mal?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Fumar e tomar anticoncepcional aumenta os riscos de ataque cardíaco (infarto) e derrame (AVC - Acidente Vascular Cerebral). Fumar por si só já faz muito mal à saúde e aumenta as chances de doenças cardiovasculares, mas a combinação do cigarro com o anticoncepcional torna o risco ainda maior.

Esse risco é associado aos anticoncepcionais que contêm estrogênio em sua fórmula. As mulheres que fumam, especialmente as com idade acima dos 35 anos, devem optar pelos anticoncepcionais com apenas progestágeno na fórmula ou outros tipos de métodos contraceptivos sem estrogênio.

Isso porque tanto a nicotina como o anticoncepcional provocam uma diminuição do calibre dos vasos sanguíneos, ou seja, são vasoconstritores.

Além disso, a nicotina estimula a agregação de plaquetas (células responsáveis pela coagulação sanguínea), favorecendo a formação de coágulos nas artérias.

Já o estrogênio, um dos hormônios presentes no anticoncepcional, pode provocar a formação de placas na parede dos vasos sanguíneos.

O ideal é parar de fumar. Porém, se a mulher não conseguir abandonar o vício, é recomendável utilizar um outro método contraceptivo para evitar possíveis as complicações. Se você fuma e usa algum anticoncepcional ou gostaria de começar a usar, procure um serviço de saúde ou marque uma consulta com o/a ginecologista, médico/a de família ou clínico geral para melhor aconselhamento.

Também pode lhe interessar: Fumar narguilé faz mal?