Perguntar
Fechar

Hipotireoidismo e gravidez: que cuidados é preciso ter?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os principais cuidados que se deve ter com o hipotireoidismo na gravidez é manter sempre as dosagens do medicamento ajustadas e fazer o acompanhamento pré-natal com a frequência recomendada. Se o hipotireoidismo não for devidamente tratado durante a gestação, o cérebro do bebê pode não crescer e se desenvolver adequadamente.

Por isso, é muito importante que o hipotireoidismo seja diagnosticado de preferência antes de engravidar ou logo no início da gravidez. Mulheres que pretender engravidar deveriam fazer os exames antes mesmo de começar a tentar.

Durante a gestação, as doses da medicação podem sofrer alterações e precisam ser ajustadas. O ajuste das dosagens de hormônio tireoidiano é feita conforme os resultados do exame de TSH.

Veja também: TSH baixo, o que significa?

O tratamento do hipotireoidismo em bebês deve começar logo após o nascimento. O atraso no início do tratamento pode prejudicar o crescimento e o desenvolvimento mental da criança.

Mantendo esses cuidados, é possível ter uma gravidez saudável. Contudo, é importante frisar a importância em tratar adequadamente o hipotireoidismo antes ou durante a gestação.

A falta de hormônios produzidos pela tireoide (T3 e T4) deixa o metabolismo mais lento. Logo, todos os órgãos e tecidos da mãe funcionam mais lentamente, prejudicando o desenvolvimento físico e mental da criança.

Assim sendo, compareça às consultas marcadas do pré-natal com o/a médico/médica de família ou obstetra e tome a medicação diária na dosagem indicada em cada consulta.

Leia também:

Quem tem hipotireoidismo pode engravidar?

O que é hipotireoidismo e quais os sintomas?

Hipotireoidismo tem cura? Qual o tratamento?