Perguntar
Fechar

Insuficiência mitral pode matar? Existe tratamento?

Sim, insuficiência mitral avançada pode levar à morte. O tratamento depende das suas causas, da gravidade do caso, da presença ou não de sintomas e do grau de evolução da condição.

O tratamento da insuficiência mitral leve é feito com medicamentos. Podem ser indicados diuréticos, medicamentos específicos para diminuir o esforço do coração e os sintomas da insuficiência cardíaca, anticoagulantes, entre outros.

Já os casos mais graves de insuficiência mitral podem necessitar de cirurgia cardíaca para reparar ou substituir a válvula.

A cirurgia convencional é feita através de uma abertura no tórax. Porém, esse procedimento cirúrgico muitas vezes é contraindicado, uma vez que a insuficiência mitral geralmente acomete pessoas com idade avançada e com várias doenças associadas.

Assim, pacientes idosos com insuficiência mitral avançada e que apresentam um risco elevado para serem submetidos ao procedimento cirúrgico convencional são tratados com uma forma de cirurgia menos traumática (MitraClip).

Tratamento cirúrgico

Nessa cirurgia, são colocados pequenos grampos com apenas 5 milímetros de espessura na válvula mitral. Os grampos aproximam os folhetos da válvula, diminuindo ou eliminando o vazamento de sangue de volta para o átrio.

Esse procedimento cirúrgico tem como objetivo corrigir o defeito da válvula mitral em casos de processos degenerativos dos folhetos ou de dilatação ou retração dos músculos que controlam a abertura e o fechamento dos folhetos.

A implantação dos grampos ou clipes é feita por cateterismo. O procedimento é realizado pela introdução de um pequeno tubo numa veia localizada na virilha, através da qual é possível chegar ao coração e realizar a cirurgia nem a necessidade de abrir o peito do paciente.

A cirurgia de implantação de grampos pode melhorar os sintomas de falta de ar, a capacidade de realizar atividade física, o funcionamento do coração e a qualidade de vida de um modo geral, reduzindo inclusive o risco de morte.

O cardiologista e o cirurgião cardiovascular são os especialistas responsáveis pelo tratamento da insuficiência mitral.

Saiba mais em:

Quais as causas da insuficiência mitral?

Quais os sintomas da insuficiência mitral?