Perguntar
Fechar

Limpeza de pele faz bem para a saúde? Quem tem lesões de pele, pode fazer?

Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

A limpeza de pele é um procedimento estético que pode sim trazer benefícios à saúde da pele se for realizado por um dermatologista, esteticista devidamente treinado ou fisioterapeutas dermato-funcionais.

É indicado para a remoção das impurezas da pele, cravos abertos (pontos pretos) e fechados (pontos brancos) e milliuns (pequena lesão amarelada que surge no rosto, especialmente na pele em torno dos olhos.

Limpeza de pele

Quem tem lesões de pele pode fazer a limpeza?

Como regra geral, especialmente quem tem acne muito inflamada, ou qualquer outra lesão de pele não pode fazer a limpeza profunda. Entretanto, é importante passar pela avaliação de um/a dermatologista para se certificar sobre a indicação da limpeza de pele.

Como é feita a limpeza de pele?

A limpeza de pele é efetuada em cinco etapas: assepsia, esfoliação, extração, aplicação de alta frequência, máscara e, por último, do filtro solar.

Assepsia

Nesta etapa faz-se uma higiene na pele com cremes de limpeza desengordurantes que retiram a maquiagem, produtos cosméticos, oleosidade da pele e sujidades decorrentes da poluição.

Esfoliação

A esfoliação é realizada com a aplicação loções de efeito abrasivo que afinam a camada mais superficial da pele. Isto facilita a remoção de cravos abertos e fechados

que não estejam inflamados.

Extração

Nesta fase da limpeza de pele os cravos são espremidos com os dedos e uma microagulha é utilizada para remover os milliuns. Entretanto, antes de espremer as regiões da pele que contenham cravos milliuns, um vapor de ozônio é utilizado com o objetivo de dilatar os poros para facilitar a retirada manual e cuidadosa. Após aplicação do vapor de ozônio uma fina camada de algodão com produto emoliente é colocada sobre o rosto associado ao uso de vapor de água. Somente após estes procedimentos a retirada manual de cravos e milliuns é iniciada com delicadeza.

Veja também

Bolinhas no rosto parecidas com espinhas: o que pode ser?

Alta frequência

O objetivo da aplicação de equipamento de alta frequência durante a limpeza de pele é aproveitar os seus efeitos cicatrizantes e anti-inflamatório em áreas da pele com microlesões decorrentes da própria limpeza. A alta frequência atua também como bactericida e bacteriostático, por destruir e controlar a proliferação de algumas bactérias, e como fungicida (elimina alguns tipos de fungos).

Máscara

A aplicação da máscara é a penúltima etapa da limpeza de pele. Sua função é de acalmar a pele após o procedimento. As máscaras à base de mentol e azuleno são as mais utilizadas e sua escolha ocorre de acordo com o tipo de pele.

Filtro solar

A finalização da limpeza de pele é realizada com a aplicação do filtro solar. Os filtros em gel e loção são os mais indicados, pois evitam a obstrução dos poros. O fator de proteção utilizado deve ser superior a 30.

Cuidados após a limpeza de pele

  • Não se exponha ao sol: após a limpeza, a pele pode ficar mais sensível e irritada. Por este motivo não se recomenda a exposição solar.
  • Realize higiene diária de acordo com o seu tipo de pele.
  • Utilize filtro solar com proteção superior a 30, reaplicando em torno de 3 vezes ao dia.
  • Se sua pele estiver muito vermelha utilize produtos cicatrizantes, nos dois primeiros dias após a limpeza, e calmantes como a água termal. Busque orientação profissional para a escolha do produto mais indicado.

A limpeza de pele é indicada também para remover células mortas e manter a pele saudável e macia.

O tempo entre uma limpeza de pele e outra vai depender de cada pessoa.

Consulte um profissional qualificado - dermatologista, esteticista devidamente treinado ou fisioterapeuta dermato-funcional – antes de qualquer procedimento.

Leia mais

Quais são as causas da vermelhidão no rosto?