Perguntar
Fechar

6 maneiras de baixar a febre sem usar medicamentos

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A febre é um sinal de defesa do organismo, mostrando que algo não está normal. No entanto, nem sempre é preciso fazer uso de medicamentos para resolver esse sintoma.

Ao mesmo tempo, apesar de ser importante permitir que o corpo desenvolva o seu sistema de defesa, não interferindo com medicações a todo tempo, no caso de temperaturas muito elevadas e que causem desconforto à pessoa, a medicação deve ser considerada. Especialmente em crianças pequenas, para evitar casos de convulsão febril.

Vale lembrar que a temperatura axilar só é considerada febre, quando acima de 37,8º.

1. Banho morno

O banho morna é a melhor maneira de baixar a febre, sem causar mal-estar. O ideal é que a temperatura esteja morna, e não fria, para reduzir a febre lentamente, sem causar prejuízo ao organismo.

Em crianças, a opção de colocar em uma banheira, com brinquedos, ajuda bastante na aceitação.

2. Compressas na temperatura ambiente

As compressas têm um efeito semelhante ao banho, porém menos eficaz talvez, pela menor superfície corporal em contato com a água, mas também é bastante útil.

As compressas frescas devem ser constantemente trocadas. Podem ser colocadas na testa, nas axilas, virilhas e tronco.

Não é recomendado o uso de compressas geladas ou álcool, porque pode piorar o quadro além de causar queimaduras na pele de crianças pequenas.

3. Menos roupa

É normal que devido à sensação de frio gerada pela febre, a pessoa busque opções quentes de cobertas ou casacos, retendo o calor.

Diminuir a quantidade de roupa e procurar usar tecidos frescos e que possibilitam a transpiração do corpo, é fundamental para ajudar a diminuir a febre.

4. Beber líquidos frescos

A febre, principalmente em crianças pequenas e idosos, pode levar a um quadro de desidratação rapidamente. Por isso mantenha-se hidratado, mesmo que não sinta sede. Beba bastante líquido e de preferência mais fresco ou temperatura ambiente, para auxiliar no equilíbrio da temperatura do corpo.

No caso de crianças, oferece líquido, especialmente água, aos poucos, observando a urina, para evitar a desidratação. Se o xixi se tornar muito amarelado ou se a criança urinar pouco, procure um serviço de emergência.

5. Alimentação adequada

A alimentação promove uma melhor resposta de defesa do organismo, porque fornece mais substratos para isso. Com o organismo forte e bem preparado, o sistema imunológico é capaz de combater o problema com menos gasto energético.

Embora seja comum a falta de apetite nessas situações, manter a boa alimentação, mesmo que em menor quantidade, ajuda a reduzir a febre porque revigora o corpo, permitindo que resolva o problema o mais breve possível.

6. Repouso

A ação exacerbada do sistema imunológico, gera além da febre, outros sinais e sintomas como coração acelerado, aumento da frequência respiratória, falta de apetite, mal-estar, dor no corpo e cansaço, pelo alto gasto energético do organismo.

O repouso, a hidratação adequada e alimentação saudável, são determinantes para a melhor resposta do corpo e sua rápida recuperação.

A necessidade de sono deve ser respeitada, não faz mal algum dormir ou deixar a criança dormir, com ou sem febre. Faz parte da recuperação natural do organismo e ajuda na rápida recuperação.

Quando a febre é sinal de emergência?

Alguns sinais e sintomas são sugestivos de maior gravidade, devendo ser avaliados imediatamente em serviço de urgência. São eles:

  • Febre alta (acima de 39,5º),
  • Febre que não baixa ou que dura mais de 3 dias,
  • Recusa alimentar ou dificuldade de beber água, seja por náuseas ou vômitos,
  • Diminuição da urina (ou urina muito concentrada - amarela),
  • Dificuldade respiratória,
  • Lábios, unhas roxas,
  • Desorientação ou confusão mental,
  • Convulsão febril.

Nesses casos não demore em procurar um pronto-socorro para avaliação, especialmente no caso de crianças pequenas, que podem evoluir com desidratação grave rapidamente.

Pode lhe interessar também: