Perguntar
Fechar

Menstruação atrasada, o que pode ser?

A amenorréia secundária (atraso menstrual por mais de três ciclos ou meses) tem várias causas. A primeira causa a ser afastada é a gravidez. Excluindo-se a gravidez, é necessário investigar outras causas:

  • uso de medicações;
  • falência dos ovários (órgãos que produzem os hormônios femininos);
  • doenças associadas, como tireoidopatias, hepatopatias;
  • alterações importantes do peso (anorexia nervosa);
  • tumores do sistema nervoso central;
  • síndrome dos ovários policísticos;
  • alterações uterinas (sinéquias uterinas)

Para a investigação das causas, é necessária a dosagem de alguns hormônios, como prolactina, FSH e LH, TSH e T4L.

Se os níveis de prolactina estiverem aumentados, deve-se afastar uso de medicações e problemas de tireóide, e solicitar exame de imagem do crânio (preferencialmente ressonância magnética), para afastar tumores que possam estar produzindo prolactina em excesso).

Estando os níveis de prolactina normais, deve-se realizar teste com progesterona. Estando positivo o teste, deve-se pensar em anovulação crônica, sendo a síndrome dos ovários policísticos a causa mais comum.

Se o teste for negativo, pode ser realizado teste com estrogênio e progesterona. Se o teste for negativo, deve-se solicitar ultrassonografia para afastar malformações uterinas. Se o teste for positivo, solicitar FSH.

Se o FSH estiver aumentado, provavelmente o problema está nos ovários e deve ser solicitado cariótipo e excluir doença auto-imune.

Se o FSH estiver normal ou diminuído, o problema provavelmente está nos sistema nervoso central e deve ser realizado exame de imagem para afastar tumores.

O diagnóstico, seguimento e tratamento deve ser feito pelo médico ginecologista.