Perguntar
Fechar

O Aedes aegypti transmite quais doenças?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As doenças transmitidas pelo Aedes aegypti são:

  • Febre amarela;
  • Dengue;
  • Chickungunya;
  • Zika.

Todas são causadas por vírus e transmitidas através da picada da fêmea do mosquito. O Aedes aegypti é originário do Egito (aegypti = Egito), de onde se espalhou para as Américas, Ásia e Oceania. Apenas a fêmea pica, pois necessita do sangue para produzir os ovos.

A febre amarela é uma doença febril aguda que provoca insuficiência renal e hepática, podendo causar sinais e sintomas como febre, dor de cabeça, calafrios, dor muscular, perda de apetite, dor abdominal, diarreia, vômitos escuros, icterícia (pele e olhos amarelos), hemorragias, diminuição urinária, entre outros. A doença pode levar à morte em aproximadamente uma semana.

A dengue pode causar febre alta, dor de cabeça, dores no corpo, náuseas ou ainda não apresentar qualquer sintoma. No entanto, a ocorrência de manchas vermelhas na pele, sangramentos no nariz ou gengivas, dor abdominal intensa e vômitos persistentes podem indicar um caso de dengue hemorrágica, que é grave e precisa de intervenção médica urgente pois pode levar à morte.

Os principais sintomas da febre chikungunya incluem febre acima de 39 graus de início súbito, fortes dores articulares nos pés e nas mãos, dor de cabeça, dores musculares e manchas vermelhas na pele. Algumas pessoas não chegam a manifestar sintomas.

Já o zika virus pode causar febre baixa, manchas pelo corpo, coceira, vermelhidão nos olhos, dor nas articulações, mal estar e dor de cabeça. A doença é auto-limitada e de evolução benigna, geralmente se resolve em 1 semana, sem necessitar de internamento hospitalar. A complicação mais grave é a microcefalia em bebês de mães que tiveram a doença durante a gravidez.

Não existe um tratamento específico para nenhuma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Em todos os casos, o tratamento visa apenas controlar os sintomas. Para evitar ser picado pelo mosquito, recomenda-se usar repelente durante o dia, além de outras medidas protetivas como o uso de telas e mosqueteiros.

Na presença desses sintomas, procure o serviço de saúde mais próximo.