Perguntar
Fechar

O que é a Doença Bipolar?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A Doença Bipolar, ou Transtorno afetivo bipolar, é um transtorno mental em que a pessoa tem mudanças extremas de humor. A bipolaridade caracteriza-se por períodos de tristeza ou depressão alternados com períodos de alegria e atividade ou mau humor e irritação.

A Doença Bipolar afeta homens e mulheres e geralmente tem início entre os 15 e os 25 anos de idade. A causa exata do transtorno é desconhecida, mas sabe-se que ocorre com mais frequência em parentes de pessoas que sofrem desse distúrbio.

Na maioria das pessoas com transtorno bipolar, não há uma causa clara para os períodos de extrema felicidade e muita atividade ou energia (mania) ou baixa atividade ou energia (depressão).

Alguns fatores que podem desencadear um episódio de mania: parto, medicamentos antidepressivos ou esteroides, insônia e uso de drogas psicoativas.

Quais os sintomas da Doença Bipolar?

Os sintomas da Doença Bipolar variam conforme a fase em que a pessoa está: mania ou depressão. A fase maníaca pode durar de dias a meses. Os sintomas podem incluir:

  • Distração fácil;
  • Participação excessiva em atividades;
  • Pouca necessidade de dormir;
  • Fraca capacidade de discernir;
  • Falta de controle do temperamento;
  • Comportamentos imprudentes e falta de autocontrole (beber, usar drogas, ter relações com muitos parceiros, jogar e gastar dinheiro de forma exagerada);
  • Humor muito irritado, pensamentos apressados, excesso de conversa e crenças falsas sobre as suas próprias habilidades.

Já o período depressivo caracteriza-se por:

  • Tristeza ou humor deprimido diariamente;
  • Dificuldade de concentração, memória ou tomada de decisões;
  • Problemas com a alimentação, como falta de apetite e perda de peso ou consumo exagerado de alimentos e ganho de peso;
  • Fadiga ou falta de energia;
  • Sentimentos de incapacidade, desesperança ou culpa;
  • Perda de prazer com atividades que antes despertavam interesse;
  • Falta de autoestima;
  • Pensamentos de morte ou suicídio;
  • Dificuldade em adormecer ou dormir demais;
  • Afastar-se de amigos.

Uma pessoa bipolar tem um alto risco de cometer suicídio. O consumo de álcool ou outras substâncias em excesso é comum, o que pode piorar os sintomas e o risco de suicídio.

Os episódios de depressão são mais frequentes que os de mania. Porém, os sintomas de depressão e mania podem ocorrer juntos, o que é chamado de estado misto.

Doença Bipolar tem cura? Qual é o tratamento?

A Doença Bipolar não tem cura, mas tem tratamento, que pode levar ao controle dos sintomas por longos períodos. Os principais objetivos do tratamento do transtorno bipolar é tornar os episódios menos frequentes e intensos, ajudar a pessoa a ter um bom desempenho geral, melhorar a sua vida pessoal e profissional e prevenir a autoagressão e o suicídio.

Medicamentos

Os medicamentos são uma parte essencial no tratamento da doença bipolar. Quase sempre, os primeiros medicamentos usados são os chamados estabilizadores de humor, que ajudam a evitar os altos e baixos do humor e as mudanças extremas na atividade e no nível de energia.

Se os estabilizadores de humor não forem suficientes para controlar os sintomas, podem ser indicados outros medicamentos, como antipsicóticos e antidepressivos.

Outros tratamentos

A psicoterapia também pode ajudar pessoas com transtorno bipolar, bem como a participação em grupos de apoio.

Se a Doença Bipolar não responder à medicação, pode ser usada a eletroconvulsoterapia para a fase maníaca ou depressiva.

Pessoas bipolares que estão no meio de episódios maníacos ou depressivos podem precisar permanecer em um hospital até que seu humor se estabilize e seu comportamento esteja sob controle.

Esses pacientes também podem ter problemas com abuso de álcool ou drogas, além de problemas financeiros, nos relacionamentos interpessoais, na escola e no trabalho.

O suicídio é um risco muito real durante a mania e durante a depressão. Por isso, pessoas com transtorno bipolar que pensam ou falam sobre suicídio precisam receber tratamento com urgência.

O médico psiquiatra é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento da Doença Bipolar.