O que é atrofia muscular? Tem tratamento?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Atrofia muscular é uma diminuição do volume do músculo, que ocorre devido a uma diminuição do tamanho das células musculares.

A atrofia muscular tem tratamento, que pode variar conforme a causa. Os exercícios com carga, como musculação, são os mais indicados para combater o problema.

As principais causas de atrofia muscular são:

  • Falta de uso: Quando um membro fica engessado, por exemplo, a musculatura atrofia devido ao desuso. A perda de massa muscular pode facilmente ser observada após retirar o gesso e comparar com o membro oposto saudável;
  • Envelhecimento: A atrofia da musculatura, com consequente diminuição da massa muscular, aumenta com a idade e faz parte do processo natural de envelhecimento;
  • Nutrição inadequada: A falta de proteínas ou carboidratos na alimentação leva o organismo a consumir os próprios músculos do corpo para obter energia e proteínas, que deveriam vir dos alimentos. O resultado é a perda de massa muscular (atrofia);
  • Perda da inervação: Lesões no cérebro, na medula espinhal ou em nervos periféricos podem causar atrofia muscular. Um exemplo é a atrofia espinhal medular, observada em pacientes paraplégicos ou tetraplégicos.

Qual é o tratamento para atrofia muscular?

O tratamento da atrofia muscular tem como principal objetivo provocar uma hipertrofia muscular, ou seja, o efeito inverso da atrofia.

Enquanto na atrofia o músculo diminui, na hipertrofia o músculo aumenta de tamanho e ocorre ganho de massa muscular.

Assim, o tratamento pode incluir:

  • Fisioterapia ou musculação: A melhor forma de promover a hipertrofia de um músculo é aumentando a sua carga de trabalho através de exercícios com pesos e cargas. Contudo, é fundamental ter a orientação de um profissional. Se não forem executados da forma correta e bem conjugados com a alimentação, os exercícios podem causar ainda mais perda de massa muscular;
  • Eletroestimulação: Quando a atrofia ocorre por perda da inervação, como na atrofia muscular espinhal, o tratamento é feito através de eletroestimulação. Neste caso, como o paciente não é capaz de realizar uma contração muscular voluntária, utiliza-se corrente elétrica para contrair o músculo;
  • Alimentação adequada: Além dos exercícios e eletroestimulação, é fundamental ter uma alimentação balanceada, com uma ingestão adequada e proporcional de carboidratos (pão, arroz, massa, batata) e proteínas (carnes, peixes, ovos, laticínios, feijão, grão-de-bico);

Também podem lhe interessar: O que é hipertrofia muscular?; Qual a diferença entre atrofia, distrofia e hipertrofia?

A atrofia muscular pode ser diagnosticada por um médico clínico geral ou médico de família, que poderão indicar o tratamento mais adequado ou encaminhar para outro especialista, quando necessário.