O que é o exame eletroneuromiografia (ENMG)? Que doenças detecta?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A eletroneuromiografia (ENMG) é um exame que avalia a função dos nervos e dos músculos, através de estímulos, que são registrados em gráficos. Depois são analisados pelo médico que emite um laudo final.

O exame é realizado pelo médico, em duas etapas. Uma analisa a condução nervosa e a outra a resposta e força dos músculos, em qualquer parte do corpo, sendo os mais comuns, braços, pernas e rosto.

Tipos de exames

ENMG de MMSS - Nome do exame que avalia os membros superiores, os braços. As indicações para pedir esse exame, mais comuns, são a dor e dormência nas mãos, fraqueza e atrofia dos músculos nos braços.

ENMG de MMII - Exame dos membros inferiores, ou seja, as pernas. As principais indicações são dor e dormências nas pernas, inchaço nos pés, dores na coluna, diminuição de força nos membros inferiores e atrofia desses músculos.

ENMG dos quatro membros - A avaliação dos quatro membros é um dos principais exames para avaliar a neuropatia diabética. Pacientes diabéticos de longa data que apresentam dormência e diminuição de força nos membros, costumam realizar esse exame.

Casos de dores no corpo, braços e pernas, também são uma indicação comum.

ENMG de face - O exame analisa os músculos do rosto. Geralmente solicitado para avaliar o grau de lesão em uma paralisia facial e as possibilidades de melhora da paralisia com o tratamento adequado.

A eletromiografia, pode ser pedida ainda em casos mais específicos, como avaliação do músculo diafragma, em pacientes graves internados em CTI com dificuldade de sair do respirador, respirar sozinho. Músculos do dorso, após traumas e acidentes automobilísticos, entre outros.

Quais as doenças encontradas no exame de ENMG?

O exame é indicado para confirmar as doenças neurológicas e musculares, principalmente:

  • Síndrome do túnel do carpo
  • Hérnia de disco
  • Neuropatias
  • Paralisia facial periférica
  • Miopatias (doenças do músculo)
  • Miastenia gravis
  • Esclerose lateral amiotrófica (ELA)
  • Doenças musculares de origem genética

Qual é o preparo para a realização do exame?

O principal cuidado para antes do exame, é não usar cremes ou produtos hidratantes na região que será examinada. Os cremes fazem uma barreira de proteção na pele, que atrapalha a avaliação da condução nervosa.

Não é necessário fazer jejum, ao contrário, é importante que se alimente para permanecer o tempo necessário no exame.

Importante ainda, informar ao médico e técnicos do exame, quando faz uso de medicamentos anticoagulantes. Dependendo da dose diária, pode ser preciso suspender a medicação ou reavaliar a necessidade desse exame, pelo pequeno risco de sangramento na etapa do estudo com eletrodo de agulha.

As demais orientações e cuidados antes do exame são determinados por cada serviço e equipe médica.

Aonde posso fazer o exame de ENMG?

O exame é disponibilizado no serviço público, através de um pedido médico, ou em clínicas particulares, com serviço de Neurofisiologia.

Quanto custa uma ENMG?

O exame está disponível no serviço público, gratuitamente.

Nos serviços particulares, os valores podem variar bastante, dependendo das cidades, do custo dos materiais utilizados em cada região, e procura.

Uma estimativa média é de R$ 200,00 (duzentos) a R$ 400,00 (quatrocentos) reais para o exame de dois membros (MMSS ou MMII) e R$ 500,00 (quinhentos) a R$ 1.000,00 (hum mil) reais para o exame dos quatro membros (MMSS e MMII).

O exame de face custa na faixa de R$ 200,00 (duzentos) a R$ 300,00 (trezentos) reais.

ENMG dói?

O exame causa um incômodo, especialmente na etapa em que é feito o estímulo com o eletrodo de agulha, porém para a maioria das pessoas, é totalmente tolerável.

A sensação de dor depende da sensibilidade de cada pessoa. De qualquer forma, o exame pode ser interrompido a qualquer momento, se for de desejo do paciente, portanto não deve se preocupar ou evitar o exame por esse motivo.

Como é feito o exame de ENMG?

O exame é realizado em duas etapas, uma que estuda a condução dos nervos, através de estímulos com pequenos choques, chamado eletroneurografia. A outra etapa que estuda os músculos, com a inserção de agulhas bem finas, na região a ser analisada, a eletromiografia.

Não existe uma regra para qual a primeira ou segunda etapa, é uma questão de preferência de cada médico.

Eletroneurografia:

Após a limpeza da região com solução antisséptica, são colocados eletrodos de adesivo na pele, em cima do músculo a ser avaliado, e com um aparelho estimulador, são emitidos choques de baixa intensidade, para avaliar a condução do impulso nervoso.

enmg
Eletroneurografia

Eletromiografia:

Nessa etapa, é inserida uma agulha bem fina, específica para esse exame, no músculo a ser estudado e pedimos que faça um movimento. Esse movimento é registrado pelo eletrodo encontrado nessa agulha, possibilitando analisar a força e a resposta do músculo ao estímulo nervoso.

Ambas as respostas são captadas e enviadas para um computador, que transforma esses dados em gráficos. Os resultados são avaliados pelo médico.

Cabe ao neurofisiologista analisar todos os dados para definir o resultado.

Quanto tempo dura esse exame?

O exame leva em média 30 a 40 minutos para ser realizado, mas varia de acordo com o número de membros e músculos a serem estudados.

O médico que realiza o exame define essa necessidade de acordo com a queixa e com as respostas encontradas no decorrer do exame.

Existe alguma contraindicação para ENMG?

Sim. Pessoas que tem marcapasso, fazem uso de anticoagulantes ou tenha alguma doença de coagulação, devem passar por uma avaliação prévia com o médico que realiza o exame.

Para maiores informações, converse com o seu médico de família ou neurologista.