Perguntar
Fechar

O que é otosclerose?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Otosclerose é uma doença hereditária que afeta o ouvido e provoca perda progressiva da audição, podendo chegar à surdez. Na otosclerose ocorre o crescimento de um pequeno osso no ouvido médio, localizado atrás do tímpano, que prejudica o mecanismo de transmissão dos sons e impede a pessoa de ouvir adequadamente.

A otosclerose provoca a fixação ou redução dos movimentos do estribo, um ossículo localizado dentro do ouvido médio que vibra e transmite o som. Sem vibração sonora, os sons deixam de ser transmitidos para o ouvido interno, levando à diminuição da audição. Esta é a chamada otosclerose do estribo.

Já a otosclerose da cóclea ocorre no ouvido interno e afeta as células responsáveis por transformar as vibrações sonoras em impulsos elétricos que são transmitidos ao cérebro. Trata-se de uma forma mais grave de otosclerose que pode causar uma perda auditiva profunda.

A doença ocorre principalmente em mulheres brancas entre 20 e 30 anos de idade e na maioria dos casos afeta apenas um dos ouvidos.

O principal sintoma da otosclerose é a perda da audição, que vai piorando com o passar do tempo. Algumas pessoas podem apresentar também zumbido no ouvido. O quadro também tende a piorar com a gravidez. Após os 50 anos, a otosclerose se agrava bastante e a pessoa pode ficar completamente surda do ouvido afetado.

O tratamento da otosclerose pode ser feito com medicamentos que estabilizam a doença ou diminuem a sua velocidade de progressão. Porém, a medicação não é capaz de melhorar a audição. Para isso são indicados aparelhos auditivos.

No caso da otosclerose do estribo, o tratamento pode ser realizado através de uma cirurgia que substitui o estribo por uma prótese, devolvendo a audição à pessoa.

Saiba mais em: Otosclerose tem cura? Como é o tratamento?

O/a especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento da otosclerose é o médico/a otorrinolaringologista.