Perguntar
Fechar

O que é síndrome de Asperger e quais os sintomas?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Síndrome de Asperger é um tipo de autismo, uma desordem cerebral que afeta o comportamento da pessoa e a forma que ela se comunica e interage com os outros. Geralmente os sintomas iniciam na infância e são mais comuns em meninos.

Crianças com síndrome de Asperger têm dificuldade em se relacionar com outras pessoas, não têm interesse em fazer amigos e interessam-se intensamente por temas muito específicos. A inteligência da criança não é afetada.

Síndrome de Asperger: Causas, Sintomas e Tratamento
Criança com síndrome de Asperger

A síndrome de Asperger está incluída no conjunto de doenças que integram o espetro do autismo, que caracteriza-se por distúrbios na comunicação e no relacionamento com outras pessoas. A síndrome é uma das formas mais leves dessas doenças.

A síndrome de Asperger não tem uma causa conhecida, mas admite-se que pode haver influência de fatores genéticos. A desordem parece ter origem em alterações na estrutura do cérebro.

Quais são os sintomas da síndrome de Asperger?

Os sintomas da síndrome de Asperger são variáveis de pessoa para pessoa, sendo o mais comum associado ao desenvolvimento de um comportamento social não habitual. Isso inclui:

  • Tentar chamar a atenção de outras pessoas de uma forma rude;
  • Dificuldade em compreender algumas regras de convivência social;
  • Intolerância com mudanças da rotina;
  • Interesses repetitivos e focados nos mesmos objetos;
  • Dificuldade em mudar o foco da atenção;
  • Dificuldade em se organizar e cumprir tarefas cotidianas e deveres escolares;
  • Falas contínuas sem mudar de tópico e sem perceber se a outra pessoa está ou não interessada;
  • Distúrbios de humor, ansiedade e depressão;
  • Pouco contato visual, poucas expressões faciais, posturas pouco habituais;
  • Obsessão por temas muito específicos;
  • Falta de capacidade de compreender ou manifestar empatia em relação aos sentimentos ou humor das outras pessoas;
  • Tom de voz monótono ou rígido, fala muito rápida;
  • Falta de coordenação dos movimentos ao andar ou praticar esportes.

Esses sintomas tornam-se mais perceptíveis após os 4 anos de idade, quando o processo de sociabilização é intensificado.

Pessoas com síndrome de Asperger normalmente não apresentam atrasos no desenvolvimento da linguagem, mas têm dificuldade em manter uma conversa normal.

Os sintomas da síndrome de Asperger podem variar muito, o que torna o seu diagnóstico difícil. A criança deve passar por avaliação com médicos e psicólogos especializados, além de realizar diversos testes para avaliar as capacidades da criança.

Qual é o tratamento para síndrome de Asperger?

Não existem medicamentos ou um tratamento específico para a síndrome de Asperger. As características fundamentais da doença não são curáveis. Em alguns casos, pode ser usada medicação para controlar a ansiedade, a depressão ou a hiperatividade.

O tratamento inclui ainda o apoio especializado para orientar comportamentos e competências sociais. Com uma intervenção especializada e adequada, é possível melhorar a linguagem, a postura, a comunicação e a capacidade de se relacionar e reconhecer os sentimentos das outras pessoas.

Boa parte das crianças com síndrome de Asperger torna-se adultos funcionais, felizes e bem ajustados.

Para realizar o diagnóstico da síndrome de Asperger é importante a observação dos cuidadores familiares e escolares que têm o papel fundamental de fornecer informações quanto ao comportamento e desenvolvimento da criança e sua interação com as outras pessoas.