Perguntar
Fechar

O que fazer em caso de aplicação intramuscular no glúteo errada?

Dra. Janessa Oliveira
Dra. Janessa Oliveira
Farmacêutica-Bioquímica

Algumas complicações podem ocorrer após a aplicação de uma injeção intramuscular glútea. Elas podem estar associadas a erros ou não. É importante conhecer o que pode dar errado para procurar ajuda rapidamente. Veja abaixo o que pode acontecer e o que fazer nestes casos.

Dor ou perda de movimentos podem indicar lesão do nervo ciático

Quando o nervo ciático é atingido pela agulha durante a aplicação da injeção, você pode sentir uma pequena dor passageira, dor mais intensa, dormência ou até a perda de movimento da perna. A lesão pode causar paralisia ou dormência permanentes da perna no lado onde a aplicação foi feita.

A lesão do nervo é a complicação mais comum após a injeção intramuscular. O nervo ciático é o nervo mais frequentemente afetado.

O que fazer?

É importante procurar um médico para reduzir a gravidade do dano e iniciar o tratamento quanto antes, aumentando as chances de recuperação. O tratamento da lesão inclui o uso de medicamentos para dor, fisioterapia, uso de dispositivos auxiliares e exploração cirúrgica.

Limitação de movimentos pode ser sinal de contratura do músculo glúteo

Quando fazemos um esforço com o músculo e sentimos que ele "endurece", ele está contraído. Quando relaxamos, ele deixa de ficar duro. Se você percebe que o músculo está sempre rígido e não relaxa, isso não é normal. Pode ser o caso da contratura do músculo glúteo.

A pessoa com esse problema apresenta uma rigidez no quadril que a impede de trazer ambos os joelhos juntos durante o agachamento.

Muitas causas são atribuídas à contratura do músculo glúteo, sendo que a aplicação repetida de injeção intramuscular glútea no mesmo músculo é a mais comum.

O que fazer?

Caso você sinta que o seu músculo está rígido e tem limitação de movimentos após uma ou mais injeções, procure um médico. Exames radiológicos conseguem detectar o problema e descartar outras causas. O tratamento com fisioterapia é indicado, mas pode ser necessário fazer cirurgia para corrigir o problema.

Alteração do efeito esperado para a injeção

Pessoas obesas, com sobrepeso e mulheres têm uma camada mais grossa de gordura na região do glúteo. Nestas pessoas a aplicação pode ser feita acidentalmente na região subcutânea. Isto afeta o efeito do medicamento feito para ser injetado no músculo, além de aumentar o risco de complicações.

Se o medicamento vazou depois da aplicação, o efeito pode ser afetado também. Consulte o médico para saber o que fazer neste caso.

Outras complicações mais raras

Infecções

Nos casos de infecção, você pode observar bolha ou abscesso (pode sair líquido ou não), vermelhidão, inchaço. Pode sentir dor intensa e ter febre nas 24 horas depois da injeção.

Mal-estar e outros sintomas como confusão, pressão baixa, hipotermia ou febre podem estar associados. Pode levar à necrose (morte de tecidos) no local e à infecção generalizada.

Evolui rapidamente e precisa de diagnóstico rápido. Por isso você deve procurar um médico com urgência caso tenha os sintomas descritos.

A fasciíte necrosante é uma complicação, não um erro. Ela é uma infecção rara e grave que pode estar associada à aplicação intramuscular de medicamentos. Infecção (por exemplo, na garganta), o uso de anti-inflamatórios ou de corticoides podem aumentar a chance de fasciíte.

Outras consequências de infecção após a aplicação de injeção são a gangrena gasosa e a formação de abscesso. Elas também são muito raras. A falta de cuidados de higiene na aplicação também pode causar infecções e suas consequências.

Exames de sangue e de imagem são utilizados para diagnóstico e avaliação da gravidade. Requer cirurgia imediata, tratamento de suporte com antibióticos e hemodinâmico.

Mancha roxa que pulsa (psedoaneurisma)

Se você sente dor intensa, com inchaço, endurecimento (formação de “caroço”) no local da aplicação da injeção e vê hematoma (mancha roxa) que pulsa (em alguns casos), pode ser um caso de psedoaneurisma.

O caroço que se forma pode comprimir o nervo ciático, causando sintomas como dor, dormência ou perda de movimento na perna do lado correspondente ao local da aplicação. Pode causar anemia e necrose (morte de tecidos).

Você precisa procurar um médico com urgência.

O pseudoaneurisma é uma lesão rara e pode ser causada pela perfuração durante a aplicação da injeção intramuscular glútea. Devido à perfuração, o sangue sai da artéria e causa como uma hemorragia interna.

Exames de imagem, como ultrassom, tomografia ou ressonância magnética conseguem detectar o problema. O tratamento consiste em fazer parar o sangramento e na drenagem do hematoma para diminuir a necrose e aliviar a dor.

Quem está sob maior risco de ser vítima de ocorrência de erros e complicações?

Atenção maior durante e após a aplicação intramuscular glútea em:

  • Crianças;
  • Idosos;
  • Pacientes com baixo peso.

Eles têm um risco maior de lesão do nervo ciático devido à aplicação. As crianças e os idosos podem não perceber o problema ou não se queixar.

As pessoas com problemas de imunidade são mais suscetíveis a infecções. Por isso, há maior risco de complicações como a fasciíte necrosante, abscessos e a gangrena gasosa nestes casos, apesar de serem raras.

Talvez você se interesse por outros conteúdos:

Coceira e inchaço no local da aplicação da Benzetacil?

Injeção anticoncepcional causou dor fora do normal, é possível ter sido mal administrada e não funcionar?

Em crianças, qual o local correto para a aplicação de uma injeção?

Tomei uma benzetacil, posso fazer uma compressa quente?

Tenho nódulos dolorosos no glúteo por causa da aplicação de injeção intra muscular. Como faço para desmanchá-los?

Passos para uma aplicação intramuscular segura no glúteo

Referências

Kim HJ, Park SH. Sciatic nerve injection injury. Journal of International Medical Research 2014; 42(4): 887–897

Rai S , Meng C, Wang X, Chaudhary N, Jin S, Yang S, Wang H. Gluteal muscle contracture: diagnosis and management options. SICOT J. 2017; 3, 1

Mendoza C, Salvo S, Luque P, Condado H, Gonzalo MA, Algarate S. Fascitis necrotizante y síndrome del shock tóxico por Streptococcus pyogenes tras inyección intramuscular. Rev Esp Quimioter. 2019; 32(5): 473-474

Saad PF, Saad KR, Armstrong DMFO, Soares BLF, Almeida PHF, Razuk Filho A. Inferior gluteal artery pseudoaneurysm related to intramuscular injection. Int J Surg Case Rep. 2015; 6: 29–32.

Dayananda L, Belaval V V, Raina A, Chandana R. Intended intramuscular gluteal injections: Are they truly intramuscular?. J Postgrad Med 2014;60:175-8