O que fazer no caso de sono excessivo?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O melhor a fazer no caso de sono excessivo é procurar um médico especialista em medicina do sono, uma vez que sonolência em excesso pode ter várias causas e é preciso diagnosticá-las e tratá-las adequadamente.

Algumas causas de sono excessivo durante o dia:

  • Dormir menos que o necessário: A maioria das pessoas precisa dormir de 6 a 8 horas por noite para se sentirem bem no dia seguinte;
  • Má qualidade do sono: Ruídos, temperatura elevada, colchão ou travesseiros inadequados, ansiedade, estresse, claridade, são alguns fatores que não permitem um sono restaurador;
  • Anemia: A diminuição de hemoglobina no sangue reduz a oxigenação do cérebro, deixando a pessoa mais sonolenta;
  • Apneia do sono: A passagem de ar pela garganta é obstruída, obrigando a um esforço respiratório maior que prejudica a qualidade do sono, além dos micro despertares comuns nesta doença, que não permite um sono reparador;
  • Narcolepsia: Caracteriza-se principalmente por uma vontade incontrolável de dormir durante o dia, entre outros sintomas (saiba mais em: O que é narcolepsia e quais são os sintomas?).

Existem ainda outras causas de sono em excesso, como efeito colateral de alguns tipos de medicamentos, alterações do relógio biológico, hipersonia idiopática, síndrome das pernas inquietas, movimentos periódicos dos membros, entre outras. Daí a importância em procurar um médico especialista em distúrbios do sono.

Os médicos que são especialistas em distúrbios do sono são os neurologistas, pneumologistas e otorrinolaringologistas principalmente. Podem ser agendadas consultas também diretamente nas clínicas de tratamento de doenças do sono.

Saiba mais em: O que é a síndrome das pernas inquietas?