Perguntar
Fechar

O que pode causar dor no pé da barriga e corrimento?

Dra. Janessa Oliveira
Dra. Janessa Oliveira
Farmacêutica-Bioquímica

As principais causas para as dores no pé da barriga em mulheres que também têm corrimento são os problemas ginecológicos. Os principais são:

  • Infecções e doença inflamatória pélvica
  • Endometriose
  • Cirurgias
  • Menopausa
  • Presença de algum corpo estranho na vagina
  • Câncer

O corrimento vaginal é mais comum nas mulheres que usam:

  • Protetores diários de calcinhas
  • Produtos para a higiene feminina, como desodorante, pó ou sabonete íntimo
  • Calcinhas apertadas ou de tecido sintético

Nesses casos, não é comum haver dor no pé da barriga. Isso só vai acontecer se houver inflamação associada ao corrimento.

Veja algumas características de cada uma das causas mais comuns para a dor no pé da barriga com corrimento.

Infecções e doença inflamatória pélvica (DIP)

A dor no pé da barriga com corrimento pode ser causada por infecções ginecológicas. O corrimento pode ser amarelado, esverdeado ou espumoso, principalmente. Pode ter cheiro e causar coceira. As infecções não tratadas podem causar a doença inflamatória pélvica.

A doença inflamatória pélvica (DIP) também pode causar a dor pélvica, abdominal e dor durante as relações sexuais, além de corrimento vaginal. Ela é causada por uma infecção no útero, tubas ou ovários que frequentemente envolve os órgãos próximos. Pode causar infertilidade.

A maior parte dos casos de DIP é causada por um agente infeccioso transmitido através do sexo sem o uso de preservativo. O sexo com muitos parceiros e sem proteção é o principal fator de risco para desenvolver a doença. O uso correto do preservativo em todas as relações sexuais com parceiros que não são fixos ou que são recentes reduz bastante o risco de DIP.

Mulheres que não fazem sexo ou que têm apenas um parceiro há muito tempo raramente vão desenvolvê-la.

Outras causas menos frequentes para as infecções ginecológicas que podem levar à dor no pé da barriga e corrimento são:

  • Casos agudos de infecções por bactérias intestinais ou respiratórias
  • Peritonites e abscessos pós-operatórios
  • Infecções pélvicas relacionadas à gravidez
  • Infecções causadas por traumas ou lesões
  • Infecções secundárias a apendicite, diverticulite ou tumor

Elas podem causar um quadro de sintomas parecido com o da DIP.

Endometriose

Ela é a causa mais comum da dor no pé da barriga crônica (já dura entre 3 a 6 meses). Também pode causar:

  • Corrimento marrom
  • Dor durante as relações sexuais
  • Alterações no fluxo menstrual
  • Infertilidade.

A endometriose é o desenvolvimento de células do endométrio (camada mais interna do útero) fora do útero. Isso causa inflamação, responsável pela dor. Pode afetar as mulheres antes da menarca, durante a vida reprodutiva e após a menopausa.

Cirurgias

Em casos de cirurgias ginecológicas recentes, a dor na região pélvica é normal. Um corrimento rosado pode aparecer devido à presença de sangue no muco vaginal. Outras regiões da barriga também podem doer. Esses são sintomas normais logo após a cirurgia.

A dor e o corrimento rosado tentem a diminuir com o passar dos dias. Entre em contato com seu médico se tiver alguma dúvida sobre se a sua recuperação está sendo normal. Alguns sinais de alerta são o aumento da dor ou o aparecimento de algum outro sintoma, como febre.

Em casos de cirurgias na região pélvica em que foi utilizada uma malha sintética, há possibilidade de que ela se desloque e cause desconforto vaginal. Há casos em que é possível sentir a malha saindo pela vagina ou pela uretra. Isso pode causar dor vaginal, principalmente durante as relações sexuais, e infecções.

Nos casos de infecção, a dor está associada a corrimento. Dependendo da cirurgia, pode ainda causar problemas intestinais e urinários.

Menopausa

A dor no pé da barriga com corrimento aquoso e transparente pode acontecer depois da menopausa devido a um processo inflamatório. As mudanças hormonais que ocorrem nessa fase podem ser a causa.

Entretanto, o mais comum na menopausa é a secura vaginal. Ela também pode levar à dor no pé da barriga, especialmente durante as relações sexuais.

Presença de corpo estranho na vagina

O corpo pode reagir com dor e corrimento à presença de um corpo estranho ou produtos colocados na vagina. Exemplos são:

  • Tampão vaginal (diafragma)
  • Preservativo: se for esquecido dentro da vagina
  • Espermicidas
  • Sabonetes íntimos e outros produtos para higiene íntima
  • Lubrificantes

Quando uma criança se queixar de dor no pé da barriga com corrimento, ela pode ter colocado algo no interior da vagina. Essa possibilidade precisa ser avaliada especialmente nesses casos.

Câncer

Quando o câncer vaginal causa sintomas, os mais comuns são:

  • Sangramento vaginal depois das relações sexuais ou após a menopausa
  • Corrimento aquoso, com sangue / rosado ou com cheiro ruim
  • Dor no pé da barriga ao urinar ou vontade frequente de urinar
  • Problemas intestinais

Não é comum que o câncer cause sintomas. Todos esses sintomas podem estar associados a outros problemas de saúde.

Há outras causas para a dor no pé da barriga e corrimento que não sejam os problemas ginecológicos?

Em algumas situações, o corrimento pode ser originado por problemas da bexiga ou nos intestinos. Ele pode estar associado à dor abaixo do umbigo em alguns casos de infecção urinária, câncer de bexiga ou de intestino.

Preste atenção para saber se o corrimento está saindo da vagina. Você pode percebe isso observando:

  • O local que fica manchado no absorvente ou protetor de calcinha
  • Se o corrimento só sai quando você vai ao banheiro para urinar
  • Se o corrimento só sai com as fezes

Preciso procurar um médico?

Sim, pois a maior parte das causas de dor no pé da barriga e corrimento precisam de tratamento.

O médico vai fazer algumas perguntas para investigar as possíveis causas. Depois, vai examinar a parte de fora da vagina e a vagina. Pode colher uma amostra do corrimento para investigar infecções ou pedir outros exames para saber qual é o tratamento indicado para o seu problema.

Você pode querer ler também:

Dor no pé da barriga: o que pode ser?

Corrimento branco, o que pode ser?

Corrimento vaginal: significado das cores do corrimento (branco, amarelado, cinza, esverdeado, marrom, vermelho, rosa)

Referências:

Transvaginal synthetic mesh: Management of exposure and pain following pelvic surgery. UpToDate

Endometriosis: Pathogenesis, clinical features, and diagnosis. UpToDate

Pelvic inflammatory disease: Clinical manifestations and diagnosis. UpToDate

Pelvic inflammatory disease: Pathogenesis, microbiology, and risk factors. UpToDate

Patient education: Vaginal discharge in adult women (Beyond the Basics). UpToDate

Patient education: Vaginal cancer (The Basics). UpToDate