O que já se sabe sobre o novo Coronavírus (COVID-19)?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

O novo coronavírus (SARS-CoV-2) tem provocado infecções respiratórias que podem ser transmitidas de pessoa para pessoa e foi identificado pela primeira vez em um surto em Wuhan, na China. A doença causada pelo novo coronavírus é chamada de COVID-19.

Há sete coronavírus humanos que podem causar infecções respiratórias, entre eles estão: o que causa a Síndrome Respiratórias Aguda Grave, SARS-COV, identificado em 2002; o que causa a Síndrome Respiratória do Oriente Médio, MERS-COV, identificado em 2012; e o novo coronavírus, SARS-CoV-2, identificado em 2019.

Quais são os sintomas do novo coronavírus?

O novo coronavírus tem provocado infecções leves, moderadas e graves. A transmissão parece ocorrer mesmo antes de surgirem os sintomas.

Os sinais e sintomas do coronavírus em grande parte dos casos são respiratórios e semelhantes a uma gripe comum. Nos casos mais graves as pessoas podem apresentar pneumonia, dificuldade respiratória grave e insuficiência renal. Os principais sintomas são:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Dificuldade de respirar;
  • Cansaço.

Outros sintomas também podem estar presentes, como:

  • Dores no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Congestão nasal;
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Diarreia.

Formas de contaminação pelo novo coronavírus

O novo coronavírus é transmitido principalmente através do contato com gotículas contendo o vírus liberadas por espirros e tosse de pessoas que se encontram infectadas pelo vírus.

O contacto próximo com pessoas infectadas, portanto, aumenta consideravelmente o risco de contágio pelo vírus.

Essas gotículas podem cair em objetos e superfícies, quando as pessoas tocam esses objetos e levam as mãos ao rosto, olhos, nariz e boca elas também podem infectar-se com os vírus.

Outras formas de transmissão como contato com fezes de pessoas contaminadas ainda está em investigação. Também não há ainda evidência que o coronavírus seja transmitido através de alimentos.

Estima-se que uma pessoa infectada com o coronavírus pode transmitir a doença para até três pessoas em média.

Como prevenir a contaminação pelo novo coronavírus?

A prevenção da infecção pelo novo coronavírus envolve as medidas usadas para prevenir as doenças respiratórias. Elas são simples, fáceis de serem adotadas e incluem:

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão ou com desinfetantes para as mãos à base de álcool;
  • Cubra o nariz e a boca ao espirrar ou tossir com o cotovelo flexionado;
  • Use lenços descartáveis para realizar a higiene nasal e jogue fora o lenço imediatamente e higienize as mãos;
  • Evite tocar o rosto, principalmente olhos, nariz e boca;
  • Mantenha os ambientes ventilados e arejados;
  • Evite contato próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripe ou resfriado;
  • Não compartilhe utensílios de uso pessoal como talheres, copos, garrafas e pratos;
  • Evite contato próximo com pessoas que estão com infecções respiratórias agudas, mantenha uma distância de 1 metro.

É importante lembrar que ainda não há vacinas capazes de prevenir a infecção por coronavírus.

Como diagnosticar e tratar uma infecção pelo Novo Coronavírus?

O diagnóstico de contaminação pelo novo coronavírus é feito com base nos sintomas e na análise em laboratório das secreções respiratórias colhidas do nariz e boca, o material genético do vírus é então pesquisado nessa secreção.

Ainda não há tratamento específico para o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Por este motivo, o tratamento recomendado é de suporte, e inclui para os casos leves:

  • Repouso;
  • Aumento da ingestão de água;
  • Uso de medicamento para dor e febre (analgésicos e antitérmicos). A OMS recentemente contraindicou o uso de ibuprofeno para o tratamento de sintomas de Covid-19.

Nos casos moderados e graves é necessário suporte ventilatório. Cuidados em Unidades de Terapia Intensiva podem ser necessários nos casos graves.

Busque uma unidade de saúde assim que surgirem os primeiros sintomas, compartilhe com o médico o seu histórico recente de viagens e não use medicamentos sem indicação médica.

Alguns cuidados importantes

Se teve contato com alguém que apresenta infecção confirmada pelo novo coronavírus ou esteve em algum local com transmissão local da doença nos últimos 14 dias, e está a apresentar febre e/ou algum sintoma respiratório, como tosse ou dificuldade em respirar, procure assistência médica.

Antes de ir ao consultório ou unidade de saúde faça um contato telefônico e fale com o médico os seus sintomas. Ele dará instruções sobre como cuidar, sem expor à doença. Você pode utilizar o Disque 136 (Disque Saúde) de qualquer lugar do Brasil.

Enquanto estiver doente ou na suspeita da doença, evite o contato com pessoas, não saia e adie viagens para reduzir a possibilidade de transmitir a doença para outras pessoas.